Você está na página 1de 24

Recursos Trabalhistas

Teoria Geral dos Recursos


1) Nomenclatura:
Origem (latim): Recursus

Meios de Impugnação de
Decisões:
a) Ações Autônomas de Impugnação
b) Recursos
c) Sucedâneo Recursal: Reexame
necessário

2
2) Conceito:
“Recurso é meio processual que a lei
coloca à disposição das partes, do
Ministério Público e de um terceiro, a
viabilizar, dentro da mesma relação
jurídica processual, a anulação, a
reforma, a integração ou o
aclaramento da decisão judicial
impugnada”.

(Nelson Nery Junior)


3
“Recurso é o direito que a parte vencida e
o terceiro possui de, na mesma relação
processual, e atendidos os
pressupostos de admissibilidade,
submeter a matéria contida na decisão
recorrida a reexame, pelo mesmo órgão
prolator, ou por órgão distinto e
hierarquicamente superior, com o
objetivo de anulá-la, ou de reformá-la
total ou parcialmente”.

(Manoel Antônio Teixeira Filho)


4
3) Fundamentos do
Recurso:
Falibilidade humana
Inconformismo do ser humano
Possibilidade de reforma, reanálise da
decisão monocrática por um Tribunal
competente, ou pelo mesmo órgão (no
caso de ED).
Possibilidade de aprimoramento da
decisão judicial

5
4) Natureza Jurídica dos
Recursos:
2 correntes:
1ª) Prolongamento do Direito de Ação:
(mesma relação processual, necessidade
de preencher as condições da ação)

2ª) Ação Autônoma de Impugnação: cria


uma nova RJP. (leva em consideração os
recursos interpostos por terceiro
prejudicado e/ou MP) (minoritária)

PS: MS, Rescisória, ETerceiro, e EDevedor


6
5) Classificação: (Lúcio Rodrigues de
Almeida)

1) Autoridade: próprios e impróprios

2) Matéria: ordinário ou extraordinário

3) Extensão: total ou parcial

4) Forma: principal ou adesivo ( S. 283,


TST)

7
Princípios nos Recursos
Trabalhistas
1. Duplo Grau de Jurisdição:
 Assegura o direito ao reexame de mérito, em regra,
por um órgão colegiado e hierarquicamente
superior.
- Previsão Legal? Princípio implícito na CF. Art. 8º, §10º
da Convenção Americana de DH – ratificada pelo BR.

 Exceções:
 Art. 102, I da CF: Competência Originária do STF
(ADI e ADC)
 Dissídio de Alçada (Art. 2º da Lei 5584/70).
 S. 303, TST: remessa necessária. Não é recurso
 Súmula 640 do STF: “É cabível recurso extraordinário
contra decisão proferida por juiz de primeiro grau nas
9 causas de alçada, ou por turma recursal de juizado
2. Princípio da Taxatividade
dos RT:
A Lei é taxativa quanto aos recursos
cabíveis na JT: Art 893 e 897-A da CLT + Art. 22,
I da CF (Competência da União)
a) RO (Art. 895, CLT)
b) RR (Art. 896, CLT)
c) ED (Art. 897-A, CLT)
d) ETST (Art. 894, CLT)
e) Ag. de Petição (Art. 897, CLT)
f) Ag. de Instrumento (Art. 897, CLT)
g) Ag. Regimental (Art. 709, § 1º da CLT + Art. 9º, p.ú
da L. 5584/70)
h) Pedido de Revisão (, art. 2º, § 1º, da Lei 5584/70)
PS: S. 283, TST – Recurso Adesivo
10
3. PRINCÍPIO DA
UNIRRECORRIBILIDADE
Cada decisão tem um recurso específico.

“No DPT não se admite duplicidade de


recursos ao mesmo tempo. Os recursos devem
ser interpostos sucessivamente, e não
simultaneamente”. (Wilson de Souza Campos
Batalha)

 Não há violação ao Princípio:


 Quando há sucumbência recíproca e ambas as partes
interpõe recursos da mesma espécie.
11Diante da oposição de ED.
4. PRINCÍPIO DA
FUNGIBILIDADE:
 Permite que o Tribunal conheça do recurso
erroneamente interposto com se fosse o correto.

 Requisitos:
 dúvida objetiva sobre o recurso cabível
 inexistência de erro grosseiro ou má-fé (OJ 152 da
SDI-2 do TST)
 Prazo do recurso correto

Ex¹: OJ nº 69 da SDI-2, TST: RO interposto contra despacho


monocrático indeferitório da petição inicial de ação rescisória
ou de mandado de segurança pode, pelo princípio de
fungibilidade recursal, ser recebido como agravo
regimental.
12
Ex²: Súmula nº 421, II do TST: ED  Ag
5. PROIBIÇÃO DA REFORMATIO IN
PEJUS :

 O recurso deve melhorar a situação vivida pelo


recorrente, não podendo trazer situação mais
prejudicial daquela existente antes da sua
insurgência.

 “Tantum devolutum quantum appellatum”

 Exceção: questões de ordem pública (Art. 337,


NCPC)

13
6. IRRECORRIBILIDADE IMEDIATA DAS
DI:
Art. 893, 1º da CLT – “Os incidentes do processo são
resolvidos pelo próprio Juízo ou Tribunal, admitindo-se a
apreciação do merecimento das decisões interlocutórias
somente em recursos da decisão definitiva”.

EXCEÇÕES:
 Art. 2º da Lei 5.584/70: Pedido de Revisão, em 48h, ao Presidente
do Tribunal (da decisão do juiz que fixa o valor da causa)
 S. 214, a, TST : Decisão de TRT contrária Súmula ou OJ do TST.
 S. 214, b, TST: Decisão suscetível de impugnação mediante
recurso para o mesmo Tribunal. (AReg., Embargos no TST)
 S. 214, c, TST c/c Art. 799, §2º da CLT: Quando a DI for
teminativa do feito (acolher a exceção de incompetência e remete
os autos a TRT diverso do juízo excepcionado) e tb no caso de DI que
acolhe a incompetência da JT.

PS: Decisão que concede tutela antecipada antes da sentença


14
cabe MS.
URGÊNCIA:
 Tutela Antecipada: Visa antecipar o provimento final
 Tutela Cautelar: Visa assegurar o resultado útil da ação

Súmula 414 do TST: MANDADO DE SEGURANÇA. ANTECIPAÇÃO


DE TUTELA (OU LIMINAR) CONCEDIDA ANTES OU NA SENTENÇA
I - A antecipação da tutela concedida na sentença não
comporta impugnação pela via do mandado de segurança, por ser
impugnável mediante recurso ordinário. A ação cautelar é o meio
próprio para se obter efeito suspensivo a recurso.
II - No caso da tutela antecipada (ou liminar) ser concedida
antes da sentença, cabe a impetração do mandado de
segurança, em face da inexistência de recurso próprio.
III - A superveniência da sentença, nos autos originários, faz perder
o objeto do mandado de segurança que impugnava a concessão da
tutela antecipada (ou liminar).

15
Efeitos dos Recursos
1) EFEITO DEVOLUTIVO: (Art. 899, CLT) refere-se a possibilidade
de submeter a matéria recorida a novo julgamento - “tantum devolutum
quantum apellatum”.
 Extensão ou Horizontal: O tribunal somente poderá reexaminar
a matéria impugnada. (Art. 1.013, §1º NCPC: “A apelação devolverá ao
tribunal o conhecimento da matéria impugnada”).
 Profundidade ou Vertical: Art.1.013,§§ 1º e 2º, NCPC e S. 393, TST

Súmula 393, TST. RECURSO ORDINÁRIO. EFEITO DEVOLUTIVO


EM PROFUNDIDADE. ART. 1.013, § 1º, DO CPC/2015. ART. 515, § 1º,
DO CPC/73.  (nova redação em decorrência do CPC/2015) – Res.
208/2016, DEJT divulgado em 22, 25 e 26.04.2016
I - O efeito devolutivo em profundidade do recurso ordinário, que se
extrai do § 1º do art. 1.013 do CPC de 2015 (art. 515, §1º, do CPC
de 1973), transfere ao Tribunal a apreciação dos fundamentos da
inicial ou da defesa, não examinados pela sentença, ainda que não
renovados em contrarrazões, desde que relativos ao capítulo
impugnado.
17
(cont. S. 393, TST) (…)
II - Se o processo estiver em condições, o tribunal, ao julgar
o recurso ordinário, deverá decidir desde logo o mérito da
causa, nos termos do § 3º do art. 1.013 do CPC de 2015,
inclusive quando constatar a omissão da sentença no
exame de um dos pedidos.

2) EFEITO TRANSLATIVO: Consiste na


possibilidade de o Tribunal conhecer de
matérias não tratadas no recurso. Ex:
Questões de ordem pública. (Art. 485, §3º e Art.
337, §5º do NCPC)

18
3) EFEITO SUSPENSIVO: consiste em adiar a
produção dos efeitos da decisão impugnada até o
trânsito em julgado da decisão, ou seja, o efeito
suspensivo tem o condão de impedir o início da
execução provisória, que vai até a Penhora (somente
atos de constrição).

PS: Os Recursos Trabalhistas são dotados, em regra,


só do efeito devolutivo (Art. 899 da CLT).

 Exceções:
1) Recursos em Dissídio Coletivo (art. 14, Lei 10.192/2001–
Recurso de sentença normativa poderá ter efeito suspensivo,
conferido pelo Presidente do TST que deverá estabelecer a medida e
extensão deste efeito). S. 279, TST.
2) RO em âmbito de ACP (Art. 14, Lei 7347/85: O juiz poderá
conferir efeito suspensivo aos recursos, para evitar dano irreparável
19 à parte).
4) EFEITO REGRESSIVO: possibilidade de o
próprio órgão que proferiu a decisão retratar-se.
(Art. 331 e 332, §3º do NCPC)
É um efeito típico dos agravos no Processo do
Trabalho: AI e AReg.

5) EFEITO SUBSTITUTIVO: a decisão


recorrida é substituída no que for objeto do
recurso pelo acórdão do Tribunal ad quem. Não se
aplica quando o recurso não for conhecido.

Art. 1.008, NCPC: O julgamento proferido pelo


tribunal substituirá a sentença ou a decisão
recorrida no que tiver sido objeto de recurso.
20
6) EFEITO EXTENSIVO: Alarga os efeitos do
recurso para outras pessoas.
 Ex.¹: Art. 1.005, NCPC, que versa que o recurso
de um dos litisconsortes é aproveitado pelos
demais. (Súmula 128, III, do TST); (Ex.²: Art.
1.026, NCPC que trata do efeito interruptivo dos
embargos declaratórios).

7) EFEITO DIFERIDO: Ocorre quando para a


apreciação de um recurso, outro também
precisar ser apreciado.
Ex.: Recurso Adesivo no PT
21
Questão 1:
 Maria, desejando desconstituir a acórdão proferido
pelo TRT da 4º Região um ano após a sua prolação
propôs Ação Rescisória no respectivo TRT que foi
julgada improcedente. Desejando recorrer desta
decisão, interpôs Recurso de Revista ao TST.
 O Tribunal Superior do Trabalho não conheceu o
recurso por entender que o recurso correto seria o
Recurso Ordinário.
 Com base na narrativa acima, explique se o
posicionamento do TST está correto ou não.
Fundamente a sua resposta nos princípios
aplicáveis ao Processo do Trabalho estudado em
sala de aula.
 R:
22
Questão 2:
Joaquim dirigente sindical, foi dispensado sem justa
causa. Por saber que era detentor de estabilidade no
emprego, ingressou com RT pedindo em sede de tutela
antecipada para que fosse reincorporado ao quadro de
funcionários da empresa. O Juiz, por entender trata-se
de direito incontroverso, concedeu o pedido
liminarmente. Pregunta-se:
1) Essa decisão se submete a regra da irrecorribilidade
das decisões interlocutórias na JT? Existe alguma
forma de impugnar essa decisão? R:
2) e a sentença confirmar a tutela antecipada qual a
conseqüência jurídica para a parte sucumbente? R:
3) Se a tutela antecipada fosse concedida na sentença,
qual seria a forma correta para impugnar essa
23
decisão? R:
Questão 3:
( Prova: FCC - 2013 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) – Técnico
Judiciário - Área Administrativa / DPT/Recursos; ). Das
decisões proferidas nos processos que tramitam na
Justiça do Trabalho cabem recursos que serão
interpostos por simples petição, conforme previsão
contida na Consolidação das Leis do Trabalho. Como
regra geral, os recursos trabalhistas terão:
a) efeito meramente devolutivo. (Art. 899, CLT)
b) efeito meramente suspensivo.
c) efeitos arbitral e fungível.
d) efeitos suspensivo e devolutivo.
e) efeitos retributivo e discricionário.
24