Você está na página 1de 31

INSTITUTO SUPERIOR DOM

BOSCO

MÓDULO III

SEGURANÇA E HIGIENE NO
TRABALHO
O que é segurança e

higiene no trabalho?
Segurança no trabalho

Conjunto de medidas que são adoptadas


visando minimizar os acidentes de
trabalho, doenças ocupacionais, bem
como proteger a integridade e a
capacidade de trabalho do trabalhador.
higiene no trabalho

Actividade que propõe combater, do ponto de


vista não médico, as doenças profissionais,
identificando os factores que podem afectar o
ambiente do trabalho e o trabalhador,
visando eliminar ou reduzir os riscos
profissionais.
Responsáveis pela segurança

e higiene no trabalho?
Os protagonistas de uma boa segurança
e higiene no trabalho são as empresas e
o trabalhador.

É absolutamente necessário que cada pessoa


que intervenha na actividade laboral, tenha
plena consciência de que, tanto o acidente
de trabalho, como a doença profissional,
podem e devem evitar-se seguindo as regras
de segurança e higiene no trabalho.
A importância da segurança

e higiene no trabalho.
O sucesso de um sistema produtivo passa
inevitavelmente pela qualidade das
condições de trabalho que proporciona
aos recursos humanos que nele
colaboram. Nesta perspectiva, a melhoria
da produtividade e da competitividade
das empresas passa necessariamente, por
uma intervenção no sentido da melhoria
das condições de trabalho.
Foi necessário muito tempo para que se
reconhecesse até que ponto as
condições de trabalho e a produtividade
se encontram ligadas.

Em caso de desrespeito das normas de


segurança e higiene no trabalho a
produtividade da empresa pode ser
afectada por:
 Interrupções da produção;

 Danos materiais;

 Atraso na execução do trabalho;


Por outro lado, a produtividade da
empresa também é afectada pela
conjugação de dois aspectos
importantes.
 Um meio ambiente de trabalho que exponha
os trabalhadores a riscos profissionais
graves (causa directa de acidentes de
trabalho e de doenças profissionais);

 A insatisfação dos trabalhadores face a


condições de trabalho que não estejam em
harmonia com as suas características físicas
e psicológicas.
O que é acidente?

Acontecimento imprevisto, casual, que


resulta em ferimento, dano, estrago,
prejuízo, avaria, ruína, etc.
Acidente de Trabalho

Acidente do trabalho é o que ocorre pelo


exercício do trabalho a serviço da empresa,
provocando lesão corporal ou perturbação
funcional que cause a morte, a perda ou
redução da capacidade para o trabalho,
permanente ou temporária.

Os acidentes, em geral, são o resultado de


uma combinação de factores, entre os quais
se destacam as falhas humanas e falhas
materiais
O acidente de trabalho deve-
se geralmente a dois factores

Acto inseguro – é o
acto praticado pelo
homem, em geral
consciente do que
está fazendo, que
está contra as normas
de segurança.
Exemplos de actos inseguros
 Subir em telhado sem cinto de segurança contra
quedas;
 Ligar tomadas de aparelhos eléctricos com mãos as
molhadas;
 Ficar junto ou sob cargas suspensas;
 Lubrificar, ajustar ou limpar máquinas em
movimento;
 Improvisar ou fazer mau uso de ferramentas
manuais;
 Usar dispositivos de segurança inutilizados;
 Não usar equipamento de segurança individual;
 Manusear incorrectamente produtos químicos;
 Transportar ou empilhar inseguramente;
 Fumar ou usar chamas em lugares indevidos;
 Fazer brincadeiras ou exibicionismo nas máquinas.
Condições inseguras - é a condição do
ambiente de trabalho que oferece perigo e ou
risco ao trabalhador.
São exemplos de condições
inseguras
 Instalação eléctrica com fios desencapados;
 Máquinas em estado precário de
manutenção;
 Andaime de obras de construção civil feitos
com materiais inadequados;
 Falta de protecção em máquinas e
equipamentos;
 Passagens perigosas;
 Iluminação inadequada;
 Ventilação inadequada;
 Escassez de espaço;
 Má arrumação;
 Chão sujo, escorregadio, com óleo e graxa;
 Falta de protectores individuais.
Doenças profissionais

Doenças profissionais são aquelas que


são adquiridas na sequência do
exercício do trabalho em si.
Causas frequentes de
acidentes

de trabalho e sua
prevenção
Manejo de objectos

O manejo de objectos ou cargas mais ou


menos pesadas em más condições ou de
forma inadequada.

Por exemplo, quando você pretende levantar


um peso, deve realizar o esforço com os
músculos das pernas, e não com os músculos
das costas.
Correcto

Incorrecto
Queda de pessoas
Entaladelas
Queda de objectos
Substâncias perigosas
ou prejudiciais à saúde

Como substâncias perigosas pode-se citar


os produtos inflamáveis, os produtos
tóxicos e as substâncias corrosivas. A
protecção contra estes riscos exige em cada
caso, o estudo de medidas de precaução a
tomar para evitar acidentes.
Pancadas com objectos
Segurança no posto de
trabalho.

Significado e importância da
prevenção
A Prevenção é certamente o melhor processo
de reduzir ou eliminar as possibilidades de
ocorrerem problemas de segurança com o
trabalhador. A prevenção consiste na
adopção de um conjunto de medidas de
protecção, na previsão de que a segurança
física do operador possa ser colocada em
risco durante a realização do seu trabalho.
Alguns princípios de prevenção
na área da Higiene e Segurança
industrial

Tal como se verifica no domínio da segurança,


a prevenção mais eficaz em matéria de higiene
industrial exerce-se, também, no momento da
concepção do edifício, das instalações e dos
processos de trabalho, pois, todo o
melhoramento ou alteração posterior já não
terá a eficácia desejada para proteger a saúde
dos trabalhadores e será certamente muito
mais dispendiosa.
As operações perigosas as que originam
a poluição do meio ambiente ou causam
ruído ou vibrações e as substâncias
nocivas, susceptíveis de contaminar a
atmosfera do local de trabalho devem
ser substituídas por operações e
substâncias inofensivas ou menos
nocivas.

Quando se torna impossível instalar um


EPC, é necessário recorrer a medidas
complementares de organização do
trabalho, que, em certos casos, podem
comportar a redução dos tempos de
exposição ao risco.
Quando as medidas técnicas colectivas
e as medidas administrativas não são
suficientes para reduzir a exposição a
um nível aceitável, deverá fornecer-se
aos trabalhadores um EPI apropriado.

Salvo casos excepcionais ou específicos de


trabalho, não deve considerar-se o
equipamento de protecção individual como o
método de segurança fundamental, não só
por razões fisiológicas mas também por
princípio, porque o trabalhador pode, por
diversas razões, deixar de utilizar o seu
equipamento.
Redução dos riscos de
acidente. Prioridades

 Eliminação do risco ,
 Neutralização do risco ,
 Sinalização do risco.