Você está na página 1de 13

Síntese

Unidade 5

Poetas
contemporâneos
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Miguel Torga Eugénio de Andrade

Ana Luísa Amaral Manuel Alegre


Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Miguel Torga
Criação poética

Processo de entrega total, de


trabalho criativo, um misto de
esforço e de inspiração.

Vida

Poesia = e paixão pela criação artística

Liberdade
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Eugénio de Andrade
Criação poética

Exercício de aperfeiçoamento da
Mão surge frequentemente como
linguagem, como se se tratasse de
símbolo da criação poética.
um trabalho manual.

Recusa: o sentimentalismo mas também uma poesia de


pendor racionalista

Defende: a ideia de que a poesia deve valorizar a ligação


entre o Homem e a Natureza
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Eugénio de Andrade
Valores simbólicos presentes na sua poesia

Água Graciosidade; juventude; vida; universo do desejo; erotismo

Ave Angelismo; liberdade; inocência; fragilidade; pureza

Flor Fertilidade; “florir” é associado à criação poética

Fogo Sensualidade; luz

Fonte Harmonia entre o sonho e a vida

Frutos Amadurecimento; poesia

Luz Corpo; harmonia; esperança


Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Eugénio de Andrade
Valores simbólicos presentes na sua poesia

Mãos Comunhão; criação poética

Noite Plenitude

Rosa Mito materno

Terra Fecundidade; ruralidade; aprendizagem da vida

Voar Figuração do encontro amoroso

Ciclo do tempo vs. ciclo do Homem

Madrugada/manhã/ Primavera/verão/ Infância/adolescência/


tarde/noite outono/inverno vida adulta/velhice
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Ana Luísa Amaral


Criação poética

Algo que envolve muita paixão, um


misto de prazer e de angústia.

A autora recusa considerar a sua poesia feminista e tenta que a sua obra
não seja reflexo da sua biografia.
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

Manuel Alegre
Principais linhas temáticas

o presente a defesa da a revisitação


a pátria
histórico liberdade da História

Principais influências literárias


Luís de Camões Miguel Torga

Sophia de Mello
Trovadores medievais
Breyner 
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

REPRESENTAÇÕES DO CONTEMPORÂNEO

Eugénio de
 Tratamento do tema Natureza aproximando-o da ecologia
Andrade

 A igualdade de género
Ana Luísa Amaral
 O quotidiano

 Luta pela liberdade


Manuel Alegre  Denúncia dos horrores da Guerra Colonial antes e depois do
25 de Abril
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

TRADIÇÃO LITERÁRIA

 Cantigas de amigo (temática – a Natureza)


Miguel Torga
 Camões − Os Lusíadas (a condição humana)

Eugénio de
 Poesia trovadoresca (a Natureza, o bucolismo)
Andrade

 Tradição literária vs. subversão da tradição literária


Ana Luísa Amaral  Tradição literária (Camões − Os Lusíadas/Fernando
Pessoa/Petrarca)

 Camões (epopeia e poesia lírica)


Manuel Alegre
 Cantigas de amigo
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

FIGURAÇÕES DO POETA

 O poeta desiludido e inconformado com o mundo que o


Miguel Torga
rodeia

Eugénio de
 A infância/a figura materna
Andrade

Ana Luísa Amaral  A visão feminista da educação e do mundo

Manuel Alegre  O poeta como um ser empenhado socialmente


Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

ARTE POÉTICA

 O ato criativo é um processo doloroso que implica labor,


Miguel Torga esforço, verificando-se, por vezes, uma tensão entre inspiração
e laboração.

 A criação poética é um trabalho de apuramento da


Eugénio de
linguagem, semelhante ao trabalho oficinal, daí que a mão
Andrade
seja, por vezes, o símbolo da criação poética.

Ana Luísa Amaral  A criação é paixão – misto de prazer e de angústia.

 A poesia como arma ao serviço da denúncia e da liberdade


Manuel Alegre
– o poeta engagé.
Síntese - Unidade 5
Poetas contemporâneos

LINGUAGEM, ESTILO E ESTRUTURA

 Tom confessionalista
Miguel Torga  Expressividade das metáforas
 Irregularidade ao nível da métrica, da versificação e da rima
 Irregularidade ao nível da métrica, da versificação e da rima
Eugénio de  Ritmo e musicalidade excecionais (poesia próxima do canto)
Andrade  Linguagem fortemente polissémica, imagens, metáforas e
simbologias
Ana Luísa
Amaral  Musicalidade (poesia próxima do canto)

Manuel  Domínio das potencialidades expressivas da língua


Alegre  Sintaxe invulgar

Interesses relacionados