Você está na página 1de 10

Acadêmicas: Alterlynne Barbosa da Silva

Geine Larissa Dos Santos Monteiro

Orientadora: Profª Ana Carla Vieira dos Santos


A INFLUÊNCIA DA
ESTÉTICA NA AUTOESTIMA E
BEM ESTAR
Introdução

• Os indivíduos tendem a exercer os padrões impostos pela sociedade


em busca de satisfação no meio social. As pessoas buscam sempre

formas de contribuir nos quesitos relacionados à beleza, estética e

autoestima. A mídia designa grande influência na busca da perfeição

intimada. É importante que o indivíduo sinta-se satisfeito em relação

à beleza e seu eu interior. (FREITAS et al, 2010).


Objetivo Geral
• Entender que é de grande importância que o indivíduo sinta-se satisfeito
em relação à beleza e seu eu interior, sendo que para que isso ocorra,

obtém-se a necessidade de aprovação dos membros do grupo em que

convive, acarretando na elevação da autoestima. (FREITAS, et al, 2010).


Metodologia
• Trata-se de um estudo de revisão literária.

• Como critério de inclusão foi traçado um plano para a busca de dados em


livros dos últimos dez anos, na língua portuguesa e inglesa, a partir de
resumos completos, na base de dados da: Lilcs, Scielo e PeDRO.

• Como critério de exclusão foi definido a não colocação de artigos incompletos.


Discussão
• Atualmente homens e mulheres estão cada vez mais buscando cuidados pessoais.
(PETROSKI et al, 2012).

• O indivíduo se sente mais aceito pela sociedade quando a satisfação estética


promove alegria, saúde e bem estar. (PETROSKI et al, 2012).

• Os limites entre corpo e psique vão além da necessidade de igualar-se a modelos


inatingíveis, criados por técnicas que manipulam a imagem real. (LEAL et al, 2010).
Discussão
• Na sociedade contemporânea o capital erótico é tão importante quanto o capital
cultural e socioeconômico. A beleza é o centro de tudo. (HAKIM, 2010).

• Como fundamento da autoestima, a estética corporal tem a função de despertar


felicidade e amor-próprio. (LEAL et al, 2010)

• A busca pela beleza sendo uma constante, consequentemente impulsiona a


indústria da beleza. (TOMMASO, 2016)
Discussão

• Avelar & Veiga (2011) afirmam que, a autoestima é a aplicabilidade do


autoconceito. Já a vaidade é considerada uma exagerada preocupação com a
aparência.

• Adolescentes preocupam-se com a autoimagem e assim como os adultos


procuram enquadrar-se aos padrões de beleza. (MURARI & DORNELES,
2018).
Conclusão

• A perspectiva de melhoria na autoestima é o que tem impelido a


busca por tratamentos estéticos. Pensando em autoestima como
uma união de sensações em relação a si próprio, a estética pode até
intervir em condição de reparo psicológico, já que o individuo irá
tratar de algo que o incomodava, fazendo com que a imagem seja
renovada e a autoestima elevada.
As pessoas precisam fazer o que sentem ser
necessário, mas priorizando a saúde. Envelhecer traz
benefícios incríveis para a alma e para a sabedoria.

Chistiane Torlone

Você também pode gostar