Você está na página 1de 42

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ – UFPI

Campus Ministro Petrônio Portella


Departamento de Morfologia
Medicina

Tecido
Epitelial

Medicina UFPI 94
Histologia
Prof. Dr. Weber Leal de Moura
Tecidos do organismo
CÉLULAS + MATRIZ EXTRACELULAR

Quatro tipos básicos de tecidos:

TECIDO TECIDO
EPITELIAL CONJUNTIVO

TECIDO TECIDO
MUSCULAR NERVOSO

Medicina UFPI 93
Tecido Epitelial
Características:
o Células poliédricas justapostas;
o Pouca substância extracelular;
o Formam camadas celulares contínuas que
revestem as superfícies externas e as cavidades
do corpo;
o Não é vascularizado;
o Sua nutrição é feita por difusão através do
tecido conjuntivo.

Medicina UFPI 93
Formas e características das células epiteliais

o A forma dos núcleos geralmente acompanha a forma das


células:
o Céls. Cubóides – Núcleos esféricos;
o Céls.Pavimentosas – Núcleos achatados;
o Céls. Cilíndricas – Núcleos alongados.

Medicina UFPI 93
Principais Funções

o Proteção;
o Revestimento de superfícies (pele);
o Absorção de moléculas (epitélio intestinal);
o Secreção (glândulas);
o Percepção de estímulos (epitélio olfatório e
gustativo);
o Contração (células mioepiteliais)
o Estética
Medicina UFPI 93
Polaridade das células
o Estrutura diferente conforme a extremidade do citoplasma que é observada;
o Pólo Basal: porção em contato com o tecido conjuntivo;
o Pólo Apical: porção que está em contato com uma cavidade ou espaço.

Medicina UFPI 93
Lâmina Basal
o Estrutura produzida pelas células epiteliais;
o Existe em células que entram em contato com o tecido
conjuntivo;
o Componentes principais: colágeno tipo IV, glicoproteínas e
proteoglicanos;
o Lâmina reticular: fibras reticulares associadas à lâmina basal;
o Membrana Basal: fusão de uma lâmina reticular e uma lâmina
basal ou de duas lâminas basais (alvéolos pulmonares).
o Nos epitélios sujeitos a atrito forte, é fixada ao tecido
conjuntivo pelas Fibrilas de Ancoragem (colágeno tipo VII).

Medicina UFPI 93
Funções da Lâmina Basal:
o Suporte estrutural;
o Servir como caminho e suporte para migração de células;
o Cicatrização.
o Influir no metabolismo celular
o Influenciar nas membranas e no metabolismo das células adjacentes

Medicina UFPI 93
Especializações da Superfície - Junções
Intercelulares
o Estruturas associadas à membrana plasmática que contribuem para adesão,
coesão e comunicação entre as células;
o Vedam o espaço intercelular, impedindo o fluxo de moléculas por entre as
células;

Medicina UFPI 93
Tipos de junções intercelulares:
o Junções de adesão ( zônulas de
adesão, hemidesmossomos e
desmossomos)
o Junções impermeáveis
( zônulas de oclusão)
o Junções de comunicação
(junções comunicantes ou
junções gap)

Medicina UFPI 93
Zônulas de oclusão ou Junções estreitas
o Mais apicais;
o Íntima justaposição das membranas,
com fusão de seus folhetos externos.
o “Zônula”: Forma uma faixa ou cinturão
que circunda a célula completamente;
o “Oclusão”: Veda o espaço intercelular;
o Impede o movimento de materiais
entre as células epiteliais (via
paracelular).

Medicina UFPI 93
Zônula de Adesão
o Circunda toda a célula;
o Contribui para a adesão entre as células vizinhas;
o Pequena separação entre as membranas celulares;
o Inserção de numerosos filamentos de actina no citoplasma
da célula adjacente;
o Complexo unitivo: ZO + ZA.

Medicina UFPI 93
Junções comunicantes ou Gap junctions
o Grande proximidade das células adjacentes;
o Hexâmeros protéicos com poro hidrofílico se
alinham, formando um canal hidrofílico;
o Permitem a passagem e propagação de moléculas
informacionais, como AMP cíclico, GMP, íons, etc.
o Propagam informações entre células vizinhas,
integrando as funções celulares.

Medicina UFPI 93
Desmossomo ou Mácula de Adesão

o São estruturas complexas em forma de


disco, constituídos pelas membranas de
células sobrepostas;
o Filamentos intermediários (queratina,
desmina ou vimentina) se inserem na
placa de ancoragem, placa protéica
circular voltada para o lado
citoplasmático.

Medicina UFPI 93
Hemidesmossomos

o Têm a estrutura de meio


desmossomo;
o Prendem a célula epitelial à lâmina
basal;
o Epitélio sujeito a forte atrito.

Medicina UFPI 93
Especializações da Superfície Livre
Aumentar a superfície livre ou mover partículas.
o Microvilosidades;
o Estereocílios;
o Cílios;
o Flagelos.

Medicina UFPI 93
Microvilosidades ou Microvilos
o Projeções do citoplasma em forma de dedo ou pregas de trajeto sinuoso;
o Aumentam a superfície da célula, facilitando a absorção;
o Epitélio de revestimento do intestino delgado e dos túbulos proximais dos rins.

Medicina UFPI 93
Estereocílios
o Prolongamentos longos e filiformes;
o Imóveis;
o Aumentam a área de superfície da
célula, facilitando o trânsito de
moléculas para dentro e fora das
células;
o Presente em células do epidídimo e do
ducto deferente;

Medicina UFPI 93
Cílios
o Prolongamentos longos e filamentosos;
o Móveis;
o Contêm dois microtúbulos centrais,
cercados por nove pares de microtúbulos
periféricos;
o Permitem que uma corrente de fluido ou
de partículas seja impelida em uma direção
ao longo da superfície do epitélio;
o Presentes na tuba uterina, traquéia e fossas
nasais.

Medicina UFPI 93
Flagelos
❏ Estrutura semelhante à dos cílios;
❏ São mais longos e em menor número (em
humanos, apenas um por célula);
❏ Presentes em espermatozóides.

Medicina UFPI 93
Tipos de epitélio

É uma divisão arbitrária. Há


epitélios de revestimento no
qual que todas as células
secretam (cavidade do
estômago) e há epitélios de
revestimento no qual algumas
células secretam (mucosa do
intestino).

Medicina UFPI 93
Epitélio de revestimento
●Organizado em camadas;
●Cobre superfícies externas ou cavidades;
●Classificação:
○quanto ao número de camadas;
○conforme características morfológicas das
células da camada superficial.

No epitélio de transição da bexiga, a forma das células e o número de camadas


muda de acordo com a distensão dela;

Medicina UFPI 93
Epitélio Simples

Epitélio estratificado

Medicina UFPI 93
Epitélio pseudo-estratificado

●Tem uma camada de células, porém, os núcleos


parecem estar em várias camadas. As células
estão apoiadas na lâmina basal mas nem todas
alcançam a superfície;
●Pode ser confundido com epitélio prismático
simples ou prismático estratificado;
●Vias respiratórias.

Medicina UFPI 93
Epitélio glandular

❖Forma glândulas;
❖Função secretora ( produtos acumulados em grânulos de secreção);
❖Podem secretar proteínas, lipídios e carboidratos.

Medicina UFPI 93
Classificação das glândulas
o Unicelulares: cada célula secretora aparece isolada (células caliciformes da
traqueia e brônquios);
o Pluricelulares.

Medicina UFPI 93
Classificação das glândulas
o Endócrinas: produto de secreção lançado no meio extracelular, de onde é
transportado pelo sangue (hipófise);
o Exócrinas: produto de secreção lançado no exterior do corpo ou no interior de
suas cavidades (sudoríparas, salivares);
o Mistas: função endócrina e exócrina (fígado).

Medicina UFPI 93
Glândulas endócrinas
o Cordonal: as células formam cordões anastomosados entremeados por
capilares;
o Vesicular: as células formam vesículas ou folículos preenchidos de material
secretado.

Medicina UFPI 93
Glândulas exócrinas
o Formadas de porção secretora e ducto
excretor;
o Quanto à forma da porção secretora:
Acinosas;
Tubulares;
o Quanto à forma do ducto:
o Simples: ducto único que não se divide;
o Composta: ductos se dividem;
o Tubuloacinosas

Medicina UFPI 93
Classificação das glândulas
o Merócrinas: só saem os produtos de secreção (glândulas salivares);
o Holócrinas: a célula toda se destaca da glândula, arrastando consigo o produto
de secreção (glândula sebácea);
o Apócrinas: o produto de secreção é eliminado com pequena parte do
citoplasma apical (glândula sudorípara).

Medicina UFPI 93
Controle das glândulas

o Glândulas do Tecido Epitelial são sensíveis tanto ao controle nervoso quanto


ao endócrino;
o Através de mensageiros químicos;
o Neurotransmissores: produzidos pelas células nervosas;
o Hormônios: produzidos pelas glândulas endócrinas.

Medicina UFPI 93
Transporte ativo de íons
Existem Células capazes de fazer transporte de íons (Bomba de Sódio);

Células dos Túbulos Renais

Bombeamento de Sódio do Ápice


para a Base a fim de evitar a perda
de Sódio pela Urina

Medicina UFPI 93
Pinocitose
▪Células Epiteliais usam vesículas para
CÉLULA EM PINOCITOSE
transportar macromoléculas através
de suas membranas (epitélios simples
dos endotélios e mesotélios);
▪Caracterizados pela forma
pavimentosa, grande número de
vesículas pinocitóticas na membrana e
no citoplasma e relativa escassez de
organelas.

Medicina UFPI 93
Células secretoras de proteína

◦ Células piramidais, com núcleos centrais bem arredondados e polaridade


bem definida;
◦ Especializadas na produção de grande quantidade de proteína;
◦ Acúmulo de Retículo Endoplasmático rugoso na região basal;
◦ Complexo de Golgi desenvolvido na região apical com vesículas ricas em
proteínas, chamadas de Grânulos de Secreção.

Amadurecem a medida que perdem água até serem


liberados em um processo que a membrana da vesícula
se funde a membrana plasmática da célula, processo esse
chamado exocitose!

Medicina UFPI 93
Renovação dos Tecidos Epiteliais
oTecido cujas células tem vida limitada;
oSão continuamente renovadas por
atividade mitótica;
o Taxa de renovação variável dependendo
da localização do epitélio

Atividade Mitótica no Tecido Epitelial

Medicina UFPI 93
Células mucosas
◦ O núcleo se localiza na região Basal, juntamente
com o Retículo Endoplasmático Rugoso;
◦ Possui um Complexo de Golgi bem desenvolvido;
◦ Muco: glicoproteínas liberadas tornam-se muito
hidratadas e formam um gel viscoso e elástico,
que protege e lubrifica o epitélio;
◦ Célula caliciforme.

Medicina UFPI 93
Sistema neuroendócrino difuso

◦ Células endócrinas ou parácrinas


isoladas, entremeadas por células não
endócrinas;
◦ São conhecidas como APUD (amina
precursor uptake and descarboxylation)
devido a sua função de captar
precursores de amina e promover sua
descarboxilação;
◦ Mucosas do estomago, intestino.

Medicina UFPI 93
Células Secretoras de Esteroides
◦ Células poliédricas com núcleo central e
o citoplasma frequentemente
preenchido por Gotículas de lipídeos;
◦ Abundante em Retículo Endoplasmático
Liso;
◦ As mitocôndrias grandes contém parte
das enzimas necessárias para síntese de
hormônios esteroides.

Medicina UFPI 93
Células mioepiteliais
o Células contráteis presentes em varias
glândulas;
o Entre a lâmina basal e as células
secretoras;
o Aumentam o fluxo do produto de
secreção através da compressão das
unidades secretoras;
o Citoplasma com numerosos filamentos
de actina e miosina.

Medicina UFPI 93
Aplicação Médica

Metaplasia
◦ Um tipo de tecido epitelial que se
transforma em outro devido a certas
condições anormais;
◦ Pessoas que fumam: Epitélio
Pseudoestratificado => Epitélio
Estratificado Pavimentoso (traqueia e
brônquios);
◦ Deficientes em Vitamina A: Epitélio dos
Brônquios e da Bexiga são substituídos
por Epitélio Estratificado pavimentoso.

Medicina UFPI 93
Aplicação Médica
Tumores Derivados de Células Epiteliais
◦ Carcinoma é o tumor maligno originado de células
epiteliais de revestimento;
◦ Adenocarcinomas são os tumores malignos derivados
de epitélios glandulares;
◦ Podem possuir células diferenciadas refletindo
características do tecido que o originou ou células
indiferenciadas que tornam a análise morfológica mais
difícil de se diagnosticar;

Medicina UFPI 93
Referências

JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J.; ABRAHAMSOHN,


P. Histologia básica: texto e atlas. 13. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2017.

ROSS, Michel H.; PAWLINA, Wojciech. Ross histologia: texto


e atlas: correlações com biologia celular e molecular. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2016.

Você também pode gostar