Você está na página 1de 25

Cláudia

Amaral
Elisabete
Jesus
Eliseu Alves

Missão: História 8
ANTIGO REGIME
EUROPEU:
REGRA E EXCEÇÃO
2/16

O ANTIGO REGIME EUROPEU:


REGRA E EXCEÇÃO

META 12
META 14

META 10

META 13

META 11

Para explorares este conteúdo, propomos que atinjas


cinco metas. Procura-as ao longo do mapa e das
imagens.
3/22

QUE ACONTECIMENTOS MARCARAM


ESTE PERÍODO?

1600 1661
HEGEMONIA HOLANDESA
HEGEMONIA INGLESA
HEGEMONIA FRANCESA

1602 1622 1661


Fundação da Luís XIV,
Os Ingleses
Companhia Rei de
conquistam Ormuz
Holandesa das França
Índias Ocidentais 1640
Restauração da
Independência de
Portugal
3/22

QUE ACONTECIMENTOS MARCARAM


ESTE PERÍODO?

1600
1675 1661
HEGEMONIA HOLANDESA
HEGEMONIA INGLESA HEGEMONIA INGLESA
HEGEMONIA FRANCESA
MERCANTILISMO
1602 1622
1699 1661
1661
Fundação da
Os Ingleses
Primeira
1720 1730Luís XIV,
Companhia
Luís XIV,
Holandesa das remessa de 1703
conquistam Ormuz Descoberta Rei de
Consagraçã
de
Rei de
Índias 1694
Ocidentais ouro do Tratado de 1640 o da França
França Brasil Methuen diamantes
Basílica
Restauração da do
Fundação no Brasil
Convento
Independência de
do Banco
Portugal de Mafra
1748
de Inauguraçã
Inglaterra o do
1675 Aqueduto
Mercantilis das Águas
mo em Livres
4/22
META 10
CONHECER E COMPREENDER O ANTIGO REGIME EUROPEU A NÍVEL
POLÍTICO E SOCIAL
Quais são os princípios fundamentais do absolutismo?

Poder
judicial

Poder de
Poder origem
sem divina
limites

Poder Poder
executivo legislativ
o
5/22
META 10
CONHECER E COMPREENDER O ANTIGO REGIME EUROPEU A NÍVEL
POLÍTICO E SOCIAL
Qual era a importância dos instrumentos de poder dos reis absolutos?
Conselho do Rei Exército

Versalhes Le passage du Rhin par Louis XIV devant


Tolhuis, le 12 juin 1672, de Adam François
van der Meulen (1690)

Receção em Versalhes, Jean-Léon Gérôme, 1878


6/22
META 10
CONHECER E COMPREENDER O ANTIGO REGIME EUROPEU A NÍVEL
POLÍTICO E SOCIAL
Como estava organizada a sociedade de Antigo Regime?

Funções religiosas, Funções militares,


de ensino e de políticas e
assistência administrativas

Funções produtivas
(agricultura, artesanato e
comércio)
7/22
META 11
CONHECER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DE CARACTERIZAÇÃO DA
ECONOMIA DO ANTIGO REGIME EUROPEU
Quais eram as principais características da economia do Antigo Regime?
8/22
META 11
CONHECER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DE CARACTERIZAÇÃO DA
ECONOMIA DO ANTIGO REGIME EUROPEU
Porque competiam os Estados europeus?
O Estado conseguir acumular a maior quantidade de metais preciosos possível

MERCANTILISMO
Favorável
Favorável Equilibrada Desfavorável

II E
EE I E I
9/22
META 11
CONHECER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DE CARACTERIZAÇÃO DA
ECONOMIA DO ANTIGO REGIME EUROPEU
Porque competiam os Estados europeus?

Batalha naval anglo-holandesa


10/22
META 12
CONHECER E COMPREENDER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA ARTE E
DA CULTURA NO ANTIGO REGIME
Como se caracterizam a arte e a mentalidade barrocas?
• Decoração exuberante • Transmissão de emoções
• Grandiosidade • Dramatismo
• Movimento • Cores fortes
• Formas e volumes
exuberantes

Igreja
Beatae Ludovica
Torre dosAlbertoni,
Clérigos, Porto
de Bernini Sansão e Dalila, Anthony Van Dyck
11/22
META 12
CONHECER E COMPREENDER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA ARTE E
DA CULTURA NO ANTIGO REGIME
Quais foram os principais progressos técnicos e científicos durante o Antigo
Regime?

1600
1592 1609 1650 1660
Termómetro Pilha elétrica
(Galileu) (Volta) 1628 Máquina
de calcular
Marmita de
vapor —
Circulação
1590 1608 do sangue
(Pascal) 1656 antecede a
Microscópio (Harvey) Relógio de máquina a 1662
Luneta pêndulo vapor (Papin) Leis da
(Jansen) astronómica (Huygens) Gravidade
(Galileu) (Newton)
11/22
META 12
CONHECER E COMPREENDER O ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA ARTE E
DA CULTURA NO ANTIGO REGIME
Quais foram os principais progressos técnicos e científicos durante o Antigo
Regime?

1700
1600 1800
1592
1709 1609 1650 1783 1660
Termómetro
Balões de ar Pilha elétrica
(Galileu)
(Bartolomeu (Volta) 1628 Máquina Análise da
de calcularágua
Marmita de
vapor —
1590 de Gusmão) 1769
Circulação
1656
(Pascal) (Lavoisier) antecede a
1608 do sangue
Máquina 17961662
máquina a
Luneta 1752
Microscópio (Harvey) Relógio de
a vapor pêndulo vapor Vacina
(Papin)contra a
Leis da
1701
(Jansen) Para-raios
astronómica (Watt) (Huygens) varíola (Jenner)
Gravidade
Máquina de (Galileu)(Franklin) (Newton)
semear
11/22
META 12
CONHECER E COMPREENDER O ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA ARTE E
DA CULTURA NO ANTIGO REGIME
Quais foram os principais progressos técnicos e científicos durante o Antigo
Regime?
• Através da razão e da experiência
atinge-se o conhecimento

1700 • Método científico ou experimental


1800
Três passos do método experimental:
1709 1783 naturais;
• observação de fenómenos
Balões de ar Análise da
(Bartolomeu • formulação de hipóteses de explicação
água
de Gusmão) 1769
desses fenómenos;
(Lavoisier)
• realização 1796
Máquina de experiências e utilização da
1752 a vapor
razão para conseguir enunciar uma Vacina contra a
lei geral.
1701 Para-raios (Watt) varíola (Jenner)
Máquina de (Franklin)
semear

Penso, logo existo! • Dúvida metódica de Descartes


12/22
META 12
CONHECER E COMPREENDER O ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA ARTE E
DA CULTURA NO ANTIGO REGIME
Como se divulgaram os progressos técnicos e científicos?
Academias ou sociedades científicas

A Royal Society foi fundada em 1660. Começou com uma reunião informal de
intelectuais com ideias afins que se encontravam para debater experiências e
ideias. O novo rei, Carlos II, aprovou o seu trabalho e concedeu-lhes uma carta
real. Os homens que foram seus membros foram algumas das mentes científicas
mais brilhantes de Inglaterra, […] como o químico Robert Boyle.
Hugh Williams, 50 Grandes Acontecimentos da História,
Matéria-Prima Edições, 2010

Imagem do livro Principia


Mathematica, de Isaac Newton Universidade de Coimbra
O salão de Madame Geoffrin
13/22
META 13
CONHECER E COMPREENDER A AFIRMAÇÃO POLÍTICA E ECONÓMICA DA
HOLANDA E DA INGLATERRA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
Que tipo de organização política adotaram os países que não aderiram ao
absolutismo?

“A nossa forma de governo é a mais


segura porque não depende da vida ou
morte de uma pessoa, pois repousa
em muitas pessoas alternadamente…”

Cornelis Hooft, em Juan Carlos Losada,


"El siglo de Amesterdam", Historia,
National Geographic, n.º 72
Estados Gerais
14/22
META 13
CONHECER E COMPREENDER A AFIRMAÇÃO POLÍTICA E ECONÓMICA DA
HOLANDA E DA INGLATERRA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
Que tipo de organização política adotaram os países que não aderiram ao
absolutismo?
“A Inglaterra é o país mais livre do mundo…”
“…livre, porque o rei não tem o poder de fazer qualquer
mal a quem quer que seja…”
“… presentemente, o poder ilimitado distribui-se entre o
parlamento e o rei…”

Montesquieu, Notes sur l’Anglaterre, 1729-31 (excerto)

Decapitação de Carlos I

• Respeitar as liberdades individuais dos súbditos


• Partilhar o governo com o Parlamento livremente
eleito
• Manter a independência da justiça
• Permitir a liberdade de expressão Petição dos Direitos
15/22
META 13
CONHECER E COMPREENDER A AFIRMAÇÃO POLÍTICA E ECONÓMICA DA
HOLANDA E DA INGLATERRA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
Que condições permitiram a ascensão económica da Holanda e da Inglaterra?

Cromwell e o Ato de Navegação

Para o andamento dos navios e estímulo à


navegação desta nação […] fica estipulado que, a
partir do primeiro dia de dezembro, […] nenhum
artigo de mercadoria de qualquer espécie será
importado ou exportado das nossas terras, ilhas,
plantações ou territórios de propriedade ou posse
de Sua Majestade […] na Ásia, África ou América,
em qualquer tipo, mas nos navios que realmente
Família da burguesia holandesaFrancis
– A Rendeira,
Drake de Vermeer Guerra entre a Holanda e a Espanha
pertencerem apenas
pormenor de uma pintura de ao povo da Inglaterra, ou Cromwell e o Ato de Navegação
Irlanda ou domínio
Pieter de Hooch, c. 1662 de Gales.

liberdade deLei navegação (mare liberum)


inglesa de 1651, promulgada por Oliver Cromwell
Se na primeira metade do século XVII a Holanda era a maior potência
económica do mundo, na segunda metade do século essa hegemonia
pertencia já à Inglaterra.
16/22
META 13
CONHECER E COMPREENDER A AFIRMAÇÃO POLÍTICA E ECONÓMICA DA
HOLANDA E DA INGLATERRA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
Como se desenvolveu o capitalismo comercial?
i i i

Estaleiro da Companhia Bolsa de Valores de Amesterdão Banco de Inglaterra


Holandesa das Índias Orientais

Clica em cada um dos instrumentos do capitalismo


comercial
17/22
META 13
CONHECER E COMPREENDER A AFIRMAÇÃO POLÍTICA E ECONÓMICA DA
HOLANDA E DA INGLATERRA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
Como se desenvolveu o capitalismo comercial?

Estaleiro da Companhia Bolsa de Valores de Amesterdão Banco de Inglaterra


Holandesa das Índias Orientais

Capitalismo comercial
Um novo sistema económico, que consiste acumulação de capitais,
rentabilizados nas companhias de comércio, nos bancos e nas bolsas
de valores e investidos em novos negócios, com o objetivo de
aumentar ainda mais os lucros.
18/22
META 14
CONHECER AS DIFERENTES ETAPAS DA EVOLUÇÃO DE PORTUGAL, EM
TERMOS POLÍTICOS, SOCIAIS E ECONÓMICOS, NO SÉCULO XVII E
PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII
Como se caracterizavam a política e a sociedade portuguesas no Antigo Regime?

Paço da Ribeira

Cerimoniais
Imagem de D. João V

Obras públicas monumentais


19/22
META 14
CONHECER AS DIFERENTES ETAPAS DA EVOLUÇÃO DE PORTUGAL, EM
TERMOS POLÍTICOS, SOCIAIS E ECONÓMICOS, NO SÉCULO XVII E
PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII
Como se caracterizavam a política e a sociedade portuguesas no Antigo Regime?

Povo e
burguesia Nobreza
Clero
20/22
META 14
CONHECER AS DIFERENTES ETAPAS DA EVOLUÇÃO DE PORTUGAL, EM
TERMOS POLÍTICOS, SOCIAIS E ECONÓMICOS, NO SÉCULO XVII E
PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII
Como se caracterizava a economia portuguesa no século XVII?

• Agricultura com baixos níveis de


produtividade
• Balança comercial desequilibrada
• Os países do Norte da Europa também
vão concorrer com os Portugueses
• Quebra das exportações de vinho e sal
• Desgaste provocado pelas Guerras da
Restauração
21/22
META 14
CONHECER AS DIFERENTES ETAPAS DA EVOLUÇÃO DE PORTUGAL, EM
TERMOS POLÍTICOS, SOCIAIS E ECONÓMICOS, NO SÉCULO XVII E
PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII
Como se caracterizava a economia portuguesa no século XVII?
Mercantilismo
O
Asmercantilismo
Pragmáticas em Portugal

E O único
Dom meiopor
Pedro, que há para
graça […] impedir
de Deus Príncipeque o dinheiro
de Portugal saia
e dos
I do reino é[…].
Algarves introduzir nele as artes [manufaturas]. As
grandes felicidades que se seguirão ao Reino [as] reduzirei
Balança comercial desfavorável a
1.cinco pontos: ordeno e mando que nenhuma pessoa
Primeiramente
1.ºde- Aqualquer
introdução das artes
condição, evitará
grau, em comum
qualidade, título,odignidade,
dano
• Apoio às manufaturas em que fazem ao Reino
preeminência, poromaior
luxo eque
as modas;
seja, assim homens como
dificuldade 2.ºmulheres,
- Tirará a ociosidades
[…] possa usardo nos
Reino;
adornos de suas pessoas,
• Criação de novas 3.ºfilhos,
- Farácasa,
[o Reino] mais
serviço povoado
e uso, que de denovo
gentefizer,
e frutos; […]
de seda,
5.ºrendas,
- As rendas
fitas,reais aumentarão.
bordados ou guarnições que tenham ouro,
manufaturas
prata fina ou falsa […].
• Publicação de Leis Duarte Ribeiro de Macedo, Sobre a Introdução
4. Nenhuma pessoa se poderá vestir dedas Artesque
pano no Reino, 1675
não seja
Pragmáticas fabricado neste reino.
• Apoio aos investidores Lisboa, 25 de janeiro de 1677
estrangeiros
22/22
META 14
CONHECER AS DIFERENTES ETAPAS DA EVOLUÇÃO DE PORTUGAL, EM
TERMOS POLÍTICOS, SOCIAIS E ECONÓMICOS, NO SÉCULO XVII E
PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XVIII
Quais foram os resultados do mercantilismo em Portugal?
lança comercial desfavorável… Porquê?

O Tratado de Methuen (1703)

Artigo 1.º - Sua Sagrada Majestade El-Rei de Portugal promete


[…] admitir para sempre, daqui em frente, no Reino de
E Portugal, os panos de lã e mais fábricas de lanifícios de
I Inglaterra, como era costume até ao tempo em que foram
proibidos pelas leis [pragmáticas] […];
Artigo 2.º - É estipulado que Sua Sagrada e Real Majestade
Britânica, em seu próprio nome e no de seus sucessores, será
obrigada para sempre, daqui em diante, a admitir na Grã-
-Bretanha os vinhos de produção de Portugal, de sorte que em
tempo algum (haja paz ou guerra entre os reinos de Inglaterra
e de França) não se poderá exigir de direitos de alfândega
nestes vinhos [...] mais do que se costuma pedir para igual
quantidade ou medida de vinho de França, diminuindo uma
terça parte […]
Coleção de Leis e Tratados