Você está na página 1de 34

Diagnóstico de Motores Eléctricos 3

Modos de Falha típicos

www.DMC.pt
PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2020

Para mais
informações
ver
www.dmc.pt
Sobre a DMC e a D4VIB
equipamentos e serviços de manutenção preditiva

Adaptamo-nos
às suas Apoio técnico
Relatórios
necessidades !
Tecnologias preditivas
Vibrações
Medição de
tensão em v Emissão ac
eios ústica

Análise de
motores
elétricos Termografia

Ultrassons
Tecnologias corretivas
Equilibragem n
o local Alinhamento
de veios

Proteção d
e rolament
os Calibração de
cadeias de m
onitorização d
e vibrações
Conteúdo do curso (I)
• 01 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Controlo de Condição d
e Motores Elétricos - uma perspetiva
• 02 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Princípio de Funcioname
nto
• 03 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Modos de Falha
• 04 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Frequência das vibraçõe
s

• 05 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Tipos de anomalias elétr


icas e suas vibrações
• 06 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Tipos de anomalias mec
ânicas e suas vibrações
• 07 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Pata coxa
Conteúdo do curso (II)
• 08 Diagnóstico de Motores Eléctricos - A Análise de Corrente
• 09 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Medição de tensão no V
eio
• 10 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Medição de Temperatur
a
• 11 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Vibrações em motores
DC
• 12 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Proteção de rolamentos
em motores accionados por variadores de frequência.
• 13 Diagnóstico de Motores Eléctricos - Introdução à ISO 20958:
2013 - Análise de assinatura elétrica de motores de indução tri
fásicos
• 14 Diagnóstico de Motores Elétricos pela técnica de comparaç
ão com modelo matemático – MCM
Distribuição de avarias em motores
Típico até 4kV Típico acima de 4kV
Outros
Outros 6%
18% Avarias
nas Avarias
chumaceir no
Avarias no
rotor 6%
as 13% Estator
Avarias Película de óleo
mecânicas 51% Avarias 66%
Avarias no rotor
no 13%
Estator
25%
Avarias Típicas

• Mecânicas
• No rotor
• No estator
• Alimentação
Avarias Tipicas- Mecânicas

• Rolamentos e chumaceiras
• Desequilibrio
• Desalinhamento
• Folgas
• Ressonância
• etc
Avarias no rotor

• Barras partidas – ponto de alta


resistência
• Excentricidade estática
• Excentridade dinâmica
Barras partidas no Rotor

Arranques directos, provocam correntes rotóricas de


elevada amplitude (umas 10 vezes maiores que a plena
carga) que provocarão grandes esforços mecânicos,
vibrações, um aumento significativo da temperatura
provocando gradientes térmicos nas barras.
O trabalho em sobrecarga, provocado por grandes
oscilações de carga ou arranques consecutivos, podem
provocar o mesmo efeito
Barras partidas no Rotor

•Uma barra partida gera calor, devido a aumento de


resistência, e expansão térmica
• As barras adjacentes suportam corrente adicional
•Estas tensões, especialmente quando agravadas por
arranques frequentes, podem causar que barras adjacentes
se partam, empeno de origem térmica ou desaperto da barra
partida
•Se a barra partida se soltar pode causar uma avaria
catastrófica
Barras partidas no Rotor

•Uma barra partida não conduz corrente


•Quando passa numa zona de elevado fluxo magnético as
forças estão desequilibradas
•Sintomas portanto semelhantes á excentricidade no rotor
•O aquecimento local devido ao mau contacto provoca empeno
no rotor
•À medida que o motor aquece manifesta-se um desequilíbrio
•Podem surgir vibrações á frequência de passagem de barras
do rotor (FPBR)
Outras anomalias no rotor a provocarem os
mesmos sintomas

•Fendas nas barras


•Mau contacto entre barra e anel de fecho
•Barras soltas no rotor
•Fendas no anel de fecho
•Juntas de alta resistência em rotores bobinados
•Porosidades de fundição em rotores de alumínio fundidos

....qualquer ponto de elevada resistência


Curto circuitos nas lâminas do rotor

Provocam aquecimentos
localizados gerando deformações
e logo desequilíbrios
Avarias Típicas no Rotor

• A existência de assimetrias na gaiola de esquilo, origina uma distribução


não uniforme de fluxo magnético no entreferro, provocando um desequilibrio
de forças radiais, sendo a altura mais crítica o momento do arranque.
• Excentricidade, correspondendo a um problema significativo nos motores
de indução, provocado por um entreferro não uniforme.
• Excentricidade Estática
• Excentricidade Dinâmica
•As possiveis causas podem ser devidas a tolerâncias inadequadas dos
componentes, posicionamento incorrecto do rotor relativamente ao estator,
deformações do veio, avarias relativas a rolamentos, desalinhamentos,
desequilibrios do rotor, ressonâncias...
Avarias Típicas no Estator

• A maioria dos problemas encontrados no Estator são devidos


a defeitos localizados nos bobinados, sendo menos frequentes
os localizados no núcleo.
• Os problemas nos bobinados do Estator são causados
normalmente por contaminação, abrasão, vibração e
sobretensões.
•Os problemas nos bobinados podem ser:
• Curto-circuito entre Espiras
• Curto-circuito entre Bobinas
• Curto-circuito entre fases
• Bobina a terra
• Circuito aberto
Anomalias no Estator

 Resultam de falha do isolamento


 Curto circuito entre espiras
 Curto circuito entre espiras numa bobine
 O isolamento entre fios é deficiente
 Quanto mais longe estiverem as espiras , pior
a avaria
 Causa aquecimento adicional entre
enrolamentos
Curto-circuito entre Espiras
Anomalias no Estator
 Curto circuito numa bobine
 Um vazio no isolamento das espiras
 Resultam de tensões térmica de curto circuito
entre espiras
Curto-circuito entre Bobinas
Curto-circuito entre Fases
Curto-circuito entre Bobina e a terra

Falha no isolamento da ligação á terra


Sai fumo
Circuito aberto

LIGAÇÃO ESTRELA LIGAÇÃO TRIÂNGULO


Avarias Típicas no Estator

•Desequilíbrios no sistema de
alimentação, podem provocar
temperatura elevada no interior do
motor, produzindo danos no isolamento.
Anomalias no Estator

 Quando ocorre degradação do isolamento do estator , a


assinatura magnética muda, e estas mudanças podem ser
detectadas na análise de fluxo de dados recolhidos com uma
bobine de fluxo
Avarias Típicas no Estator
• Arranques directos de motores, sem utilização de circuitos
estrela-triângulo (em aplicações como centrais de produção de
energia e plataformas petrolíferas), produzem-se valores de
corrente 4 a 10 vezes maiores que a corrente a plena carga.
• Atendendo às caracteristicas constructivas da máquina, as
cabeças de bobina constituem a parte mais fraca onde incidem
as forças electrodinamicas.
•Motores submetidos a arranques consecutivos, deverão suportar
estas forças para além da impossibilidade de dissipar todo o
calor gerado no interior nas fases de arranque, provocando uma
maior deterioração.
Avarias Típicas no
Estator
• Sobretensões no circuito de alimentação provocadas por condições
atmosféricas, ou de funcionamento da aparelhagem de manobra ou de
protecção, constituem outra ameaça para o isolamento das espiras do
Estator.
• Agentes Ambientais, como contaminação provocada por humidade,
óleo, productos químicos, temperaturas ambientais elevadas.
• Descargas parciais, constituindo um factor de degradação dos
isolamentos das bobines, principalmente em motores de tensões nominais
elevadas. As Descargas Parciais, genralmente assossiam-se à existência
de um campo eléctrico local cuja intensidade excede a rigidez dieléctrica
do meio, provocando neste a sua ionização. As causas que provocam este
fenómeno, são a formação de cavidades na estructura isolante.
Factores penalizantes da fiabilidade de um
Motor Eléctrico

Numero de arranques – a corrente no


arranque 5 a 8 vezes o normal gerando-se
fortes tensões mecânicas e térmicas

Aquecimento - uma subida de temperatura


de 10ºC nos enrolamentos do estator reduz
a vida do motor para metade.
Sistemas de monitorização permanente

Sistemas protetivos e preditivos


Transmissores de vibrações Ex
Monitorização permanente de vibrações

Sistemas wireless

Análise da assinatura de motores elétricos pela técnica do MCM

Meggitt Vibro-
Meter®
Equipamentos portáteis

• Vibrometros
• Analisadores de vibrações
• Coletores de dados
• Medidores de ultrassons
• Sensores de vibrações
Pode ver um artigo sobre este tema neste link

https://www.dmc.pt/analise-de-vibracoes-
em-motores-eletricos/

www.DMC.com
OBRIGADO
Esperamos que esta
apresentação tenho
sido interessante