Você está na página 1de 8

As aventuras de Karl

Marx contra o Barão de


Münchhausen
Michel Lowy
Positivismo

PRESSUPOSTOS
• 1 a sociedade é regida por leis naturais, invariáveis da vontade
humana
• 2 a sociedade pode portanto ser assimilada pela natureza e ser
estudada pelos métodos das ciências naturais
• 3 as ciências sociais assim como as da natureza devem limitar-se
à observação e à explicação causal dos fenômenos de forma
objetiva neutra livre de julgamentos de valor ou ideologias
descartando previamente as pre-noções e preconceitos
• Deve ser uma ciência Axiologicamente Neutra
Da revolução à conservação

• O Positivismo passa no inicio do sec XIX de uma filosofia


revolucionária para uma filosofia conservadora integrada à ordem
industrial.
• O axioma da neutralidade leva à negação do caráter histórico das
disciplinas,
• Portanto, só haveria valor no pensamento pre cientifico, religioso
ou mágico e a ciência estaria liberta dos vínculos sociais.
Condorcet e a utopia positivista do
Iluminismo
• COndorcet- Matemático iluminista, uma matemática social contra o
charlatanismo dos poderosos. A matemática nos oferece um caminho
seguro para compreensão dos fenômenos sociais, uma ciência imune aos
interesses e as paixões das classes dominantes.
• Luta contra o obscurantismo clerical e argumentos de autoridade e
dogmas imutáveis da doutrina social da politica feudal.
• ILUMINISMO X ABSOLUTISMO
• espirito humano. – “Quanto mais os objetos submetidos à razão tocarem
os interesses religiosos e políticos, tanto mais lentos os progressos do
espirito humano.”

Saint Simon- O socialismo utópico

• o método da observação cientifica deve ser introduzido nas questões políticas, a


ciências sociais são imaturas.
• Corpo social- metáfora biológica que em sua época era subversivo,
• a “higiene” do corpo social passaria pelo fim do absolutismo, uma mudança no
regime”
• Uma vez que a natureza inspirou os homens, em cada época, a forma de
governo mais conveniente, será exatamente de acordo com este mesmo
principio que iremos insistir na necessidade de uma mudança de regime para
uma sociedade que não mais se encontra nas condições orgânicas que puderam
justificar o reino da opressão... por que conservaríamos hábitos higiênicos
contraditórios com nosso estado fisiológico?”
• Uma luta dos produtores (trabalhadores e empresários) contra os parasitas
(clero e aristocracia)
Comte e o positivismo ideológico

• Se afasta da “NEGATIVIDADE” CRÍTICA que para ele parecia desordem


• Uma defesa da ordem contra a anarquia da desordem, contra as ideias subversivas do
iluminismo e do socialismo utópico.
• As ciências sociais pertencem a um mesmo tronco da física, estudam a ordem social.
• A lei do capital: No sistema de sociabilidade moderno, devem determinar a indispensável
acumulação de riquezas entre os chefes industriais”.
• “Os proletários reconhecerão, sob o impulso feminino, as vantagens da submissão e de uma
digna irresponsabilidade” a doutrina positivista há de preparar os proletários para
respeitarem, e mesmo reforçarem, as leis naturais de concentração do poder e da
riqueza”...27
• “O positivismo busca consolidar a ordem pública através do desenvolvimento de uma sábia
resignação... Evidentemente só é possível haver verdadeira resignação, isso é, uma
permanente disposição para suportar com constância e sem nenhuma esperança de
compensação, qualquer que seja, os males inevitáveis que regem diversos gêneros e
fenômenos naturais, a partir de uma profunda convicção da invariabilidade das leis.
Durkheim, funcionalismo e orgânica

• A sociedade como um ser vivo, possui órgãos diferentes em que cada um


cumpre uma função particular, certos órgãos são mais especiais que
outros, mais centrais, o privilegio é portanto natural em todo organismo.
• Normal x Patológico- ideia legitimida pela ciência biológica da época. P
• Para Durkheim o sociólogo deve ignorar os valores, os conflitos
ideológicos, calar as paixões e preconceitos, cercando-se das influencias
irracionais e paixões, usando o sangue frio da ciência. Perspectiva
psicológica
• Porém a conservação da ordem não aparece à Durkheim como um
pressuposto ideológico
O que é ser objetivo e neutro?

• aqueles pretendem ser objetivos são justamente os que possuem


ideológicas mais arraigadas
• Para se libertar dos preconceitos é necessário primeiramente,
reconhece-los. Porém a ciência positiva vê seus preconceitos
conservadores como naturais.
• Há um núcleo racional no positivismo, a busca pela verdade pela
ciência, a tentativa de se afastar de outros fins que não a verdade.
Sem a busca da verdade o discurso perde a sua cientificidade e torna-
se panfleto, misticismo propaganda