Você está na página 1de 1

REVISÃO HISTOLÓGICA - METAPLASIA TRAQUEAL SECUNDÁRIA À

INTUBAÇÃO
CONTI, B. P. 1; BOARÃO, G. P. 1; SILVA, J. C. B. ¹; BOHN, L. 1; VASCONCELOS, O. I. D.¹; MARCHIORO, S. K. 1; SOBRAL, A. C. L. 2 .
¹ Acadêmicas da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná
² Professora de Histologia e Patologia da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná

INTRODUÇÃO Figura 2 - Traqueia - HE - Aumento Pequeno Figura 3 - Traqueia - HE - Aumento


Grande

Figura 1 - O procedimento de intubação


orotraqueal (IOT) é necessário para
impedir a obstrução da traquéia e,
consequentemente, o fluxo de ar 1
(Fig. 1). Utilizada na emergência e 2
UTI em quadros de insuficiência 3
respiratória aguda, sua correta
colocação e acompanhamento Fonte: Anapat
Fonte: Anapat
podem evitar danos na mucosa
Quando há metaplasia escamosa por IOT, esse epitélio respiratório
traqueal que, dentre outras
transforma-se em estratificado escamoso queratinizado (Fig. 4), o
O tubo é inserido
alterações, geram processo
qual assemelha-se ao da mucosa oral e da pele. Observa-se,
pela cavidade oral e metaplásico. Este processo é uma
também, hiperceratose (Fig. 5), acúmulo de células queratinizadas
estende-se até a alteração reversível, na qual um tipo
carina traqual, onde na camada superficial4, conferindo maior resistência ao epitélio
celular diferenciado é substituído
o cuff é insuflado. Fonte: Alamy metaplásico. Essa modificação ocorre em áreas de atrito e
por outro de mesma linhagem.
compressão pela cânula, decorrente de alterações na transcrição
Seu subtipo mais comum é linhagema metaplasia escamosa, que ocorre
das células epiteliais e não relaciona-se a mutação.
no epitélio respiratório em resposta a lesões e fatores irritantes
crônicos. Na intubação, pode se desenvolver durante passagem Figura 4 - Metaplasia Escamosa -
Traquéia - HE - Aumento Grande
do tubo endotraqueal, devido à lesão mecânica, ou durante Figura 5 - Hiperceratose -
período de utilização. Além disso, o calibre e o material dos Pele - HE - Aumento Grande
tubos também podem ser fatores irritantes, especialmente em
longos períodos de intubação. 4

OBJETIVOS
Descrever a metaplasia traqueal relacionada a IOT,
apresentando as principais características histológicas do tecido Fonte: Anapat
saudável e da alteração. Fonte: Anapat

METODOLOGIA
Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, realizada em agosto de
CONCLUSÃO
2019, na qual foram utilizados os livros teóricos Tratado de A metaplasia escamosa por IOT relaciona-se às variações de
Histologia (Leslie P. Gartner) e Patologia (Robbins&Cotran), além pressão do balonete e ao tempo de intubação. Buscando menos
da base de dados Scielo com os descritores metaplasia, complicações, recomenda-se a utilização de cânula endotraqueal
intubação, traqueia. de alto volume residual e baixa pressão.

RESULTADOS REFERÊNCIAS
A parede traqueal interna é composta por três camadas: BARBOSA, Pedro Marco Karan; SANTOS, Branca Maria de Oliveira. Alterações
mucosa, submucosa e adventícia. A mucosa é constituída por morfológicas em traquéias de pacientes intubados em função do tempo de
epitélio respiratório , membrana basal e lâmina própria . O
1 2 3 intubação. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto , v. 11, n. 6, p. 727-73,
2003.
epitélio de revestimento é do tipo colunar pseudoestratificado
GARTNER, Leslie P. Tratado de histologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.
ciliado , contendo seis tipos de células: caliciformes, colunares
1
KUMAR, Vinay; ABBAS, Abul K.; ASTER, Jon C. Robbins. Patologia básica. 9.
ciliadas, em escova, basais, serosas e DNES. Já a lâmina própria 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.
apresenta tecido conjuntivo frouxo fibroelástico, que contém PEREIRA, Luis Renato Medeiros. Revisão sobre alterações e complicações
elementos linfóides, glândulas mucosas e serosas. (Fig. 2 e 3) provenientes da intubação endotraqueal, 2011.