Você está na página 1de 17

PADRE ANTÓNIO VIEIRA,

Sermão de Santo António


CORREÇÃO DO TESTE
FORMATIVO

Encontros – 11.o ano ▪ Noémia Jorge, Cecília Aguiar, Inês Ribeiros


SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo I – Parte A
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 72-73

1. Indica as consequências do comportamento da rémora,


20 pontos fundamentando a tua resposta com uma citação textual
pertinente.

TÓPICOS DE RESPOSTA EXEMPLO DE RESPOSTA


Comportamento da rémora 1. Sendo pequena no corpo e
Pequena no corpo grande na força e no poder, a
Grande na força e no poder rémora pega-se ao leme de uma
nau e impede que ela prossiga
Consequência (“se se pega ao leme de uma nau
Pega-se ao leme de uma nau da Índia, apesar das velas e dos
e impede que ela prossiga ventos e de seu próprio peso e
grandeza, a prende e amarra
Citação textual mais que as mesmas âncoras,
ll. 5-7 sem se poder mover” – ll. 5-7).
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo I – Parte A
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 72-73

2. Explicita a relação que se estabelece entre a rémora e Santo


20 pontos António.

TÓPICOS DE RESPOSTA EXEMPLO DE RESPOSTA


Relação entre a rémora e 2. Entre a rémora e Santo
Santo António António estabelece-se uma
Analogia relação de analogia: tal
como a rémora se pega ao
Explicação leme e impede o seu
Rémora: pega-se ao leme, avanço, também Santo
impedindo o avanço da nau António, com a força da sua
Santo António: “doma” os palavra, “doma” os
sentimentos humanos sentimentos humanos
negativos através da palavra negativos.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo I – Parte A
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 72-73

3. Interpreta a referência às naus, na última parte do excerto.


20 pontos
TÓPICOS DE RESPOSTA EXEMPLO DE RESPOSTA
Identificação das naus 3. As naus têm um valor alegórico,
Soberba, Cobiça, Vingança, contribuindo para a construção do
Sensualidade discurso imagético característico do
Sermão de Santo António. Através
Interpretação da referência às naus (Soberba,
Valor alegórico →discurso Cobiça, Vingança, Sensualidade),
imagético repreendem-se os vícios do
Repreensão de vícios orgulho, da vingança, da
(censurados e domados cobiça/ambição e da sensualidade
por Santo António): – comportamentos esses que
orgulho, vingança, correspondem a vícios censurados
cobiça/ambição, e, consequentemente, “domados”
sensualidade) por Santo António.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo I – Parte B
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 73

4. Explicita a estrutura argumentativa do Sermão de Santo António.


20 pontos
TÓPICOS DE EXEMPLO DE RESPOSTA
RESPOSTA 4. O Sermão de Santo António baseia-se numa
Estrutura estrutura argumentativa que parte do geral para
argumentativa o particular. Assim, depois de apresentado o
Virtudes → vícios assunto do sermão, num primeiro momento
Geral → elogiam-se as virtudes dos peixes, primeiro em
particular geral, depois em particular (peixe de Tobias,
rémora, torpedo, quatro-olhos); num segundo
Argumentos → momento, censuram-se os vícios dos peixes,
Exemplos e/ou primeiro em geral, depois em particular
citações do foro (roncadores, pegadores, voadores, polvo). Para
do sagrado além disso, os argumentos são ilustrados com
(argumentos de base em exemplos e/ou citações do foro do
autoridade) sagrado, que funcionam como argumentos de
autoridade.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo I – Parte B
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 73

5. Seleciona um dos peixes criticados por Vieira no Capítulo V do


20 pontos Sermão de Santo António, caracterizando o tipo humano que esse
peixe simboliza.

TÓPICOS DE RESPOSTA EXEMPLO DE RESPOSTA


Identificação do peixe 5. Um dos peixes cujos vícios são
Voador repreendidos no Capítulo V do
Sermão de Santo António é o peixe
Características voador. Este peixe, caracterizado
Tem barbatanas que o pelas suas enormes barbatanas, age
levam a agir como uma como se fosse uma ave e pudesse
ave voar, simbolizando os homens
Simbolismo ambiciosos, que não têm consciência
Ambição dos limites impostos pela sua
natureza e pelas suas capacidades.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

1. Para responderes a cada um dos itens de 1.1. a RESPOSTA


1.7., seleciona a opção correta. Escreve, na folha 1.1. b.
de respostas, o número de cada item e a letra que
identifica a opção escolhida.

1.1. O texto “A revolta da Natureza” adota o género textual


5 pontos
a. artigo de divulgação científica.

b. discurso político.

c. apreciação crítica.

d. reportagem.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.2. Este texto apresenta como marcas específicas
1.2. a.
5 pontos
a. o carácter persuasivo e a eloquência.

b. a explicitação de um ponto de vista, sem recurso a


exemplos.
a descrição sucinta de um objeto, acompanhada de
c.
comentário crítico.
a explicitação das fontes e a ausência de discurso
d.
valorativo.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.3. Ao referir Ilya Prygogine, a autora visa 1.3. b.
5 pontos
a. corroborar a validade das descobertas de Lavoisier.

b. demonstrar o carácter obsoleto das descobertas de


Lavoisier.
apresentar um exemplo a favor da tese da reversibilidade
c.
dos factos.
introduzir o subtema que será abordado de seguida – a
d.
energia dissipativa.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.4. Para a autora, a “revolta da natureza” 1.4. c.
5 pontos
a. é um fenómeno natural, independente da ação humana.

b. é condicionada fortemente pela ação dos ecologistas.

c. resulta da falta de ética governativa humana.


concretiza as causas da ação humana no ar, na terra e no
d.
mar.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.5. Os parágrafos 4, 5 e 6 baseiam-se em 1.5. c.
5 pontos
a. argumentos.

b. contra-argumentos.

c. provas.

d. contraprovas.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.6. Em “E quem está erguendo a voz para essa 1.6. d.
5 pontos
convocação?” (ll. 32-33), recorre-se à interrogação
para demonstrar
a. entusiasmo.
b. apatia.
c. concordância.

d. incredulidade.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, pp. 73-75

RESPOSTA
1.6. No último parágrafo do texto (ll. 42-44) 1.6. c.
5 pontos
destaca-se uma intenção predominantemente

a. didática.
b. estética.
c. crítica.

d. apelativa.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo II
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 75

2. Responde aos itens apresentados.

2.1. Explica o valor deítico da expressão “no seu relatório deste


10 pontos ano” (ll. 33-34).

RESPOSTA
2.1. A expressão “[d]este ano” remete para um tempo
(deítico temporal).

Indica o referente do pronome “que” (l. 27).


2.2.
5 pontos
RESPOSTA
2.2. “secas e inundações” (l. 27).
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo III
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 75

1. Para uns, a pesca está na origem da extinção das espécies marinhas;


50 pontos
para outros, é uma forma de desenvolvimento económico; para outros,
ainda, um modo de vida.
1.1. Escreve um texto de opinião bem estruturado sobre este tema, com
um mínimo de duzentas e um máximo de trezentas palavras, em que
explicites o teu ponto de vista relativamente a este assunto.

TÓPICOS DE RESPOSTA EXEMPLO DE RESPOSTA


Introdução 1.1. A pesca é uma atividade ancestral,
Apresentação do tema: que, desde épocas remotas, tem
• pesca como meio garantido a subsistência humana e
de subsistência gerado desenvolvimento económico.
• pesca como meio No entanto, sobretudo a partir da
de sobre- segunda metade do século XX e graças
-exploração das à pesca industrial, inúmeras espécies
espécies marinhas de peixe têm sido sobre exploradas,
encontrando-se já em vias de extinção.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo III
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 75

TÓPICOS DE EXEMPLO DE RESPOSTA (cont.)


RESPOSTA (cont.) Esta dicotomia é visível no caso português.
De facto, Portugal é um país “à beira mar-
Desenvolvimento plantado”, com cerca de um milhar de
• Vantagens da quilómetros de costa, onde são capturadas
pesca: potencial centenas de espécies de peixes de qualidade
industrial e ímpar. Aqui, a pesca revela-se não apenas a
turístico principal fonte de subsistência dos pescadores,
• Consequências: mas também uma atividade com enorme
sobre-exploração potencial ao nível da economia e do turismo
ou esgotamento gastronómico.
das espécies Consequentemente, fruto talvez de políticas
marinhas desadequadas e do desconhecimento dos que
vivem da pesca, há já espécies de peixes que se
encontram totalmente exploradas, sobre-
-exploradas ou esgotadas.
SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO: Grupo III
CORREÇÃO DO TESTE FORMATIVO Manual, p. 75

TÓPICOS DE EXEMPLO DE RESPOSTA (cont.)


RESPOSTA (cont.) Como conciliar os interesses económicos e os
interesses ambientais? Parece-me que a solução
Conclusão poderá passar pelo desenvolvimento de um
• Conciliação de trabalho conjunto levado a cabo conjuntamente
interesses pelas instituições económico-políticas e pelas
económicos e associações ambientais, visando um
interesses desenvolvimento sustentável. Da cooperação
ambientais entre os dois tipos de instituições resultarão,
• Desenvolvimento sem dúvida, medidas favorecedoras de políticas
sustentável de pesca que, não prejudicando a atividade
piscatória e o turismo gastronómico, coíbam a
sobrepesca e a venda de peixes provenientes de
pescas ou viveiros insustentáveis.
(216 palavras)