Você está na página 1de 46

Celestino Agostinho Joao

Clemente Carlos Antonio


Issa Iacumbo Amisse
Arte Gótica

Pintura
Introdução
Arte gótica
Desenvolveu-se na Europa na última
fase da idade média (séc. XII a XIV),
principalmente na França, durante a
Baixa Idade Média e é identificado
como a Arte das Catedrais.
Cont.
 A transição entre o românico e o gótico
é muito imprecisa, mas ocorre primeiro
na Inglaterra e França em torno de ano
de 1200, na Alemanha em 1220 e na
Itália em torno de 1300.
Pintura
 A pintura gótica surge
aproximadamente cinquenta anos
depois das primeiras catedrais e
esculturas góticas.
caracteristicas
 procura o realismo na representação
dos seres
 quase sempre tratando de temas
religiosos,
 apresentava personagens de corpos
pouco volumosos, cobertos por muita
roupa, com o olhar voltado para cima,
em direção ao plano celeste.
 Giotto é um dos maiores e melhores
representantes desse estilo,
 Suas maiores obras são os Afrescos da
Igreja de São Francisco de Assis (Itália)
e Retiro de São Joaquim entre os
Pastores.
Afrescos da Igreja de São Francisco de Assis
(Itália)
São Joaquim entre os Pastores
Fases do movimento gótico

São três fases no interior do


movimento gótico
A primeira fase, nos séculos XII e XIII
 Revela o padrão bizantino de
composição das figuras
 Um fundo monocromático
 O realismo levemente insinuado
Segunda fase (início do século
XIV
 Marcada pela obra de Giotto
 pelo naturalismo
Naturalismo
obras de Giotto
Terceira fase (final do século XIV)

 Surge o gótico internacional, com


padrões de composição mais complexos
que serviriam de base para o
renascimento do século XV
 uso da técnica da pintura a óleo, mais
tarde copiada na Itália favorece o
trabalho de detalhamento dos objectos
(flores, folhas, animais), que revela, de
certa forma, a habilidade dos artesãos
das iluminuras
pintura a óleo
A mudanças essenciais entre o gótico em
relação ao românico
 representação das figuras humanas, que se
tornam mais vivas e com certa expressão
facial.
 os personagens retratados passam a ocupar um espaço
menor em relação ao fundo da cena,
Cont.
 na execução gótica ocorre a busca do
naturalismo e do humanismo.
 Há uma tendência à humanização e
 individualização dos rostos
 variação cromática
 nos tecidos a tradição gráfica é
substituída pelo drapejado
Cont.
 Tridimensionalidade
 uma relação de afecto maternal
Românico Gótica
Românico Gótica
Ofícios da pintura Gótica
Durante o período gótico era praticada
quatro ofícios
 Afresco
 Vitral
 Iluminura
 Painel
Afresco

 Principal oficio pictográfico


narrado em paredes das igrejas no
sul da Europa como continuação de
antigas tradições cristãs e
românicas.
Afresco Igreja São Francisco de Assis
Iluminura

 ilustração sobre o pergaminho de livros manuscritos


 Ligado à difusão dos livros ilustrados patrimônio quase
exclusivo dos mosteiros

as Bíblia e os Evangelhos eram ilustrados pelos


iluministas góticos em formatos manejáveis.
Vitral

 foram usados em quantidades cada vez


maiores à medida que a nova
arquitetura começava a comportar mais
janelas
 a técnica do vitral já havia sido
aperfeiçoada no período românico
Cont.
 os estilo dos desenhos demorou a
mudar, embora a quantidade de vitrais
exigida pelas novas catedrais fizesse
com que as iluminuras deixassem de
ser a forma principal de pintura.
Características
 Tende a resistir a qualquer tentativa de
se obter efeitos tridimensionais
 O uso do arcobotante e dos
contrafortes tornou possível o emprego
de grandes aberturas preenchidas com
belíssimos vitrais.
Uso do Vitral
Painel
 Uso de de tela e quadros
 A função dos vitrais não se reduz à de
mero complemento decorativo da igreja
gótica
 Após 1250, houve um declínio da
atividade arquitetônica, o que reduziu
as encomendas de vitrais
Cont.
 Nessa época, entretanto, a iluminura adaptara-se
ao novo estilo, cujas origens remontavam às obras
em pedra e vidro.
FIM