Você está na página 1de 21

Tema

Demanda agregada e oferta agregada


Revisao da Literatura
A curva de procura agregada
A curva de procura agregada

Segundo (Mankiw, 2001) refere que, ″a curva de


procura agregada mostra a quantidade de todos os
bens e servicos demandados na economia a qualquer
nível de preços dado″.
Por que a curva de demanda tem inclinação negativa
Para entender a inclinação negativa da curva da demanda
agregada, portanto, temos que examinar como o nível de
preços afecta a quantidade de bens e serviços demandados
para o consumo, investimento exportações líquidas.
Nível de preços e consumo: efeito riqueza; um nível de
preço baixo aumenta a riqueza real, o que estimula as
despesas de consumo;
Nível de preços e investimento: efeito taxa de juros:um
nível de preço menor reduz a taxa de juros, estimulando os
gastos com investimento;
Nível de preços e exportações líquidas: efeito taxa de
cambio: um nível de preço menor provoca a depreciação da
taxa de câmbio, estimulando o gasto com exportações
líquidas.
Por que a curva de demanda agregada poderia deslocar-se?

A inclinação negativa da curva da demanda agregada


indica que uma queda no nível de preços aumenta a
quantidade demandada total de bens e serviços.
Todavia, muitos outros factores afectam a quantidade
demandada de bens e serviços. Quando um destes
outros factores se altera, a curva de demanda agregada
se desloca. (Mankiw, 2001)
Vejamos alguns exemplos de factos que deslocam a
demanda agregada.
Deslocamentos decorrentes do
consumo
um facto que leva os consumidores a gastar mais, a um
nível preços dado (um corte nos impostos, a subida
dos preços das acções), desloca a curva da demanda
agregada para a direita. Um facto que leva os
consumidores a gastar menos, a um nível de preços
dado (um aumento nos impostos, uma queda das
acções), desloca a curva de demanda agregada a
esquerda.
Deslocamentos decorrentes do
investimento
Qualquer facto que modifique o quanto as empresas
desejam investir a qualquer nível de preços dado também
desloca a curva de demanda agregada. Por exemplo, imagine
que a industria de computadores desenvolvem uma linha de
máquinas mais velozes e muitas empresas decidem investir
em novos sistemas de computadores. Como a quantidade de
bens e serviços demandados a qualquer nível de preço se é
maior, a curva de demanda agregada se desloca para direita.
Já se as empresas encaram com pessimismo as condições de
negócio futuros, reduzem as despesas com investimento
deslocando a curva de demanda agregada para a esquerda.
Deslocamentos decorrentes de aquisições de governos

A maneira mais directa de provocar o deslocamento da


curva de demanda agregada é por meio das aquisições
do governo. Imagine, por exemplo, que o Congresso
decide reduzir as aquisições de novos sistemas de
armamentos. Como a quantidade de bens e serviços
demandados a qualquer nível de preço é menor, a
curva de demanda agregada se desloca para a
esquerda. Se, no entanto, os governos estaduais
constroem mais estradas, o resultado é uma maior
demanda agregada se desloca para a direita.
Deslocamentos decorrentes das exportações líquidas

Um facto de que aumente os gastos com


exportações líquidas, dado o nível de preço ( uma
expansão ao exterior, uma depreciação da taxa de
câmbio), desloca acurva da demanda agregada
para a direita. Um facto que reduza aas despesas
com exportações líquidas, dado o nível de preços
(uma recessão no exterior, uma apreciação
cambial) desloca a curva da demanda agregada
para a esquerda.
A curva de oferta agregada

A curva de oferta agregada mostra a quantidade de


bens e servicos que as empresas produzem e vendem a
um nível de preços dado. Ao contrario da curva de
demanda agregada, que sempre se inclina para baixo, a
curva de oferta agregada mostra uma relação que
depende fundamentalmente do horizonte temporal.
No longo prazo a curga de oferta agregada é vertical,
enquanto que no curto prazo ela tem uma inclinação
positiva.
Por que a curva de oferta agregada é vertical no longo prazo

No longo prazo, a oferta bens e serviços de uma


economia depende de suas disponibilidades de capital,
trabalho e da tecnologia produtiva disponível para
transformar o capital e o trabalho em bens e serviços.
Como o nível de preços não afecta estes determinantes
de longo prazo, a curva de oferta agregada de longo
prazo é vertical. Em outras palavras, o capital, o
trabalho e a tecnologia determinam a quantidade de
bens e serviços oferecida e a quantidade oferecida é a
mesma, qualquer que seja o nível de preços vigente.
Por que a curva de oferta agregada de longo prazo pode deslocar-se

A posição da curva de oferta agregada de longo prazo


mostra a quantidade de bens e serviços prevista pela teoria
macroeconómica clássica. Este nível de produção é as vezes
deniminado produto potencial de pleno emprego.
Qualquer alteração na economia que modifique a taxa
natural de produtividade desloca a curva de oferta
agregada de longo prazo. Como o produto, no modelo
clássico, depende de trabalho, capital, recursos naturais e
conhecimentos tecnológico, podemos caracterizar os
deslocamentos da curva de oferta agregada de longo prazo
segundo o impacto desse factores.
Deslocamentos provocados pelo trabalho
Imagine uma economia registe um aumento da
entrada de imigrantes. Como expandirá o número de
trabalhadores, a quantidade de bens e serviços
oferecidos aumentaria. Em consequência a curva de
oferta agregada se deslocaria para a direita. Já se se
registasse um surto de emigração, a curva de oferta
agregada se deslocaria para a esquerda.
Deslocamentos provocados pelo capital

Um aumento no estoque de capital da economia


aumenta a produtividade e, por consequência, a
quantidade de bens e serviços oferecidos. Em
decorrência, a curva de oferta agregada se desloca para
a direita. Já se o estoque de capital da economia
diminui, a produtividade se reduz e o mesmo acontece
com a quantidade de bens e serviços, o que desloca a
curva de oferta agregada para a esquerda.
Deslocamentos provocados pelos recursos naturais

A produção de uma economia depende de seus


recursos naturais, terra-minérios e água. A descoberta
de uma nova jazida de minérios desloca a curva de
oferta agregada de longo prazo para a direita. Uma
alteração dos padrões climáticos que torne difícil a
agricultura desloca a curva de oferta agregada de longo
prazo para esquerda.
Deslocamentos provocados pelo conhecimento tecnológico

O avanço do conhecimento tecnológico talvez tenha sido o


factor mais importante para que a economia dos dias actuais
produza mais do que há uma geração. A invenção do
computador, por exemplo, permite a produção de mais bens e
serviços com qualquer quantidade de trabalho, capital e
recursos naturais. Em consequência, desloca a curva de oferta
agregada de longo prazo para a direita.
Já se o governo impede as empresas de utilizar alguns métodos
de produção, por serem, talvez, perigosos para os trabalhadores,
a consequência seria um deslocamento da curva de oferta
agregada de longo prazo para a esquerda.
 
Por que a curva de oferta agregada tem inclinação positiva no curto prazo

Chegamos agora a principal diferença entre a


econcomia de curto e no longo prazo: o comportamento
da oferta agregada. Como já vimos, a curva de oferta
agregada no longo prazo é vertical. Já no curto prazo, a
curva de oferta agregada tem inclinação positiva. Isto é,
em um período de um ou dois anos, um aumento no
nível geral de preços da economia tende a aumentar a
quantidade oferecida de bens e serviços, e uma redução
no nível de preços tende a diminuir a quantidade
oferecida de bens e serviços. (Mankiw, 2001)
Teorias das percepções equivocadas: um nível de
preços inesperadamente baixo leva alguns empresários
a acreditar que seus preços relativos cairam, o que
provoca redução da produção
Teorias de salários rigidos: um nível de preços
inesperadamente baixo provoca elevação do salário
real, o que por sua vez causa redução na contratação de
trabalhadores e produção de menos bens e serviços;
Teorias dos precos rigidos: um nível de preços
inesperadamente baixo deixa algumas empresas com
preços superiores aos desejados, deprimindo as vendas
e provocando um corte na produção.
Por que a curva de oferta agregada de curto prazo desloca-se

 Deslocamentos provocados pelo trabalho

Um aumento na quantidade de trabalho


disponível (talvez em decorrência de uma redução
da taxa natural de desempenho) desloca a curva de
oferta agregada para a direita. Uma redução na
quantidade disponível (em decorrência, talvez, de
um aumento na taxa natural de desempenho)
desloca a curva de oferta agregada para a esquerda.
Deslocamentos provocados pelo capital

Um aumento no capital físico ou humano desloca a


curva de oferta agregada para a direita. Uma redução
no capital físico ou humano desloca a curva de oferta
agregada para a esquerda.

 Deslocamentos provocados pelos recursos naturais


Um aumento na disponibilidade de recursos naturais
desloca a curva de oferta agregada para a direita.
Uma redução na disponibilidade de recursos naturais
desloca a curva de oferta agregada para a esquerda.
Deslocamentos provocados pela tecnologia

Um avanço do conhecimento tecnológico desloca a


curva de oferta agregada para a direita. Uma redução na
disponibilidade de tecnologia (talvez provocada por
regulamentação governamental) desloca a curva de
oferta agregada para a esquerda.
 Deslocamentos provocados pelo o nível de preçcos
esperados
Uma redução no nível de preços esperados desloca a
curva de oferta agregada para a direita. Um aumento no
nível de preços esperados desloca a curva de oferta
agregada para a esquerda.
Obrigado pela Atenção Dispensada

Você também pode gostar