Você está na página 1de 7

QUÍMICA DA ATMOSFERA

CICLOS BIOQUÍMICO CARBONO/NITROGÊNIO/ENXOFRE

Maria da Penha Amaral ( Gestora Ambiental e Pós Graduada em Educação Ambiental)


QUÍMICA DA ATMOSFERA
CICLOS BIOQUÍMICO CARBONO/NITROGÊNIO/ENXOFRE

Formação da atmosfera:

No início da formação do planeta Terra: atmosfera composta metano, amônia, nitrito, vapor de água e
gás carbônico - resultantes das constantes erupções vulcânicas e de colisões de meteoros na
superfície. Em uma “segunda fase”, surgiram os primeiros organismos vivos que realizaram
fotossíntese, absorvendo o gás carbônico da atmosfera e transformando-o em oxigênio.
“Ocorreu a maior transformação causada no planeta pelos organismos vivos: a atmosfera tornou-se
“cheia” de oxigênio”
Composição química geral

A Terra tem aproximadamente 4,5 bilhões de anos e ao longo desse período a atmosfera sofreu
modificações que permitiram o surgimento e manutenção da vida. Dados da provável composição (%) da
atmosfera terrestre antes e após o aparecimento de vida.

Gás Vênus Marte Terra* Terra

CO2 96,5 95 98 0,035

N2 3,5 2,7 1,9 79

O2 Traços 0,13 Traços 21

Argônio Traços 1,6 0,1 1,0

* Composição provável antes do aparecimento da vida no planeta


Composição química e as camadas - Ordem e dimensão das camadas:

 Diferentes espécies - T chegam em 1200°C (Abs de radiação


de alta energia)

 Menos moléculas - T chegam a – 100°C (camada mais fria)

 Moléculas de O3 - T de - 60 até 0°C (abs de UV)

Contém 80% dos gases atmosféricos – Th máx ~ - 60°C –


Fenômenos meteorológicos
Ciclos bioquímicos – Carbono/ Nitrogênio/ Enxofre

 CLASSIFICAÇÃO DOS POLUENTES ATMOSFÉRICOS


Os poluentes atmosféricos podem ser classificados em primários ou secundários. Os
poluentes primários são aqueles emitidos diretamente pelas fontes de emissão,
enquanto que os poluentes secundários são aqueles formados na atmosfera.
CLASSIFICAÇÃO DOS POLUENTES ATMOSFÉRICOS

Os sorvedores são processos de consumo de componentes que são emitidos na


atmosfera.
A chuva, que dissolve os gases solúveis da atmosfera, é um exemplo de sorvedor
úmido, e o vento, que arrasta o composto em direção ao solo, é um exemplo de
sorvedor seco. Os processos de transporte e deposição são responsáveis pelo retorno
de parte dessas substâncias aos solos, oceanos e corpos d’água, enquanto reações na
atmosfera produzem as transformações químicas e físicas, convertendo-as em novas
espécies. Essa sequência de transformações é conhecida como ciclo biogeoquímico.
Existem vários ciclos, mas os mais importantes são os do carbono, da água, do
nitrogênio e do enxofre.
Referência

 Kasting, J.F., Earth's Early Atmosphere, Science, 920-926, 1993.


Shih, P.M., Photosynthesis and early Earth, Current Biology 25, R845–R875, 2015.
Nunn, J.F., Evolution of the atmosphere, Proceedings of the Geologists Association, 109, 1-13,
1998.

Você também pode gostar