Você está na página 1de 12

PROCESSOS DE

FABRICAÇÃO
INDÚSTRIA DOPAPEL E CELULOSE
TURMA DE ENGENHARIA DE
PRODUÇÃO
Trabalho apresentado pelos alunos:

Fabricia Lima - 26158192


Igor
Jadiel Ramos
Leandro Alexandria

Ao Professor; Emerson Rodrigues, da Disciplina


Processos de Fabricação.

UNAMA
2020
INDÚSTRIA DO PAPEL DE CELULOSE
BREVE CONTEXTO...

 Recebe o nome de indústria de papel a instituição que serve para a


fabricação e manufatura de diferentes tipos de papéis. Esta
fabricação parte da transformação da matéria obtida das árvores
em celulose e, em seguida, se converte em folhas de papel que são
utilizadas na escrita comum. As indústrias de papel são fábricas de
grande tamanho, pois o processo e a manufatura do papel exigem
diferentes pontos de trabalho, costumam localizar-se nas periferias
da cidade como a maioria das fábricas. Essas indústrias são
instalações polêmicas, pois muitas delas utilizam produtos químicos
que são despejados no solo, na água ou no ar gerando diferentes
níveis de contaminação.
 As indústrias de papel utilizam como principal matéria-prima a
polpa obtida das árvores que se converte em celulose e depois em
folhas utilizadas como papel. As indústrias de papel foram desde a
criação da imprensa e especialmente após a Revolução industrial
no século XVIII, uma das indústrias mais importantes devido à
grande quantidade de papel que as sociedades atuais consomem.
O papel é produzido quase que completamente de materiais
orgânicos como a polpa em si, além de outros elementos têxteis e
vegetais que são usados para dar cor e textura.
INDÚSTRIA DO PAPEL DE CELULOSE
BREVE CONTEXTO...

 Mas, além disso, as linhas de produção de papel trabalham


com químicas para branquear e suavizar o papel final.
 Algumas indústrias de papel recebem diretamente os troncos
de árvores abatidos, enquanto que outras recebem a
matéria-prima obtida dos mesmos para depois serem
convertidas em papel. O processo de fabricação do papel é
realizado hoje em dia através de grandes máquinas, mas
historicamente também se realizava mediante o uso de força
animal ou de força hídrica. As grandes máquinas atuais
podem produzir placas de papel de 150 metros de
cumprimento e de 10 metros de largura, atuando a
uma velocidade de 100 quilômetros por hora. Estas placas
são produzidas e armazenadas em grandes rolos.
COMO FUNCIONA A INDÚSTRIA
DE PAPEL E CELULOSE?

 Para entender o cenário de crescimento da indústria, é


importante conhecer os processos de fabricação e os atores
interessados nessa cadeia de produção. Como muita gente
já sabe, o papel é feito a partir das fibras de celulose
retiradas da madeira. Os troncos são processados até que
essa fibra possa ser retirada e, posteriormente, trabalhada
para ser prensada, tornando-se folhas de papel ou
derivados, como embalagens e materiais de higiene.
 O setor abriga não só a produção de papéis como também
da celulose em si e de produtos de madeira, como pisos e
painéis que também são comercializados. Embora cada vez
mais automatizadas e otimizadas, essas fábricas demandam
uma quantidade de trabalhadores considerável e precisam
estar localizadas em regiões estratégicas em função do
espaço que ocupam e do acesso à matéria-prima.
MAS, COMO ANDA O SETOR NO
BRASIL?
 A boa notícia é que 2019 começou com entusiasmo no
setor. Isso, porque, em 2018, houve oscilações no setor em
função das instabilidades da política nacional e do câmbio
desfavorável. Ainda assim, mesmo em tempos de instabilidade,
houve um avanço de quase 13% na balança comercial e o ano
encerrou com fusões de grandes empresas, o que aponta para
uma credibilidade e confiança na área, assim como o
acirramento da competitividade.
 De acordo com o Ibá (Indústria Brasileira de Árvores), em 2018, o
crescimento na exportação de celulose foi de 11,5% em relação
ao ano anterior, 2017. Grande parte desse material vai para
China, Estados Unidos e Europa, fazendo do Brasil um dos
principais exportadores do produto no mundo e com alto grau de
competitividade.
 Já no caso do papel, a maioria da produção brasileira encontra
saída em outros países da América Latina, e o valor negociado
dos produtos obteve, ainda em 2018, um aumento de 13%.
Somadas as exportações do setor (papel, insumos, painéis de
MAS, COMO ANDA O SETOR NO
BRASIL?
 Esses valores representam 4,5% na balança de exportação
brasileira. Este é um número significativo para a economia
do país. Boa parte desses produtos vem da Bahia, Espírito
Santo e, principalmente, Mato Grosso do Sul, que são os
estados responsáveis pela maior produção de papel e
celulose do Brasil.
 Em 2019 os números continuam otimistas. Ainda de acordo
com o Ibá, a balança do primeiro trimestre de 2019 fechou
mais uma vez favorável. Foi registrado um saldo positivo de
US$ 2,496 bilhões, que significa 2,8% acima dos valores da
mesma época em 2018, indicando crescimento na área.
MAIORES EMPRESAS FABRICANTES DE PAPEL E CELULOSE DO BRASIL

 Suzano, unidade de Suzano, SP.


 Suzano, unidade Limeira, (localizado na cidade de limeira),
SP.
 Suzano, unidade Mucuri, BA.
 Westrock 3 Barras. Localizada na cidade de 3 Barras, SC.
 International Paper, unidade Mogi Guaçu, SP.
 International Paper, unidade Luiz Antônio, SP.
 Klabin Monte Alegre, localizada na cidade de Telêmaco
Borda, PR.
 Klabin Otacílio Costa, localizada na cidade de Otacílio Costa,
SC.
 Klabin Correia Pinto, localizada em correia Pinto, SC.
 Trombini Fraiburgo, na cidade catarinense de Fraiburgo, SC.
PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO
MITOS E VERDADES
PROCESSO DE RECICLAGEM

Você também pode gostar