Você está na página 1de 19

A CIÊNCIA NA ÉPOCA

DO EXPANSIONISMO
COLONIALISTA
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Unidade 1 – Século XVI: exploração material e transformação conceitual
Unidade 2 – Fundamentos bioquímicos e geoquímicos
Unidade 3 – Igualdades estequiométricas em processos biogeoquímicos
A disciplina apresenta os fundamentos da bioquímica e
da mineralogia articulados entre si pelo contexto
histórico do período do expansionismo colonialista, do
século XVI. Um período caracterizado por continuidades e
rupturas entre as ciências medieval, renascentista e
moderna (GOLDFARB, 1987).

Enquanto o Brasil produzia minério, açúcar e álcool


em meio a transformação gradual e constante, a Europa
mudava o conceito holístico de Universo para uma
natureza química da matéria. E a ciência escolástica
se atenta para a produção tecnológica (GOLDFARB, 1987).
Unidade 1 – Século XVI: exploração material
e transformação conceitual

1.1 A fonte de carboidratos da alimentação


no século XVI
Ao considerarmos a relação entre a Europa colonizadora e
Américas colonizadas, encontraremos práticas culturais e
intercâmbio de produtos de origem européia, indígena e africana.

A alimentação indígena nas Américas é marcada pela presença


de alimentos ricos em carboidratos. A mandioca, a
macaxeira, o milho e a batata são alimentos de primeira ordem.
Em segundo plano estavam o cará e os palmitos. O milho com
incontáveis variedades é presença menos marcante na
alimentação no Brasil e soberano na orla do Pacífico, no interior da
América Central e do Norte, sendo consumido tanto assado como
bebida.
Aspectos Conceituais:

O que é Química?
Química é a ciência que estuda a matéria,
sua estrutura, formação e as transformações
que ela sofre, levando em consideração a
energia envolvida em todo o processo.
A Química faz parte das Ciências da
Natureza e se concentra em observar
fenômenos, criar teorias para explicá-los e
modelos que os representem.
A Química para ser melhor compreendida foi subdividida
em vários ramos de estudos a saber: Química Geral,
Química Inorgânica, Química Analítica, Química
Orgânica, Físico-Química e Bioquímica.
O que é Bioquímica?

É a ciência (ou ramo) interdisciplinar que utiliza princípios e métodos


da Química na investigação das transformações que ocorrem nas
substâncias e moléculas provenientes de seres vivos e de seus
processos metabólicos; química biológica, química fisiológica.

A BIOQUÍMICA estuda as reações químicas e biológicas dos


organismos vivos. Tais reações são invisíveis a olho nu, mas têm
extrema importância para a vida. Elas estão presentes
especialmente nas células e nas biomoléculas – como proteínas,
glicídios, lipídios e ácidos nucleicos
O que são Carboidratos?

Os carboidratos, conhecidos também


como glicídios ou açúcares, são importantes
biomoléculas que constituem a base da nutrição dos
organismos não fotossintetizantes.
São compostos orgânicos constituídos de carbono,
hidrogênio e oxigênio
Possui a fórmula geral (C.H2O)n.

Eles podem ser definidos como poliidroxialdeídos ou


poliidroxicetonas ou ainda substâncias que liberam esses
compostos quando sofrem o processo de hidrólise (quebra
de uma molécula por água).
Exemplos de Carboidratos?
Alguns exemplos de carboidratos simples são: balas,
mel, açúcar, macarrão, pão francês e arroz branco.

Alguns exemplos de carboidratos complexos são: arroz


integral, aveia, batata-doce e mandioca.
Função dos Carboidratos?

Os carboidratos são as biomoléculas mais predominantes no


planeta e exercem as mais variadas funções. Dentre elas,
destacam-se seu papel energético, sua atuação na
composição dos ácidos nucleicos (DNA e RNA), das paredes
celulares e da carapaça dos insetos e a participação em
processos de
Classificação interação célula-célula.
dos
Carboidratos?
Temos basicamente três tipos de
carboidratos:
-Monossacarídeos
-Oligossacarídeos
-Polissacarídeos
Monossacarídeos
• Os monossacarídeos dividem-se em Aldoses e Cetoses.
• São incolores, sólidos cristalinos solúveis em água e
insolúveis em solventes apolares.
• Não geram carboidratos mais simples por hidrólise.

aldeído

cetona

Cetose
Aldose

9
Os monossacarídeos são açúcares muito simples, e seus
principais representantes são a glicose (fabricada pelos
vegetais durante a fotossíntese), a frutose (encontrada no
mel) e a galactose (presente no leite).
Continuação dos Aspectos
Conceituais:
O QUE É UMA REAÇÃO QUÍMICA?
É processo de mudanças químicas, onde ocorre a conversão de
uma substância, ou mais, em outras substâncias.

A + B C + D

REAGENTES PRODUTOS

Sódio + Água Hidróxido de Sódio + Hidrogênio

Na + H2O NaOH + H2

As reações químicas estão classificadas em:

- Normais: Eletrosfera;

- Nucleares.
LEI DA CONSERVAÇÃO DAS MASSAS

A massa total de uma reação química é constante. Os átomos


não são criados nem destruídos em uma reação química,
simplesmente eles mudam de parceiro.
Como os átomos não são criados nem destruídos em uma
reação química, os químicos multiplicaram as fórmulas por fatores
para mostrar o mesmo número de átomo de cada elemento em
cada lado da reação. Este artifício matemático é conhecido como
BALANCEAMENTO.

EQUAÇÃO NÃO BALANCEADA


Na + H2O NaOH + H2

2Na + 2H2O 2NaOH + H2 EQUAÇÃO BALANCEADA

COEFICIENTE ESTEQUIOMÉTRICO
Em uma equação química representa-se os estados físicos de cada reagente e
produto.

(s) – Sólido; (l) – Líquido; (g) – Gasoso; (aq) – Aquoso;

2 Na(s) + 2 H2O(l) 2 NaOH(aq) + H2(g)

Para indicar que a reação requer calor (Temperatura) utiliza-se a letra grega Δ.

CaCO3 (s) Δ CaO(s) + CO2(g)

Para indicar que a reação precisa de um catalisador utiliza-se a fórmula do


catalisador sobre a flecha da reação.

2 SO2 (g) + O2 (g) V2O5


2 SO3(g)
Uma equação química balanceada simboliza as mudanças qualitativas e
quantitativas que ocorrem em uma reação química. Os coeficientes
estequiométricos nos dão os números relativos de mols dos reagentes e
produtos que fazem parte de uma reação.

BALANCEAMENTO

Os coeficientes estequiométricos são utilizados para mostrar que os átomos não são
criados nem destruídos.

As equações químicas podem ser balanceadas por dois métodos:

- Ácido base – sem transferência de elétrons. Por tentativa;

- Redox – ocorre a transferência de elétrons. Reações de Oxidação e Redução;


Balanceamento por Tentativa:

Muitas equações podem ser balanceadas por tentativa.

Exemplo: O butano (C4H10) é um dos ingrediente do gás natural. Ele queima na


presença de oxigênio (O2) para formar dióxido de carbono (CO2) e água (H2O). Para
montarmos a equação balanceada para esta reação, primeiro devemos escrever a
equação principal.

C4H10(g) + O2(g) CO2(g) + H2O(l)

Iniciar com a fórmula que tem o maior número de átomos ou maior número de
elementos diferentes.

C4H10(g) + O2(g) 4 CO2(g) + 5H2O(l)

Os átomos de Oxigênio são os únicos que não estão balanceados a esquerda


da equação.
C4H10(g) + 13/2 O2(g) 4 CO2(g) + 5 H2O(l)

Para remover a fração basta multiplicar todos os coeficientes estequiométricos


por 2.

2 C4H10(g) + 13 O2(g) 8 CO2(g) + 10 H2O(l)

Exercício 1: Balancear a equação química que representa a queima do gás


hidrogênio (H2) em presença de (O2) para formar água.

H2 (g) + O2(g) H2O(l)


Exercício 2: Balancear a equação química que representa a queima do gás metano
(CH4) em presença de (O2) para formar dióxido de carbono e água.

CH4 (g) + O2(g) CO2(g) + H2O(l)

Exercício 3: Balancear a equação química abaixo:

Al(l) + BaO(s) Δ Al2O3(s) + Ba(l)


REAÇÕES DE OXIRREDUÇÃO

Uma reação de Oxirredução é a combinação de uma reação de oxidação e uma


reação de redução. Reações como a combustão, a corrosão, a fotossíntese, o
metabolismo do alimento e a extração dos metais dos minérios são reações de
oxirredução.

2 Mg(s) + O2 (g) 2 Mg2+(s) + 2 O2-(s) (forma 2 MgO(s))

O átomo de magnésio (Mg) sofreu oxidação em presença do oxigênio (O2), ou seja,


dois elétrons do átomo de Mg foram transferidos para o átomo de O. Desta forma, o
Mg sofreu oxidação e o O redução.

Mg(s) + Cl2 (g) MgCl2 (s)

Nesta reação o átomo de magnésio (Mg) também sofreu oxidação, porém, em


presença do gás cloro (Cl2). Os dois elétrons do Mg foram transferidos para cada
átomo de Cl. Desta forma, o Mg sofreu oxidação e o Cl redução.
Para encerrar:

Uma dona de casa resolveu preparar um bolo de laranja e utilizou 2 colheres


de açúcar mascavo, pois afirmava que era um açúcar isento de química. A
dona de casa está certa na sua afirmação?

E-mail:
marceldamascenoribeiro@gmail.com