Você está na página 1de 23

OBJETIVOS DA AULA

● Conhecer os principais conceitos em farmácia


hospitalar.

● Conhecer os aspectos técnicos e legais de


localização, construção e instalação e estruturação
da farmácia hospitalar.

● Conhecer as diversas áreas de atuação do


farmacêutico no ambiente hospitalar.

● Compreender a importância do papel do


farmacêutico hospitalar na qualidade da assistência
prestada aos diversos usuários e à instituição
hospitalar.
?
O QUE É A FARMÁCIA
HOSPITALAR?
FARMÁCIA HOSPITALAR
CONCEITO

Uma unidade clínica, administrativa


e econômica, dirigida por farmacêutico,
ligada hierarquicamente à direção do
hospital e integrada funcionalmente com
as demais unidades administrativas e de
assistência ao paciente.

Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar – SBRAFH.


Padrões mínimos, 2007.
FARMÁCIA HOSPITALAR
OBJETIVOS

● Contribuir no processo de cuidado à saúde.


● Prover produtos e serviços de qualidade para
assistência prestada ao paciente.
● Promover o uso seguro e racional de
medicamentos.
● Contribuir para a melhoria da qualidade da
assistência em geral.
FARMÁCIA HOSPITALAR
FUNÇÃO PRINCIPAL

Garantir a qualidade da assistência prestada


ao paciente, através do uso seguro e racional de
medicamentos e correlatos, adequando sua
utilização à saúde individual e coletiva, nos
planos: assistencial, preventivo, docente e de
investigação.
?
QUAIS SUAS PRINCIPAIS
ATRIBUIÇÕES?
ATRIBUIÇÕES ESSENCIAIS EM
FARMÁCIA HOSPITALAR
• GESTÃO

• DESENVOLVIMENTO DE INFRA-ESTRUTURA

• PREPARO, DISTRIBUIÇÃO, DISPENSAÇÃO E CONTROLE


DE MEDICAMENTOS E PRODUTOS PARA SAÚDE

• OTIMIZAÇÃO DA TERAPIA MEDICAMENTOSA

• INFORMAÇÃO SOBRE MEDICAMENTOS E PRODUTOS


PARA SAÚDE

• ENSINO, EDUCAÇÃO PERMANENTE E PESQUISA


?
COMO SE ESTRUTURA A
FARMÁCIA HOSPITALAR?
FARMÁCIA HOSPITALAR
FARMÁCIA HOSPITALAR
DIRETORIA

ESTRUTURA CAF
FÍSICA:
FARMÁCIA
INTERNAÇÃO

FARMÁCIA CENTRO
CIRÚRGICO
FARMÁCIA
HOSPITALAR FARMÁCIA EMERGÊNCIA

FARMÁCIA AMBULATORIAL

MANIPULAÇÃO ESPECIAL
(NPT E QT)

FARMACOTÉCNICA
HOSPITALAR
FARMÁCIA HOSPITALAR
LOCALIZAÇÃO

FARMÁCIAS SATÉLITES E AMBULATORIAL

● Próxima aos setores de atendimento.


● Área de circulação do corpo clínico.
● Facilidade de acesso externo e interno
FARMÁCIA HOSPITALAR
LOCALIZAÇÃO

CENTRAL DE ABASTECIMENTO FARMACÊUTICO (CAF)

● Próxima ao setor de carga e descarga da instituição


● Ser próxima e de fácil acesso às unidades de
farmácia (farmácias satélites e ambulatorial)
RELAÇÕES DE PROXIMIDADE DOS SERVIÇOS
DE FARMÁCIA E OUTROS SERVIÇOS

MANUAL DE FARMÁCIA HOSPITALAR . Infarmed.pt


FARMÁCIA HOSPITALAR
INSTALAÇÃO

Devem ser adequadas às normas da RDC nº 50/02 e


RDC nº 183/03 da ANVISA.

➢ ASPECTOS IMPORTANTES
▪ Projeto adequado às atividades assistenciais
prestadas.
▪ Funcionalidade da unidade
▪ Dimensões dos ambientes
▪ Instalações ordinárias e especiais adequadas
PLANTA BAIXA DE UMA FARMÁCIASATÉLITE
RECEPÇÃO SEPARAÇÃODOSE
(ENTRADA)

DISPENSAÇÃO
A A

A
MES

ÁREADE
F

ARMÁRIO ESTANTE ESTANTE ESTANTE

ESTANTE GELADEIRA

TA
CES
MICRO MICRO

A A

CESTACESTA CES
E

TA
S
T
A
N
T PIA
ESTANTE ESTANTE CESTA CESTA CESTA
E
ÁREAS DE ATUAÇÃO FARMACÊUTICA NO
AMBIENTE HOSPITALAR
• UNIDADES DE INTERNAÇÃO
• AMBULATÓRIO
• CENTRO CIRÚRGICO
• CENTRAL DE ABASTECIMENTO FARMACÊUTICA
• UNIDADE DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM
• NUTRIÇÃO
• LAVANDERIA
• SETOR DE COMPRAS/LICITAÇÕES
• GERÊNCIA DE RISCO
• COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR
– CCIH
• COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA
• DIREÇÃO ADMINISTRATIVA
AMBULATÓRIO

• DISPENSAÇÃO E ABASTECIMENTO DE MEDICAMENTOS


E PRODUTOS PARA SAÚDE

• INFORMAÇÃO SOBRE MEDICAMENTOS E MATERIAIS

• CONTROLE DE ESTOQUES

• ORIENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DE PACIENTES


(ATENÇÃO FARMACÊUTICA)

• DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE ENSINO E


PESQUISA EM SAÚDE
UNIDADES DE INTERNAÇÃO
• DISPENSAÇÃO,ABASTECIMENTO E CONTROLE DE
MEDICAMENTOS E PRODUTOS PARA SAÚDE (ATB E MED
ALTO CUSTO)

• INFORMAÇÃO PARA USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E


PRODUTOS PARA SAÚDE

• CONTROLE E PREVENÇÃO DE ERROS RELACIONADOS A


MEDICAMENTOS (PRESCRIÇÃO, DISPENSAÇÃO E
ADMINISTRAÇÃO)

• FARMACOVIGILÂNCIA E TECNOVIGILÂNCIA

• FARMACOTÉCNICA, NUTRIÇÃO PARENTERAL E


QUIMIOTERAPIA, FARMÁCIA CLÍNICA
CENTRO CIRÚRGICO
• DISPENSAÇÃO E ABASTECIMENTO DE MEDICAMENTOS E
PRODUTOS PARA SAÚDE (MMH, ÓRTESES E PRÓTESES)

• CONTROLE DE ESTOQUES NAS SALAS CIRÚRGICAS

• CONTROLE DE CUSTOS DOS GASTOS CIRÚRGICOS

• CONTROLE DE MEDICAMENTOS DE ALTO CUSTO E DE


ANTIMICROBIANOS (SUPORTE A CCIH)

• FARMACOVIGILÂNCIA E TECNOVIGILÂNCIA

• DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE ENSINO E PESQUISA


EM SAÚDE
COMISSÃO DE CONTROLE DE
INFECÇÃO HOSPITALAR
• PADRONIZAÇÃO DE ANTIMICROBIANOS E PRODUTOS PARA SAÚDE (MMH)

• PADRONIZAÇÃO DE SANEANTES, ANTISSÉPTICOS E ESTERELIZANTES

• MONITORIZAÇÃO E CONTROLE DE ANTIMICROBIANOS

• CONTROLE DA QUALIDADE DA ÁGUA

• PROTOCOLOS DE CONTROLE DE INFECÇÃO E USO RACIONAL DE ANTIMICROBIANOS

• PRODUÇÃO DE GUIAS E INFORMATIVOS

• CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO DA EQUIPE


MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE
UNIDADE DE DIAGNÓSTICO
POR IMAGEM
• GESTÃO DE MEDICAMENTOS SUJEITOS A CONTROLE
ESPECIAL

• CONTROLE DE ESTOQUES (FILMES, CONSTRASTES, ...)

• PRODUÇÃO DE KITS P/DIAGNÓSTICO

• FARMACOTÉCNICA (PRODUÇÃO GEL P/ ECG E US, ...)


CENTRAL DE ABASTECIMENTO
FARMACÊUTICO
• PADRONIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS E PRODUTOS
PARA SAÚDE

• LOGÍSTICA DE
ESTOQUES DE MEDICAMENTOS E
PRODUTOS PARA SAÚDE (AQUISIÇÃO,
ARMAZENAMENTO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE E
PLANEJAMENTO)

• PRODUÇÃO DE GUIAS INFORMATIVOS

• DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE ENSINO E


PESQUISA