Você está na página 1de 10

TAYLORISMO

VIDA E OBRA DE TAYLOR

 Taylor foi o iniciador da eficiência industrial, sendo


chamado, com inteira justiça, o "pai da organização
Científica do trabalho". Contribuiu de forma eficaz
para o desenvolvimento industrial do Século XX.
 Alguns biógrafos afirmam que Taylor era tão estudioso
que, não pode realizar a sua ambição de tornar-se
advogado, por haver arruinado a vista nos estudos.
Mas parece que seus preparativos não foram
brilhantes e que por uma ou outra razão, abandonou
os livros aos dezoito anos. Obrigado a desistir da
idéia de estudar, entrou para uma oficina mecânica,
perto de sua casa, onde, como aprendiz, trabalhou em
máquinas-ferramentas e na fabricação de modelos.
RECURSOS DE TAYLOR
 Rendimento diário aceitável.

 Baixar os salários daqueles que se recusavam


melhorar a produção.

 Reduzir o preço do trabalho por peça.

 Admitir operários novos, ensinando-lhes


pessoalmente os processos a serem seguidos.

 Concretizar a promessa de que uma vez


terminado o treinamento, continuariam a
produzir do mesmo modo.
TAYLOR AOS 23 ANOS;
INSERIU OS PROCESSOS
CIENTÍFICOS.
 Inventou um novo método de corte de aço.

 Introduziu no trabalho o método de observação e


experimentação.

 Conseqüência: Aumento da Produtividade.


EM MARÇO 1915.
 Contraiu uma doença e morreu.

O que Taylor nos deixou?

 Com a obra de Taylor a produção econômica


recebe uma nova base, tentou reduzir cada
arte manual, movimentos elementares que
pudessem ser cronometrados, descritos e
ensinados a qualquer pessoas.
PRIMEIROS ESTUDOS
ESSENCIAIS DESENVOLVIDOS
POR TAYLOR
 Instruções sistemáticas e adequadas aos
trabalhadores.

 Planejamento e atuação dos processos.

 Estabelecia a co-partição entre o homem e o


trabalho.

 Autocontrole das atividades desenvolvidas e às


normas procedimentais.
METODOLOGIA DO
ESTUDO
 Observou o trabalho dos Operários.

 Administração tratada como ciência.

 Rendimento do serviço do operariado.

 Qualificar o trabalhador.
ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO
TRABALHO
 Análise do trabalho e estudo dos tempos e
movimentos.
 Estudo da fadiga humana.

 Divisão do trabalho e especialização do operário.

 Desenho de cargos e tarefas.

 Incentivos salariais e prêmios por produtividade.

 Condições de trabalho.

 Padronização.

 Supervisão funcional.

 Homem econômico.

 Pagamento diferenciado para quem produzia


acima de um certo padrão.
PRINCÍPIOS DA
ADMINISTRAÇÃOCIENTÍFICA

Princípio do planejamento

Princípio da preparação dos trabalhadores

Princípio do controle

Princípio da execução.
MUITO

Obrigada.

Você também pode gostar