Você está na página 1de 40

PRIMEIROS SOCORROS

- Definições e conceitos
- Avaliação da Vítima Análise Primária
Análise Secundária

- Suporte Básico a Vida


- Suporte Avançado a Vida
- Reanimação Cardiopulmonar (RCP)
- Hemorragias e Ferimentos
- Queimaduras
- Fraturas
- Engasgamento
- Transporte
OMISSÃO DE SOCORRO

Artigo 135 do Código Penal Brasileiro:


“Deixar de prestar assistência, quando
possível fazê-lo sem risco pessoal, à
criança abandonada ou extraviada, ou à
pessoa inválida ou ferida, ao desamparo
ou em greve e iminente perigo; ou não
pedir nesses casos, o socorro da
autoridade pública”.

PENA - Detenção, de 01 a 06 meses, ou


multa.

Parágrafo Único:
A pena é aumentada de metade, se da
omissão resulta lesão corporal de
natureza grave, e triplicada se resulta
morte.
PRIMEIROS SOCORROS

Definição

É o tratamento imediato e provisório


ministrado a uma vítima de trauma ou
doença.

Geralmente se presta no próprio local e


dura até colocar o paciente sob cuidados
médicos.

É da maior importância que o socorrista


conheça e saiba colocar em prática o
Suporte Básico da Vida.

Saber fazer certo na hora certa pode


significar a diferença entre a vida e a
morte para um acidentado.
ASPECTOS LEGAIS NO ATENDIMENTO

Causas que justificam a alteração do local :

- Necessidade do Socorro Imediato às


Vítimas.
- Risco de Vida para a(s) Vítima(s).
- Risco de Vida para os Brigadistas.
- Risco de Vida para outras Pessoas ou
Riscos de Novos Acidentes.
- Impossibilidade Física de Acesso à(s)
Vítima(s).
- Impossibilidade de outra Forma de
Salvamento.
ASPECTOS ÉTICOS DO SOCORRISTA

- respeita a lei e os protocolos


- acredita em uma força maior
- respeita tanto a vida quanto a morte.
- possui conhecimentos técnicos
satisfatórios.
- sabe guardar sigilo.
- consegue atender sem se envolver.
- saber confortar num momento de luto.
- não usa seus conhecimentos para
prejudicar alguém ou atentar contra
preceitos éticos e morais.
- não possui preconceitos de nenhum tipo
- em resumo: CONSEGUE SER UM SER
HUMANO.
VAVEVI

° Verificar consciência
° Abrir vias aéreas
° Verificar vias aéreas
° Expirar (soprar) 2 vezes
° Verificar pulso carotídeo
° Iniciar massagem cardíaca
AVALIAÇÃO SECUNDÁRIA

Verificar problemas e características


secundárias da vítima após tirá-la do
risco de vida imediato.
Busca sistematizada de detalhes.
* Cinemática do Trauma
* Análise da cabeça ao pés.
* Sinal (palidez, sudorese,
cianose)
* Sintoma (náusea, dor,
insensibilidade)
* Testemunhas
* Entrevista
PRIMEIROS SOCORROS

SUPORTE BÁSICO À VIDA

SBV

SUPORTE AVANÇADO À VIDA

SAV
REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR

RCP

1 SOCORRISTA
15 MASSAGENS X 2 SOPROS

2 SOCORRISTAS
5 MASSAGENS X 1 SOPRO
HEMORRAGIA

É a ruptura de vasos sanguíneos,


com extravasamento de sangue.

A gravidade da hemorragia se
mede pela quantidade e pela
rapidez com que o sangue é
perdido.

INTERNA e EXTERNA
QUEIMADURA
- Qual o tamanho da queimadura
- Qual a profundidade
- Quais as regiões do corpo estão queimadas
- Qual a idade da vítima
- Outros problemas de saúde
- Queimaduras químicas / elétricas / térmicas

ASC - Área Superficial do Corpo


ANÁLISE PRIMÁRIA

É a primeira avaliação da vítima


feita no local do acidente. Ela tem
por objetivo detectar problemas
gravíssimos e que podem levar a
óbito rapidamente.

É o primeiro passo para verificar se


a vítima corre risco de vida.

a- Está consciente?
b- Respirando?
c- Circulação (tem pulso)?
d- Hemorragia?
FRATURAS

° Aberta
° Fechada

SINAIS e SINTOMAS

° Edema
° Deformidade
° Perda da função
° Atrito
° História da Lesão
ENGASGAMENTO
MANOBRA DE HEIMLICH

Vítima
Consciente

Vítima
Inconsciente
TRANSPORTE
1 Socorrista

Saco de
Batata

Escora

Arrastamento
pelo ombro

Pelo
cobertor

2 Socorristas

Pelas extremidades Sentado


ESTADO DE CHOQUE
Entende-se por Estado de Choque, uma situação de
hipoperfusão tecidual devido a incapacidade do músculo
cardíaco fornecer débito adequado às necessidades do
organismo, que seja por perda do músculo cardíaco pelo infarto
agudo do miocárdio ou por diminuição do débito cardíaco.
O reconhecimento do Estado de Choque é feito através da
observação de alguns fatores, tais como:
* Pele pálida, úmida e fria,
* Pulso fraco e rápido,
* Pressão sistólica e abaixo de 90/60 mmHg,
* Pupilas dilatadas e opacas,
* Perfusão capilar lenta ou nula,
* Respiração curta e rápida,
* Lábios arroxeados,
* Náuseas e vômitos,
* Tremores de frio,
* Tontura e desmaio,
* Sede, temor e agitação.
OBS: ROSTO E PEITO VERMELHOS, COÇANDO,
QUEIMANDO E INCHAÇOS; DOR DE CABEÇA E PEITO;
LÁBIOS E FACE INCHADOS SÃO SINAIS E SINTOMAS DE
CHOQUE ANAFILÁTICO.
O tratamento inicial da vítima chocada consiste em posicioná-la
deitada com as pernas elevadas, afrouxar suas vestes e mantê-la
aquecida.
TRIAGEM
TABELA DE PRIORIDADE

GRUPO A: Parada Cardíaca


VERMELHO Parada Respiratória
Insuficiência Respiratória Grave
Grandes Hemorragias Externas
Traumatismos de Coluna Cervical
Traumatismos Cranianos
Inconsciência

GRUPO B: Queimaduras
AMARELO Insuficiência Respiratória Moderada
Fraturas
Eviscerações
Lesões de Coluna
Esmagamentos
Médias Hemorragias Externas
TRIAGEM

TABELA DE PRIORIDADE

GRUPO C: Pequenos Ferimentos


VERDE Distúrbios Mentais
Pequenas Fraturas
Histeria

GRUPO D: Morte Evidente


PRETO Decapitação
Rigidez Cadavérica
Esmagamento Torácico ou Craniano
PROCEDIMENTO EM
LOCAIS DE ACIDENTES

A - Sinalização e Pedir Reforço

B - Isolamento

C - Triagem

D - Atendimento as Vítimas

E - Evacuação do Local

F - Transporte
Temos a tendência de
negligenciar uma das mais
importantes informações:
- O nome da Vítima.
O socorrista de resgate deve
sempre obter buscar a confiança do
paciente nas emergências.
Podemos ter certeza de que
sempre teremos mais afeição e
confiança em alguém que nos
chama pelo nome, em uma situação
de risco de vida, do que
simplesmente:
- Você, Sr. ou Sra., ou pior ainda,
Ei, Tio; calma que você escapa
dessa!
RETIRADA E MOVIMENTAÇÃO
DE VÍTIMAS DE TRAUMA
PRINCÍPIO DA “HORA DE OURO”
A vítima de trauma tem 60 minutos,
minutos a contar do
momento do acidente para:
a) ser localizada;
b) ser desencarcerada;
c) ser imobilizada;
d) ser transportada;
e) dar entrada no pronto socorro;
f) ser entregue a um especialista.

PRINCÍPIOS DOS “MINUTOS DE PLATINA”


Uma vítima de trauma que se encontrar presa nas
ferragens ou nos escombros de um sinistro deverá
ser desencarcerada e/ou resgatada pelas equipes
de salvamento entre 10 e 15 minutos,
minutos a contar do
momento do acidente.
CINEMÁTICA DO TRAUMA

Peso dos Órgãos Humanos


durante Impactos

PESO
PESO DURANTE IMPACTO
ÓRGÃO NORMAL
(Kg)
(Kg)
36 km /h 72 km/h 108 km/h
Baço 0,25 2,5 10 22,5
Coração 0,35 3,5 14 31,5
Cérebro 1,5 15 60 91,5
Fígado 1,8 18 72 162
Corpo 70 700 2.800 6.300