Você está na página 1de 13

AAReforma

ReformaeeaaContrarreforma
Contrarreforma
Religiosas
Religiosas(século
(séculoXVI)
XVI)
• *Antecedentes:
• - O autoritarismo e os abusos do clero;
• - O absolutismo monárquico;
• - As transformações culturais do período;
• - A venda abusiva de indulgências e cargos eclesiásticos;
• - A prática das simonias;
• - A crise moral na Igreja Católica.

Em 1517, o papa Leão X, desejando


terminar a construção da Basílica de São
Pedro, em Roma, determinou nova
venda de indulgências, principalmente
na Alemanha, onde a Igreja era
possuidora de imensos Territórios.
John Wycliffe (1320-1384) Professor e Em 1403, o teólogo John Huss (1373-1415)
teólogo inglês do séc. XIV, questionava a se propôs a reformar a Igreja Romana na
autoridade do papa, na época Gregório XI, e Boêmia (atual República Tcheca, ensinando
do clero e negava a presença de Cristo na que o papado não tinha nenhuma
Eucaristia e a eficácia dos sacramentos e autoridade de oferecer a remissão dos
rejeitava os ritos. Defendeu também a pecados através da venda de indulgências.
devolução dos bens eclesiásticos ao poder Em 1411, Huss é excomungado de sua
temporal encarnado pelo soberano. congregação e em 1415 condenado a morte
Defendeu de público a fracassada insurreição pelo Concílio de Constança, tendo o seu
camponesa (1381), mas ele escapou da corpo queimado. Huss morreu cantando o
prisão graças ao prestígio junto ao povo e aos hino em grego “Kyrie eleeson” (Senhor, tem
intelectuais de Oxford. misericórdia).
AAIgreja
IgrejaLuterana
Luterana(1517)
(1517)

• Martin Lutero (1483-1546), Monge Agostiniano, e suas 95


teses:

- A salvação pela fé;


- A condenação à venda de indulgências e à qualquer forma de
comércio da religião;
- O fim do celibato;
- A abolição do culto aos santos e das imagens;
- A negação do princípio da infalibilidade papal;
- A livre interpretação bíblica;
- O fim da hierarquia no clero.
• O Papa Leão X decreta o termo de excomunhão
a Lutero, pois este se negou à retratação (1520);
• A Dieta de Worms (1521):
- O imperador germânico, Carlos V, condena e
manda prender Lutero. Porém, não vê sua
ordem cumprida, pois o monge foi protegido
por Príncipes do Sacro Império.

Carlos V Papa Leão X


• As regiões que, até então, aderiram ao
A Dieta de luteranismo, poderiam permanecer.
Entretanto, às demais, não. Luteranos
Spira (1529): protestaram, daí o termo
Protestantes.

A Confissão
• Lutero e Felipe Melanchton
de apresentam os dogmas da Igreja
Augsburgo Luterana
(1531):

A Paz de • Cada região deverá seguir a religião do


Augsburgo seu líder: “Tal Príncipe, tal religião”.
(1555):
AAReforma
ReformaAnabatista
Anabatista(1522-1525)
(1522-1525)
• • OOteólogo Thomas Münzer
teólogo Thomas Münzer
ee osos camponeses
camponeses
germânicos em defesa
germânicos em defesa da da
reforma agrária, a partir
reforma agrária, a partir
das
dasterras
terrascatólicas,
católicas,eepelo
pelo
fim
fimda
daservidão;
servidão;
• • OO embate
embate LuteroLutero XX
Münzer;
Münzer;
• • OO massacre
massacre aa inúmeros
inúmeros
camponeses
camponeses anabatistas,
anabatistas,
com
com oo consentimento
consentimento de de
Lutero.
Lutero.
AAIgreja
IgrejaAnglicana
Anglicana(1533)
(1533)
• • OOrei
reiinglês
inglêsHenrique
HenriqueVIII VIII
(Dinastia
(Dinastia Tudor)
Tudor) ee aa
”Questão
”Questãodo doDivórcio”;
Divórcio”;
• • AAindisposição
indisposiçãocom comooPapa
Papa
Clemente
ClementeVII;VII;
• • AA ruptura
ruptura da da Inglaterra
Inglaterra
com
comRoma;
Roma;
• • OO“Ato
“Atode deSupremacia
Supremaciade de
1534”;
1534”;
• • OO interesse
interesse nasnas terras
terras Reinado de Henrique VIII
católicas
católicas ee nos
nos (1509-1547)
recolhimentos
recolhimentosreligiosos.
religiosos.
AAIgreja
IgrejaCalvinista
Calvinista(1536)
(1536)

• O teólogo francês João Calvino e a adesão às teses de Ulrich


• O teólogo francês João Calvino e a adesão às teses de Ulrich
Zwinglio, na Suíça;
Zwinglio, na Suíça;
• A “Doutrina da Predestinação”: a defesa do trabalho e do
• A “Doutrina da Predestinação”: a defesa do trabalho e do
sucesso material como sinais da salvação divina;
sucesso material como sinais da salvação divina;
• A defesa dos ideais capitalistas;
• A defesa dos ideais capitalistas;
• O fortalecimento comercial e burguês;
• O fortalecimento comercial e burguês;
• A difusão do calvinismo:
• A difusão do calvinismo:
- Puritanos (Inglaterra)
- Puritanos (Inglaterra)
- Huguenotes (França)
- Huguenotes (França)
- Presbiterianos (Escócia)
- Presbiterianos (Escócia)
AAContrarreforma
ContrarreformaououReforma
ReformaCatólica
Católica
(século XVI)
(século XVI)

OOConcílio
Concíliode
deTrento
Trento(1545-
(1545-
1563)
1563)
• • AAMoralização:
Moralização:
- - OO fim
fim dada venda
venda de de
indulgências,
indulgências, cargos
cargos
eclesiásticos
eclesiásticoseeprática
práticadas
das
simonias;
simonias;
- -AAcriação
criaçãodedeseminários;
seminários;
- -AAreafirmação
reafirmaçãodosdosdogmas
dogmas
católicos.
católicos. Papa Paulo III (1534-1549)
• • AAPunição:
Punição:
- - AA criação
criação dodo Índex
Índex (Livros
(Livros
Proibidos);
Proibidos);
- -AAreativação
reativaçãodo doTribunal
Tribunaldodo
Santo
SantoOfício
Ofícioda
daInquisição.
Inquisição. Papa Júlio III (1550-1555)

• • AAExpansão:
Expansão:
- - OO reconhecimento
reconhecimento àà
Companhia
Companhia de de Jesus,
Jesus, em
em
1549,
1549, criada
criada pelo
pelo Padre
Padre ee
Soldado Espanhol Ignácio
Soldado Espanhol Ignácio dede
Loyola,
Loyola,em
em1534.
1534. Papa Pio IV (1559-1565)
IGREJA CATÓLICA LUTERANA CALVINISTA ANGLICANA
Áreas de maior Espanha, Portugal, Estados do Norte da Holanda, Suíça ( maior Inglaterra
presença Polônia, Itália ,maior Alemanha, Dinamarca, parte dos cantões )
parte da França, Noruega, Suécia, ,França ( com nome de
estados alemães do regiões bálticas Huguenotes),Inglaterra
sul , Irlanda (Puritanos),Escócia e
  Irlanda (presbiterianos)

Idéias fundamentais Infabilidade papal e Extinção da hierarquia Extinção da hierarquia Manutenção da


hierarquia eclesiástica; eclesiástica; eclesiástica; hierarquia eclesiástica;
manutenção dos 7 apenas dois apenas dois apenas dois
sacramentos; bíblia sacramentos : batismo sacramentos: batismo sacramentos :batismo e
como fonte de fé; e comunhão; e comunhão; comunhão;
interpretação pela bíblia como fonte de bíblia como fonte de fé bíblia como fonte de
Igreja; salvação obtida fé e livre exame; , livre exame; fé; salvação obtida
pela fé e boas obras; salvação obtida salvação obtida através através da graça
uso do latim nas exclusivamente pela fé; da graça de Deus ( predestinação);
cerimônias litúrgicas uso das línguas (predestinação); uso da língua inglesa.
nacionais uso das línguas
nacionais
“(...) Anna é então interrogada – a 1º de janeiro de 1582 – pelo Santo Ofício. Inicialmente, ela
se esquiva das perguntas do inquisidor; depois, admite que ‘muitas e muitas pessoas’ lhe têm
perguntado se ela viu os seus parentes falecidos, mas ela costuma mandá-los embora
rudemente. É uma defesa fraca; pressionada, Anna ‘nesciebat quid dicere’ (não sabia o que
dizer). Foi mandada para casa, e no dia seguinte o interrogatório recomeçou(...)”
 
GINZBURG, C. Os andarilhos do bem. Feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. Trad.
Jônatas Batista neto. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
 
Sobre o Santo Ofício, é correto afirmar que A
a) foi um colégio permanente de cardeais e clérigos submetidos diretamente ao Papa que
respondiam sobre questões da fé católica.
b) foi uma instituição para-eclesiástica cuja função era interrogar e punir doutrinas contrárias à
ortodoxia católica.
c) foi um movimento da Igreja católica na primeira metade do século XVI com o objetivo de
reformar alguns setores da instituição.
d) foi um grupo militarizado, com fins religiosos, políticos e culturais, criado no século XVI para
proteger o Papa em Roma.
)

D
A imagem reproduz um auto de fé. Essas cerimônias
a) ocorreram em todos os países da Europa e nas regiões colonizadas por portugueses e espanhóis.
b) permitiram a difusão do catolicismo e tiveram papel determinante na erradicação do protestantismo
na Europa central.
c) eram conduzidas por autoridades leigas, pois a Igreja Católica não tinha vínculo com a perseguição e
a punição dos hereges.
d) tinham caráter exemplar, expondo publicamente os réus forçados a pedir perdão, antes de serem
encaminhados para a execução.
e) visavam a executar os judeus e islâmicos, não atingindo protestantes nem católicos romanos ou
ortodoxos.