Você está na página 1de 16

BANDEIRAS

A bandeira nacional foi


definida pelo decreto no.
4 de 19/11/1889 com
alterações posteriores até
a lei no. 8.421 de 11 de
maio de 1992, quando
aumentaram a
quantidade de estrelas
que simbolizam os
estados da federação.
O decreto no. 70.727/72
estabelece algumas regras para a
sua utilização. Senão vejamos:
a) a bandeira nacional pode ser
usada em todas as ocasiões que
tenha um sentido patriótico.

Pode ser hasteada em mastro ou


adriças, nos edifícios públicos e
particulares, salas de aula, desde
que lhe seja assegurado o devido
respeito;
b) durante a noite ela deve está
iluminada;
c) quando várias bandeiras são
hasteadas, ela é a primeira que
sobe e a última que desce;
d) deve ser destacada nos
desfiles e nas formaturas;
desrespeitosas quando ela é
apresentada em mau estado de
conservação, com mudanças na
simbologia, como roupagem, em
rótulos de produtos, etc; aliás, quem
trabalha com cerimonial refuta atos de
vandalismo e de desrespeito ao outro,
inclusive pessoas que insuflam guerras
e conflitos em qualquer tipo de
organização de forma covarde.

Em geral as pessoas que fazem


cerimonial são pessoas de paz, cujo
trabalho tem o mérito de sempre evitar
conflitos ou neutralizar pessoas que os
fomentam, além do mais primam pelo
profissionalismo;
f) a bandeira nacional ocupa
lugar de honra, sendo colocada
no centro ou à direita quando
alinhada com outras bandeiras
ou estandartes e a direita de
tribunas, púlpitos, mesas de
reunião ou de trabalho.

As bandeiras que estiverem em


estado ruim devem ser
entregues na unidade militar
mais próxima para serem
incineradas no dia da bandeira,
19 de novembro.
1.Bahia. 2. Rio de Janeiro. 3.
Maranhão.
4. Pará. 5. Pernambuco. 6. São
Paulo.
7. Minas Gerais. 8. Goiás. 9.
Mato Grosso.
10. Rio Grande do Sul. 11. Ceará. 12.
Paraíba.
13. Espírito Santo. 14. Piauí.

15. Rio Grande do Norte. 16. Santa


Catarina.
17. Alagoas. 18 Sergipe. 19.
Amazonas.
20. Paraná. 21. Acre. 22.
Acompanhar a ordem histórica em
que foram criado os Estados da
federação:
1. Bahia.
2. Pernambuco.
3. Ceará.
4. Paraíba.
5. Piauí.
6. Rio Grande do Norte.
7. Alagoas.
8. Sergipe.

AL PI CE PE BR BA PB
h) Em uma solenidade em
empresas, a bandeira do
Brasil ocupa o centro quando o
número de bandeiras for ímpar.
quando o numero de bandeiras
for par, ocupa o centro, mais à
direita, tendo a esquerda a
bandeira do Estado e à direita a
do Município, ficando a da
empresa ao lado da bandeira do
estado anfitrião.
obs.: Considera-se
direita de um dispositivo de
uma bandeira a direita de
uma pessoa colocada junto
ao dispositivo e voltada para
a rua ou, para a platéia que
observa o dispositivo.
Características
 Alagoas: 2 faixas verticais com escudo centro e
estrela em cima.
 Bahia: Triangulo na ponta superior esquerda e
listras horizontais.
 Ceará: Verde com o desenho igual à do Brasil
 Piauí: Com uma estrela no canto na parte superior
esquerda.
 Sergipe: Com 5 estrelas no canto na parte superior
esquerda.
 RN – Verde com escudo no centro com 2 coqueiros
e uma estrela em cima do escudo.
 PE – Cruz vermelha na parte branca e uma cruz
 PB – Palavra NEGO
Estrelas da bandeira
AcreGama da Hidra FêmeaAmapáBeta do Cão
MaiorAmazonasProcyon (Alfa do Cão Menor)ParáSpica
(Alfa da Virgem)MaranhãoBeta do
EscorpiãoPiauíAntares (Alfa do Escorpião)CearáEpsilon
do EscorpiãoRio Grande do NorteLambda do
EscorpiãoParaíbaCapa do EscorpiãoPernambucoMu do
EscorpiãoAlagoasTeta do EscorpiãoSergipeIotá do
EscorpiãoBahiaGama do Cruzeiro do SulEspírito
SantoEpsilon do Cruzeiro do SulRio de JaneiroBeta do
Cruzeiro do SulSão PauloAlfa do Cruzeiro do
SulParanáGama do Triângulo AustralSanta CatarinaBeta
do Triângulo AustralRio Grande do SulAlfa do Triângulo
AustralMinas GeraisDelta do Cruzeiro do
SulGoiásCanopus (Alfa de Argus)Mato GrossoSirius (Alfa
do Cão Maior)Mato Grosso do SulAlfard (Alfa da Hidra
Fêmea)RondôniaGama do Cão MaiorRoraimaDelta do
Cão MaiorTocantinsEpsilon do Cão MaiorBrasília
(DF)Sigma do Oitante
 Nenhuma bandeira de outra Nação
pode ser hasteada no país sem que haja
ao seu lado direito, de igual tamanho e
em posição de destaque, a Bandeira
Nacional. A exceção são as Embaixadas
e os Consulados.
 A Bandeira Nacional não pode ser
menor do que nenhuma outra na
panóplia, formação ou desfile.
 Deverá ser sempre bem guardada e
cuidada.
Em Panóplia
 Bandeiras de outros países terão precedência sobre
as dos estados brasileiros e obedecerão a ordem
alfabética dos nomes dos países, de acordo com o
idioma português.
 A bandeira da ONU virá depois das dos outros países
e antes das dos estados.
 O segundo lugar de honra de bandeira será à
esquerda da brasileira, quando o número for ímpar,
para quem observa de frente o dispositivo. O terceiro
será à direita da brasileira e assim por diante.
 Quando o número de bandeiras for par, o segundo
lugar de honra será à direita da Bandeira Nacional ,
próximo do centro( olhando de frente o dispositivo).
 Quando estiver presente visitante de outro país, a
bandeira do seu país estará no segundo lugar de
honra
 Bandeira estaduais terão
precedência sobre as dos
municípios e devem ser colocadas
de acordo com a constituição
histórica dos estados (decreto
709234, art. 85) a saber: BA, RJ,
MA, PA, PE, SP, MG, GO, MT, RS,
CE, PB, ES, PI, RN, SC, AL, SE, AM,
PR, AC, DF, RD, MS, TO, AP, RR.