Você está na página 1de 22

DISCIPLINA: TÉCNICAS MILITARES

UNIDADE DIDÁTICA: V – PRIMEIROS SOCORROS


ASSUNTO: 02 – Socorro à vítima de animais
peçonhentos e dos efeitos do calor e do frio
INTRODUÇÃO

O Brasil é o país que possui a maior variedade de


animais peçonhentos, principalmente de ofídeos do
mundo. São encontrados em todas as regiões e nos
mais diversos habitat. Em virtude disto os acidentes
são comuns. Nós militares, que estamos sempre
realizando exercícios em campanha, temos que estar
em condições de prestar os primeiros socorros e
salvar a vida do acidentado.
DESENVOLVIMENTO

1)DEFINIÇÃO
-- Animal peçonhento é aquele que segrega substância
tóxica com o fim especial de ser utilizada como arma de
caça ou defesa. Estes animais apresentam órgãos
especialmente destinados à inoculação do veneno.
Podem ser ofídeos, escorpiões, aranhas, vespas, abelhas
e outros.
3)ARACNÍDEOS:

-Existem cerca de 20000 espécies descritas de


aranhas e praticamente todas elas possuem
glândulas de veneno e um aparelho inoculador.
Apesar disto, não são agressivas, só realizando o
ataque quando são molestadas.

A)Tipos
Armadeira
-Cor cinza ou castanho escuro, corpo e pernas com
pêlos curtos. Atingem até 17cm quando adultas,
incluindo as pernas. Escondem-se em lugares
escuros, vegetação, calçados e outros, de onde
saem para caçar, em geral à noite. Por serem muito
agressivas os acidentes são comuns, podendo ser
graves para crianças menores de sete anos .
Sintomas:
-Ação neurotóxicas
-Dor intensa no local da picada
-Em casos graves – queda de temperatura, náuseas
e vômitos.
Aranha Marrom
-Atingem de 3 a 4 cm incluindo as pernas. Não são agressivas,
vivem em teias parecidas com um lençol de algodão, que são
construídos em tijolos, telhas, cantos de parede, etc. Dentre as
aranhas brasileiras, é a que possui o veneno mais tóxico. Os
acidentes são raros, mas em geral graves.
Sintomas:
-Sensação de queimadura
-Formação de ferida no local da picada
Em casos graves – pode causar destruição dos tecidos, febre,
mal estar e a urina apresentar – se com uma cor de coca-cola,
síndrome renal e até a morte.
c)Primeiros Socorros
-Limpe a mordida com álcool
-Aplique gelo
-Conduza a vítima para o hospital

4) ESCORPIÕES:
Existem há cerca de 400 milhões de anos e pouco
mudou desde esta época. Tem capacidade de sobreviver
até dois anos sem se alimentar. Possui hábitos noturnos,
é fluorescente à luz ultravioleta, e quando molestado,
desfere uma ferroada com o aguilhão que tem pendurado
na extremidade de sua cauda anelada. Pequenos animais
e crianças não conseguem sobreviver ao ataque da
maioria das quase cem espécies existentes no Brasil. E
mesmo para os adultos sua picada pode ser fatal.
A)Tipos:
Escorpião Amarelo

-Amarelo claro, com manchas escuras sobre o tronco e na


parte inferior do fim da cauda; quarto anel da cauda com
dentinhos formando uma serra. Chegam a medir 7 cm.
Abrigam-se em terrenos baldios com mato e lixo doméstico,
embaixo de pedras, sob cascas de árvores, cupinzeiros,
barrancos, buracos e frestas de paredes, picam quando se
sentem ameaçados.

Sintomas
-Dor local intensa
-Esta dor pode ser irradia para o resto do membro atingido
-Sudorese local
-Edema discreto
C) Primeiros Socorros:

-Limpe a mordida com álcool


-Aplique gelo
-Administrar analgésico para aliviar a dor
-Conduzir para o hospital
III. CONCLUSÃO:

Após todas estas informações o cadete está em


condições de identificar e prestar os primeiros socorros a
qualquer acidentado de picada de um animal peçonhento.
É importante ter em mente que só o soro poderá salvar a
vida da vítima e que o sucesso do salvamento está
diretamente ligado ao tempo gasto para chegar ao
hospital.
SOCORRO À VÍTIMA DE ACIDENTES
DECORRENTES DOS EFEITOS DO
CALOR E DO FRIO
- INTRODUÇÃO
-O estudo dos efeitos do calor e do frio são muito
importantes, pois o militar tem que estar em
condições de atuar em qualquer terreno e em
qualquer condição climática. O frio e o calor
excessivos podem matar, e um atendimento
rápido pode significar o salvamento de uma vida
-.
II- DESENVOLVIMENTO

A)Problemas com o Frio :


- Os problemas com o frio mais comuns são:
Congelamento e Hipotermia.
B)Congelamento :

1.Conceitos básicos
-Ocorre quando a temperatura interna de
determinada parte do corpo cai abaixo de zero grau.
-O tecido pode ser danificado de duas maneiras:
Congelamento do tecido devido a formação de cristais de gelo
entre as células;
O suprimento sangüíneo fica obstruído causando
coágulos que impedem o sangue de atingir os tecidos.
É uma condição extremamente perigosa.
-O congelamento afeta principalmente os pés, as
mãos, as orelhas e o nariz. Estas áreas não
produzem calor e estão longe dos centros geradores
de calor do corpo.
-As conseqüências mais severas do congelamento
são a gangrena e a amputação.
2.Sinais e sintomas
-Superficial
Cor da pele é branca ou amarela acinzentada
Dor pode ocorrer no início e decrescer depois
A parte afetada fica muito fria e
dormente( podendo haver sensação de
formigamento).

-Profundo
A parte afetada se apresenta sólida e não pode
ser pressionada
Bolhas aparecem dentro de 12 a 36 horas
Um parte dolorida que subitamente pare de doer.
3.Primeiros Socorros
-Procurar aquecer a parte afetada com água
morna de forma bem lentamente.
-Envolver o membro afetado da melhor forma
possível.
-Conduzir a vítima o mais rápido possível para o
hospital.
4.Estágio pós descongelamento
-O congelamento pode ser classificado em níveis
similares aos das queimaduras.
Congelamento de primeiro grau: a parte afetada
está quente, inchada e sensível;

Congelamento de segundo grau: bolhas se formam


dentro de minutos ou horas depois do
descongelamento e crescem nos dias subseqüentes;
Congelamento de terceiro grau: as bolhas são pequenas
e contém um fluído azul arroxeado. A pele ao redor pode
ter uma tonalidade azulada ou avermelhada e pode não
clarear quando uma certa pressão for aplicada;

Congelamento de quarto grau: não há bolhas ou inchaço.


A parte se mantém dormente, fria e a cor vai de branca
até roxo escuro.

c) Hipotermia:
-É o resultado do resfriamento da temperatura interna
do corpo. Se a temperatura do corpo cair abaixo 34º C
a vítima pode morrer.
1.Tipos de Hipotermia:
-A temperatura interna do corpo da vítima determina
o tipo de hipotermia.
-Pode ser branda ou profunda.

a. Branda(acima de 32ºC)
Tremedeira, discurso incompreensível, lapsos de memória,
mãos atrapalhadas. As vítimas freqüentemente
cambaleiam e tropeçam. Enquanto o congelamento atinge
mãos e pés, as vítimas de hipotermia queixam-se de frio
nas costas e abdômen.
b. Profunda(abaixo de 32ºC)
-Não há tremedeira. Os músculos podem se tornar
duros e rígidos, similar ao ¨rigor mortis¨. A pele da
vítima tem uma aparência azul e não responde à
dor, a pulsação e respiração diminuem e as pupilas
se dilatam. A vítima parece estar morta. Entre 50%
a 80% das vítimas de hipotermia profunda morrem
2.Primeiros Socorros
-Reaquecimento lento.
-Tomar uma bebida doce e quente.
-Procurar local seco, que tenha sol.
-Não se deve ingerir ou fornecer bebida alcoólica
para aquecer.

d) Problemas com o calor:


-São os problemas relacionados da combinação do
ambiente quente com falhas no mecanismo de
defesa do corpo humano.
-Existem dois problemas principais:
Intermação ou Insolação
Exaustão
-E dois menos graves:
Cãibras
Mal súbito.
Intermação:
-A intermação é a emergência mais perigosa relacionada
ao calor.
-A taxa de fatalidade mesmo com tratamento médico é de
50%.
- Ocorre quando o corpo se expõe a temperaturas altas,
que vão muito além da capacidade de controle do sistema
térmico corporal, principalmente quando associado ao
esforço
Sinais e Sintomas:
-Perda da consciência ou confusão mental;
-Pele quente e avermelhada;
-Ausência de sudorese;
-Desmaio e/ou convulsões;
-Pulso e respiração acelerados;
-Fraqueza, tontura, dor de cabeça e enjôo.
Primeiros socorros:
-Leve o doente para um local fresco;
-Eleve a cabeça e os ombros;
-Esfrie a vítima imediatamente;
-Hidratação;
-Monitore os sinais vitais;
-Leve rapidamente para o hospital.
Exaustão pelo calor(Desidratação):
-A exaustão pelo calor é resultado da sudorese excessiva
ou da reposição inadequada da água perdida no suor. É
menos crítica do que a intermação, mas requer pronto
atendimento, porque pode evoluir para uma intermação se
não for cuidada imediatamente.
Sinais e sintomas:
-Suor abundante;
-Fraqueza;
-Pulso rápido;
-Temperatura corporal normal;
-Dor de cabeça e tontura;
-Cãibras, náusea e vômito.
Primeiros socorros:
-Leve para um local fresco;
-Eleve as pernas;
-Esfrie a vítima ;
-Muita água;
-Se não melhorar em trinta minutos, procure
atendimento médico.

Cãibras por causa do Calor:


-São espasmos musculares dolorosos nos braços ou
nas pernas. Podem ocorrer quando uma quantidade
excessiva de fluídos corporais é perdida através do
suor.
Sinais e sintomas:
Cãibras severas, geralmente afetando os braços e pernas;
Cãibras abdominais.

Primeiros socorros:
Leve para um local fresco;
Descanse o músculo afetado;
Dê água gelada;
Não faça massagem.

Síncope pelo Calor(mal súbito):

- Esta condição se parece com um desmaio e geralmente a


própria vítima pode corrigi-la. Vítimas que não estejam com
náusea ou vômito podem beber água. Primeiro socorros
consistem em recostar a vítima em lugar ventilado.
III. CONCLUSÃO:

Com certeza o cadete do primeiro ano poderá


passar por todas estas situações que aqui foram
expostas. Guardem todos os conhecimentos e
estejam prontos para aplicá-los no momento correto,
pois sua correção de atitudes poderá salvar a vida do
seu companheiro.