Você está na página 1de 6

O fim da escravidão

e do império
O fim da escravidão e do império

• Entre 1995 e 2012, o grupo móvel de


fiscalização do Ministério do Trabalho e
Emprego libertou mais de 43 mil
trabalhadores que se encontravam em
situação de trabalho escravo.
• A Lei Áurea foi resultado da luta de vários
setores da sociedade, incluindo a população
escravizada.
O fim da escravidão e do império

• Abolição lenta e gradual

• Quando a Lei Eusébio de Queirós foi


aprovada em 1850, a produção
cafeicultora do Sudeste estava no auge e
a necessidade de mão de obra era
crescente.
• Impedidos de recorrer ao tráfico
negreiro, os cafeicultores passaram a
comprar escravos dos fazendeiros do
Nordeste.
O fim da escravidão e do império

• Fim da escravidão

Reprodução/Fundação Biblioteca Nacional, Rio de


• Em 1884, as províncias do Ceará e do
Amazonas aboliram a escravidão em
seus territórios.
• Em 1886, em São Paulo, Antônio
Bento criou um grupo conhecido
como Caifazes, que organizava

Janeiro
deserções em massa de escravos.
• Em 1888, a princesa Isabel assinou a • Detalhe de litografia de Angelo Agostini publicada na "Revista
Illustrada" de 20 de agosto de 1886 : "A distincta abolicionista
Nadina Bulicioff libertando sete escravas na noite de seu
Lei Áurea. beneficio. O publico, enthusiasmado por tão generoso acto, faz-
lhe uma estrondosa ovação".
O fim da escravidão e do império

• Campanha Republicana

Reprodução/Museu da República, Rio de Janeiro.


• Em 1870, políticos liberais, cafeicultores e representantes
das camadas do Rio de Janeiro e de São Paulo criaram o
Clube Republicano.
• Os moderados, vinculados aos grandes proprietários rurais,
eram contrários ao fim da escravidão.
• Os radicais, ou revolucionários, eram membros das camadas

médias urbanas e apoiavam uma revolução com grande Quintino Bocaiuva (1836-1912), em retrato de
autoria e data desconhecidas. Jornalista
conceituado, Bocaiuva foi um dos líderes do
movimento pela queda da monarquia. Era diretor
participação popular. do jornal A República, que, em seu primeiro
número, de 3 de dezembro de 1870, estampava o
Manifesto Republicano, assinado por 57
personalidades, considerado o marco inicial da luta
pela proclamação da República no Brasil.
O fim da escravidão e do império

• Fim do império

de São Paulo.
Benedito Calixto/Pinacoteca Municpal
• Em 1889, o chefe nacional do
movimento republicano procurou se
aproximar dos militares em busca de
apoio na luta contra a monarquia.
• Em 1889, Dom Pedro II embarcou
com a família para Portugal.
• A Proclamação da República foi um • Resultado de uma mobilização militar apoioada por civis
republicanos, a Proclamação da República foi um evento do
movimento do qual a população qual a população praticamente não participou. No óleo sobre
tela, intitulado Proclamação da República (1893), o pintor
praticamente não participou. Benedito Calixto faz uma representação livre desse episódio.