Você está na página 1de 14

Imunidade celular

Imunidade celular

De uma forma genérica, pode considerar-se que a resposta mediada por células tem
início com a apresentação do antigénio aos linfócitos T.

A apresentação pode ser feita por:

-Macrófagos
-Linfócitos B
-Células infetadas por vírus
MHC
O sistema imunitário é capaz de reconhecer aquilo que pertence ao
organismo e o que lhe e estranho.

Sabe-se atualmente que existem glicoproteínas, na superfície externa das


membranas celulares, que são exclusivas de cada ser vivo — marcadores
(resultantes da expressão de um conjunto de genes situado cromossoma 6. Este
conjunto de genes designa-se por complexo maior de histocompatibilidade
humana (MHC).

Dado que na espécie humana foram primeiro identificados nas membranas dos
leucócitos, são frequentemente designados por HLA (human leukocyte antigens).
Imunidade celular
Quandos os macrófagos fagocitam um agente patogénico, passam a integrar nas suas
membranas, moléculas com poder antigénico.

Estes antigénios ligam-se ao MHC (complexo maior de histocompatibilidade) dos


macrófagos

O complexo (antigénio-MHC) é apresentado aos linfócitos T, tornando-os ativos.

Uma vez ativados, os linfócitos T dividem-se (clone) e diferenciam-se em:

- diferentes tipos de células T


- células de memória (linfócitos Tauxiliares)
Imunidade celular

• Linfócitos T citotóxicos ou citolíticos (Tc), também chamadas células CD8

• Linfócitos T auxiliares (TH do inglês Helper), também chamadas células CD4

• Linfócitos T supressores (Ts)


Imunidade celular

• Linfócitos T citotóxicos ou citolítico


Depois de ativados, segregam substâncias tóxicas (ex: perforina) que destroem essas
células infetadas ou cancerosas.

• Linfócitos T auxiliares
reconhecem o complexo antigénio-MHC da superfície dos macrófagos e libertam
mediadores químicos (citoquinas) que estimulam a fagocitose e outras células do
sistema imunitário (linfócitos B, fagócitos e outros linfócitos T).

• Linfócitos T supressores
segregam substâncias que moderam ou suprimem a resposta imunitária (divisão de
células imunitárias e produção de anticorpos) quando a infeção já foi ultrapassada.
Os
mecanismos
de defesa
específica
não
funcionam de
forma
independente

Manual
p.161
Os linfócitos T são ativados

- Células infetadas por vírus ou bactérias

- Vigilância imunitária (ex:destruição de células cancerosas)

- Enxertos
A fagocitose também pode ser realizada pelas células NK (natural killer)

“Grandes linfócitos”(linfócitos T) capazes de reconhecer células infetadas

por alguns vírus, células desprovidas de marcadores do próprio e

determinadas células cancerosas, ligando-se a elas através de

recetores.

Apoptose “morte celular programada”

https://www.bing.com/videos/search?q=linfocito+t+nk&&view=detail&mid=7290450C4FD57

0CC9E1D7290450C4FD570CC9E1D&&FORM=VRDGAR&ru=%2Fvideos%2Fsearch%3Fq

%3Dlinfocito%2Bt%2Bnk%26FORM%3DHDRSC3
Células de
memória
Memória imunitária
-resposta
1.ª
- resposta
2.ª
Memória imunitária
Memória imunitária
Memória imunitária
O sistema imunitário é uma rede de componentes celulares
e humorais com o grande objetivo de discriminar o "próprio
do não–próprio", procurando eliminar os agentes
infeciosos, as células tumorais e as transplantadas.
Jobim&Jobim, 2008