Você está na página 1de 26

Fichamento /Citações e Referências

1º Ano de Letras UFMS/CPTL

Juliana Fernandes
Prof.ª Juliana Fernandes
.
INTRODUÇÃO

A pesquisa científica é um procedimento racional e sistemático


e, objetiva possibilitar a busca de respostas aos problemas
enfrentados pelas pessoas, sociedade e suas organizações.

Neste sentido, a pesquisa científica desenvolve-se por meio da


investigação de conhecimentos teóricos práticos e a utilização
minuciosa de diferentes procedimentos científicos como métodos e
técnicas.

Considerando as exigências do processo investigativo nos


contextos acadêmico e profissional, a presente aula tem como
objetivo, ser um guia de orientação na elaboração dos diferentes
trabalhos acadêmicos.
Como fazer Fichamento de textos
acadêmicos ?
O que é um Fichamento ?

 Fichamento é basicamente o arquivo do texto que


você lê contendo a referência e o que você
entendeu do conteúdo do texto de uma obra, de
um texto ou mesmo de um tema.

 É uma das fases da Pesquisa Bibliográfica, seu


objetivo é facilitar o desenvolvimento das
atividades acadêmicas e profissionais.
Pode ser utilizado para:
 Identificar as obras;
 Conhecer seu conteúdo;
 Fazer citações;
 Analisar o material;
 Elaborar a crítica;
 Auxiliar e embasar a produção de textos.

É também uma forma de estudar / assimilar


criticamente os textos / temas de sua formação
acadêmico-profissional.
Classificação de Fichamento:
 FICHAMENTO TEXTUAL - é o que capta a
estrutura do texto, percorrendo a seqüência
do pensamento do autor e destacando: idéias
principais e secundárias; argumentos,
justificações, exemplos, fatos etc., ligados às
idéias principais. Traz, de forma
racionalmente visualizável - em itens e de
preferência incluindo esquemas, diagramas
ou quadro sinóptico - uma espécie de
“radiografia” do texto.
 FICHAMENTO TEMÁTICO - reúne elementos
relevantes (conceitos, fatos, idéias, informações) do
conteúdo de um tema ou de uma área de estudo,
com título e subtítulos destacados. Consiste na
transcrição de trechos de texto estudado ou no seu
resumo, ou, ainda, no registro de idéias, segundo a
visão do leitor. As transcrições literais devem vir
entre aspas e com indicação completa da fonte
(autor, título da obra, cidade, editora, data, página).
As que contêm apenas uma síntese das idéias
dispensam as aspas, mas exigem a indicação
completa da fonte. As que trazem simplesmente
idéias pessoais não exigem qualquer indicação.
 FICHAMENTO BIBLIOGRÁFICO - consiste em
resenha ou comentário que dê idéia do que
trata a obra, sempre com indicação completa
da fonte. Pode ser feito também a respeito de
artigos ou capítulos isolados, a arquivado
segundo o tema ou a área de estudo. O
Fichamento bibliográfico completa a
documentação textual e temática e
representa um importante auxiliar do
trabalho de estudantes e professores.
REGRAS DE APRESENTAÇÃO DOS
TRABALHOS ACADÊMICOS
 Figura 29 – Formatação de trabalhos acadêmicos
(ABNT NBR 14724/2011)
 Papel branco ou reciclado, formato A4 (21 cm x
29,7 cm);
 Fonte tamanho 12;
 Margens esquerda e superior de 3 cm; direita e
inferior de 2 cm;
 Entrelinhas 1,5.
Citação
 Citação é a menção, no texto, de uma informação extraída de
outra fonte.
 Objetivo da NBR-10520
 Fixar as condições exigíveis para padronização e coerência da
seguridade das fontes indicadas nos textos dos tipos de
documentos (ABNT, 2002).
 Tipos de citação
 De acordo com a ABNT, as formas de citações mais conhecidas
são: direta, indireta e citação de citação.
 Citação direta, literal ou textual
 Citações diretas, literais ou textuais: transcrição do trecho do
texto de parte da obra do autor consultado.
 Espaçamento 1,5cm
Tamanho = 12
Exemplo 2: A citação com menos de 4 linhas é colocada entre “aspas”

 Exemplo 1:

Exemplo 2: A citação com menos de 4 linhas é colocada entre “aspas”


Citação indireta ou livre
 Exemplo 1: Indicação do Autor no começo do texto citar em Caixa Baixa
seguida da data
As citações diretas, no texto, de até três linhas, devem estar contidas entre
aspas duplas. As aspas simples são utilizadas para indicar citação no interior da
citação.
Exemplos:
Diz Drake Vogl e Mitchell (2005 p. 22 ) “A câmara delimitada pela parede
abdominal contém uma única grande cavidade peritoneal, a qual se comunica
livremente com a cavidade pélvica.”
As citações diretas, no texto, com mais de três linhas, devem ser destacadas
com recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor que a do texto utilizado e
sem as aspas.
No caso de documentos datilografados, deve-se observar apenas o recuo.
Exemplo:
A preocupação pela qualidade sempre foi uma constante, como afirma
Vergueiro (1993, p. 14):
Tradicionalmente, essas unidades de informação preocuparam-se
com a melhoria da qualidade de seus produtos e serviços,
aprimorando a organização física e estrutural do trabalho ou
buscando um fluxo organizacional que atendesse os objetivos
pretendidos. No entanto, essa iniciativa em direção à qualidade
parecia basear-se mais na visão dos profissionais sobre os serviços
do que na opinião daqueles para quem os serviços eram
disponibilizados.

Exemplo 2:
Citação de citação
 Citação de citação é aquela em que o autor do texto não tem acesso direto à
obra citada, valendo-se de citação constante em outra obra.
 Exemplo 1: Indicação dos Autores separados pela expressão “apud” ou
“citado por”
 Referência
 ELEMENTOS DA REFERÊNCIA
 Autor da obra
 Inicia-se a referência pelo Sobrenome do autor em

maiúsculo, seguido pelo nome. Emprega-se vírgula


entre sobrenome e nome.
 Ex.: GARCIA, J.
 Quando a obra possuir até três (3) autores,

indicam-se todos, na mesma ordem em que


aparecem na obra, emprega-se ( ; ) entre os
autores.
 Ex: GARCIA, Juarez; SILVA, Jorge; SOUZA, Standilau.
ECKERTT-HOFF, B. M.  Apostila de metodologia do trabalho
científico. Nova Odessa: Fac. Network, 2001
GARCIA, J.; SILVA, J.; SOUZA, S.

Quando a obra possuir mais de três (3) autores, menciona-se o


primeiro, seguido da expressão et al.
Ex.: GARCIA, J. et al.

Quando houver indicação de responsabilidade por uma coletânea


de vários autores, a entrada deve ser feita pelo nome do
responsável, (seguida da abreviatura entre parênteses).
Ex.: GARCIA, J. (Org.).
Indicação de parentesco no nome, manter a indicação em letra
maiúscula.
Ex: BRITO FILHO, Dilermando.
AMATO NETO, Vicente.
Para entidades coletivas:
Órgãos de Administração governamental. (Ministério, Secretarias e
outros).
Deve-se indicar a entrada pelo nome geográfico (País, Estado ou
Município).
Ex.: BRASIL. Ministério da Saúde.
PARANÁ. Secretaria da Educação.
LONDRINA. Prefeitura Municipal.
Entidades independentes, empresas, universidades etc...
Ex.: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA.
CACIQUE CAFÉ SOLÚVEL.
IBGE.
Para publicações anônimas, entrar diretamente pelo título, sendo a
primeira palavra impressa em maiúsculo.
Ex.: A VIDA como ela é.
Título da obra
O título deve ser reproduzido tal como aparece na obra, devendo
ser destacado dos demais elementos da referência (negrito, itálico
ou sublinhado).
- Subtítulo
Indica-se o subtítulo após o título, precedido por dois pontos (:).
O subtítulo não deve ser destacado.
Ex.: Sistema de retroação e controle: aplicações para engenharia,
física e biologia.
Edição
É indicada a partir da segunda edição, deve ser transcrita
utilizando-se abreviaturas dos numerais ordinais, na língua do
documento.
Ex: 2. ed.
5th ed.
Local
O local deve figurar na referência tal como aparece na publicação.
Quando houver mais de um local, indica-se o que estiver em
destaque ou aparecer em primeiro lugar. Quando não for
mencionado, utilizar-se a expressão [S.l.].
Editora
Deve ser citada tal como aparece na obra. Quando possuir mais de
uma editora,indica-se a que aparecer em destaque ou a que estiver
em primeiro lugar. Suprimir as palavras, Editora, Ltda., Cia, etc...
Se a Editora não estiver indicada na obra, utilizar a expressão [s.n.].
Data
Quando houver dúvidas quanto à data
[2000?] Data provável.
[200 -] Para década certa.
[19 --] Para século certo.
[18 --?] Para século provável.
Obs.: Na ausência do local, editora e ano, abrir colchetes:
Ex: [S.l.: s.n., 19--].
[S.l.: s.n.], 1999.
São Paulo: [s.n., 19--].
ORDEM DOS ELEMENTOS DA
REFERÊNCIA
 Livro no todo
 SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME,
Nome./Título./edição./Local de publicação: Editora, ano.

 PINHO, Diva Benevides; VASCONCELOS, Marco Antonio Sandoval de.


Manual de economia. 3.ed. São Paulo: Saraiva, 1998.

 Com indicação de volume

 BITTAR, Carlos Alberto. Curso de direito civil. Rio de Janeiro: Forense


Universitária, 1994. v.2 (volume citado)
 Ou

 BITTAR, Carlos Alberto. Curso de direito civil. Rio de Janeiro: Forense


Universitária, 1994. 3v. (quantidade de volumes da obra).
Livro no todo

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME,


Nome./Título./edição./Local de publicação: Editora, ano.
EX: PINHO, Diva Benevides; VASCONCELOS, Marco Antonio
Sandoval de. Manual de economia. 3.ed. São Paulo: Saraiva,
1998.

Com indicação de volume

BITTAR, Carlos Alberto. Curso de direito civil. Rio de Janeiro:


Forense Universitária, 1994. v.2 (volume citado)
Ou
BITTAR, Carlos Alberto. Curso de direito civil. Rio de Janeiro:
Forense Universitária, 1994. 3v. (quantidade de volumes da
obra).
Com indicação de volume

RODRIGUES, Silvio. Da cláusula penal. In: ______. Direito civil: parte geral
das obrigações. 28.ed. São Paulo: Saraiva, 2000. v.2, p.87-98

Artigos periódicos

SOBRENOME, Nome (autor do artigo)./Título do artigo./Nome da Revista,


Local, v., n., p.inicial - final, mês ano.
Ex: PEIXOTO, Fábio. Sua empresa não quer fera. Exame, São Paulo, v.35,
n.738, p.30-31, abr. 2001.
Obs.: abreviar o mês até a terceira letra, com exceção ao mês de maio.

Artigos jornais

SOBRENOME, Nome (autor do artigo)./Título do artigo./Nome do Jornal,


Local, dia mês e ano./Caderno, p.
Ex: SILVA, Carlos José. O drama da economia. Folha de Londrina,
Londrina, 23 abr. 1998. Caderno Economia, p.4.
Teses/dissertações/monografias

SOBRENOME, Nome./Título do trabalho./Ano./ Natureza do


Trabalho (Nível e área do curso) - Unidade de Ensino, Instituição,
Local.
Ex: MONTAGNA, Adelma Pistun. Expressões de gênero no desenho
infantil. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade
Federal de Uberlândia, Uberlândia.

Documentos meios eletrônicos

 Páginas da Internet
SOBRENOME, Nome./Título da página./Disponível
em:<http:/www.editora.com.br>. Acesso em: 23 maio 2001.
Ex: CALDAS, Juarez. O fim da economia: o começo de tudo.
Disponível em: <http:/www.caldasecon.com.br>. Acesso em: 23
abr. 2001.
 CD-ROM
Ex: RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Subsecretaria de
Desenvolvimento Institucional. Organização básica do poder executivo
municipal. Rio de Janeiro: Unisys Brasil, 1996. CDROM.

Documentos jurídicos: leis decretos e portarias


BRASIL. Decreto-lei n° 2423, de 7 de abril de 1998. Estabelece critérios
para pagamento de gratificações e vantagens pecuniárias as titulares
de cargos e empregos da Administração Federal direta e autárquica e
dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do
Brasil, Brasília, 8 abr. 1998, p.6009, Seção 1, pt.1.

Constituição
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do
Brasil. 27.ed. São Paulo: Saraiva, 1991.

Código
BRASIL. Código civil. Organização dos textos de Maurício Antônio
Ribeiro Lopes. 5.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.
Verbetes dicionário/enciclopédia

EMPIRIOCRITICISMO. In: ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de


filosofia. São Paulo: M. Fontes, 2000. p.326.

Trabalho apresentado em evento

AUTOR./Título do trabalho./In: NOME DO EVENTO, n., ano, Local.


Anais.../Local de publicação: Editora, ano./p.
Ex: GARCIA, Flávio. A zoologia aplicada no Brasil. In: CONGRESSO
BRASILEIRO DE ZOOLOGIA, 34., 2002, Itajaí. Anais... Itajaí: UNIVALI,
2002. p.54-67. 

Bíblia

BÍBLIA. Idioma. Título da obra. Tradução ou versão. Local: Editora,


Data de publicação. Total de páginas. Notas (se houver).

BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução por Padre Francisco


Zbik. Rio de Janeiro: Paumape, 1980.
Filmes
SALT. Direção: Phillip Noyce. EUA: Sony Pictures, 2010. 1 DVD
(100 min.),
widescreen, color., dublado.

CENTRAL do Brasil. Direção: Walter Salles Júnior. Produção:


Martire de Clermont-Tonnerre e Arthur Cohn. Intérpretes:
Fernanda Montenegro; Marilia Pera; Vinicius de Oliveira; Sônia
Lira; Othon Bastos; Matheus Nachtergaele e outros. Roteiro:
Marcos Bernstein, João Emanuel Carneiro e Walter Salles
Júnior. [S.l.]: Le Studio Canal; Riofilme; MACT Productions,
1998. 1 bobina cinematográfica (106 min), son., color., 35
mm.