Você está na página 1de 15

África


O que vem à sua mente quando você pensa
em África?
Equívocos e Preconceitos

 Região homogênea
 Selvagem
 Exótica
 África como um único grande “país”,
sem diferenças

 Motivos: Visão Eurocêntrica,


reforçada pela Conferência de
Berlim, em 1885 (Neocolonialismo)
Por que estudar África?

 No Brasil, recebemos enorme influência das culturas africanas
 Desconstruir falsas ideias sobre o continente
 Desfazer preconceitos
África, o Continente

 30 milhões de Km²
 850 milhões de habitantes
 Mais de 50 países
 Deserto do Saara, com 9 milhões de
Km², separa a África do Norte
(maioria de países muçulmanos) da
África Subsaariana (maior
concentração de negros)
Diferentes Formas de Organização Social e
Política

 Sociedades mais antigas: aldeias ou grupos nômades
 História transmitida de forma oral
 Mais velhos com papel importante na sociedade
 Terra e trabalho coletivos
 Cidades-estados, com comercialização de excedentes
 Extração de metais favoreceu o aparecimento de reinos
 Hierarquização da sociedade baseada em mérito, ou riqueza, ou idade
Destaque: Pigmeus

 Grupos seminômades
 Altura média 1,50
 Filme “O Elo Perdido”, de 2012
 Ideias evolucionistas do séc XIX
 Zoológico Humano
Principais reinos antigos

 Egito Antigo
 Cuxe
 Reino de Gana
 Império de Mali
 Hauçalandia
 Iorubá
 Reino do Congo
 Reino do Ndongo
 Monomatapa
Aspectos Sociais

 Rotas comerciais para trazer africanos para o Brasil
 África Ocidental: atuais Senegal, Mali, Níger, Nigéria, Gana, Togo,
Benin, Costa do Marfim, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo
Verde, Guiné e Camarões
 África Centro-Ocidental: atuais Gabão, Angola, República do Congo,
República Democráticado Congo e República Centro Africana
 África-Austral: atuais Moçambique, África do Sul e Namíbia
Aspectos Sociais

 Povos de maior destaque nas rotas de
escravidão – Ocidental e Centro-
Ocidental, a chamada África Atlântica
 Valorização da descendência: casais que
tivessem filhos teriam a certeza da
continuidade de seu nome, além de
garantir uma boa velhice
 Preservação da mulher e da fertilidade
 Poligamia permitida, famílias
numerosas
Aspectos Sociais

 A escravidão já existia na África, porém, era caracterizada como
doméstica
 Escravos poderiam ser utilizados como criados, agricultores, soldados
ou mercadorias (especialmente no Saara e Egito)
 Um escravo poderia ser fruto de guerras (prisioneiros), dívidas ou
castigos
 Os filhos de escravos nasciam livres
 Com a expansão marítima dos europeus, a escravidão passou a ser um
negócio lucrativo
Aspectos Sociais

 Séc. XVI, entre 800 mil e 1,3 milhões de pessoas foram vendidas como
mercadoria
 Os negros eram capturados pelos europeus no litoral, ou comprados de
mercadores que traziam escravos no interior do continente
 Formaram-se inúmeras rotas de fuga de escravos
 O tráfico negreiro deu origem à Diáspora Africana, quando 11 milhões de
africanos foram trazidos para América (séc, XVI e XIX)
 4 milhões vieram para o Brasil

Aspectos religiosos

 Nas sociedades mais antigas: culto aos
antepassados, às forças da natureza ou
a um “espírito criador”
 Humanização das forças da natureza:
Ogum e Xangô (orixás)
 Rituais coletivos, com sacrifícios de
animais e festas
 Adivinhação
 Difusão do Islamismo e do Cristianismo
 Sincretismo religioso: candomblé e
umbanda
Influência linguistica no Brasil

 Palavras derivadas das línguas quimbundo,
quicongo e umbundo: bagunça, moleque, dengo,
cachimbo, fubá, macaco, quitanda
 Palvras derivadas das línguas jeje nagôs: acarajé,
jabá, gogó
 Mais palavras de origem africana: samba,
cachaça, dendê, fuxico, berimbau, quitute, cuíca,
quiabo, corcunda, batucada, axé.