Você está na página 1de 7

PRÉ-HISTÓRIA

A EVOLUÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA:


NOME PERÍODO CRÂNIO LOCAL CARACTERÍSTICA

Australopithecus 4,2 – 1,4 milhões 700 cm3 África Postura semi-ereta, uso de
ferramentas.
Homo habilis 2 – 1,5 milhões 750 cm3 África Fabricação de artefatos
rudimentares.

Homo erectus 1,5 milhões – 300 900 cm3 África, Ásia, Coluna ereta, controle do
mil Europa fogo, caçador habilidoso.

Homo sapiens 200 – 40 mil 1300 – África, Ásia, Fala, religiosidade,


neandertalensis 1600 cm3 Europa cerimoniais fúnebres.

Homo sapiens 100 mil - hoje 1300 – Todos. Todas as atuais.


sapiens 1600 cm3

Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br


PRÉ-HISTÓRIA

A mais conhecida ossada


de Australopithecus foi
encontrada em 1974 na
Etiópia. Ela tinha 3,5
milhões de anos. Era uma
fêmea adulta e recebeu o
nome de Lucy em
referência à musica dos
Beatles “Lucy in the Sky
with Diamonds”, o maior Crânio de Lucy
sucesso da época.
Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br
PRÉ-HISTÓRIA

No dia 12 de setembro de 1940, quatro meninos de Montignac, uma localidade do


sudoeste da França, brincavam entre os pinheiros e castanheiras de uma colina, quando
viram um pequeno buraco no chão. Curiosos, eles aumentaram o buraco o suficiente para
que pudessem entrar rastejando. Chegaram a um corredor estreito de pedras e continuaram
seguindo mais ao fundo. Ao erguerem sua lamparina a óleo levaram um susto: as paredes
e o teto estavam recobertos de pinturas de touros, cavalos, veados e outros animais.
Os arqueólogos concluíram que as pinturas da caverna de Lascaux tinham entre 11 e 15
mil anos de idade.
Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br
PRÉ-HISTÓRIA

AS FASES DA PRÉ-HISTÓRIA
A) O Paleolítico ou Pedra Lascada (4 milhões – 10 mil a.C):
• Artefatos rudimentares (pedra sílex);
• Caçadores e coletores;
• Nomadismo (bandos);
• Divisão sexual do trabalho;
• Sem propriedade privada;
• Abrigos naturais;
• Controle do fogo;
• Pinturas rupestres;

Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br


PRÉ-HISTÓRIA
• Entre 50 e 10 mil a.C: chegada do homem ao continente americano;

• Estreito de
Bering;

• Ilhas da Polinésia.

Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br


PRÉ-HISTÓRIA
B) O Neolítico ou Pedra Polida (10 mil – 4 mil a.C.):
• Fabricação de artefatos mais cortantes (polimento);
• REVOLUÇÃO NEOLÍTICA – desenvolvimento da agricultura;
• Desenvolvimento do pastoreio;
• Sedentarização (margens dos rios);
• Produção de excedentes;
• Aumento da população e da média de vida;
• Cerâmicas, arado de bois, barco a vela, carro de rodas;
• Construção de casas (madeira, barro, couro...);
• REVOLUÇÃO URBANA - primeiras cidades;
• Hierarquização social:
- guerreiros (exército) – dominantes;
- sacerdotes (intermediários entre população e os deuses) – dominantes;
- camponeses (trabalhadores) – dominados.
• Centralização do poder - ESTADO:
- Rei ou Imperador = sacerdote + chefe militar
C) A Idade dos Metais (4500 a.C – 2500 a.C.):
• Cobre;
• Bronze (cobre + estanho);
• Ferro.

Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br


PRÉ-HISTÓRIA

Stonehenge é o monumento pré-histórico mais importante da Inglaterra e não há nada


semelhante a ele em todo o mundo. Este altar de pedras tem sido usado há 5000 anos e até
hoje não se tem certeza absoluta qual era sua finalidade. Rituais Druidas, cerimônias em
homenagem ao sol, ou portal para seres de outros planetas são algumas das possibilidades
sempre lembradas.
As “pedras azuis” usadas para construir Stonehenge foram trazidas de até 400 km de
distância, nas montanhas de Gales, com direito a travessia marítima, quando não faltavam
pedreiras na vizinhança. Algumas pesam 50 toneladas e tem 5 metros de altura. Se alguém
traçar uma linha no chão, passando no meio do círculo formado pelas pedras, vai ver que esta
linha aponta para a posição do nascer do sol de verão.
Prof. Carlos Guzzo carlos@guzzo.com.br

Você também pode gostar