Você está na página 1de 33

Reconciliação medicamentosa

Farm. Karine Dal Paz


Bolsista Juçara Vercelino
Introdução

 Inúmeras comorbidades e
polifarmácia;

 Envelhecimento da população;

 Ocorrência de eventos adversos


a medicamentos (EAM).

(Knez et al, 2011)


Introdução

 Admissão hospitalar
 Uma discrepância confirmada entre o histórico de
medicamentos de uso crônico e a prescrição de admissão
hospitalar em 67% dos pacientes internados
 Cerca de 60% destes podem causar dano a saúde.

Tam el tal (2005).


Introdução
 Causas de ocorrência de EM e EAM
 falha na comunicação durante a transferência entre
unidade de saúde entre a equipe multidisciplinar
 coleta ineficaz da história medicamentosa,
 pode causar discrepâncias entre os medicamentos
que o paciente fazia uso em casa com os que
estão prescritos na internação.
Introdução
 Discrepâncias não intencionais;
 Discrepâncias intencionais;
 Ex: mudança na farmacoterapia devido as condições
clinicas e a diferentes objetivos terapêuticos de cada
tratamento.

(Knez et al, 2011).


Introdução
 Definição:
 Processo de obtenção e manutenção de uma lista
completa e precisa sobre os medicamentos de uso
vigentes dos pacientes através das diferentes
unidades de saúde por onde ele passa.

Geurts et al, 2012


Introdução
 Etapas:
 desenvolver uma lista de medicamentos atuais;
 desenvolver uma lista de medicamentos prescritos
na internação;
 comparar os medicamentos das duas listas;
 tomar decisões clínicas com base na comparação;
 comunicar a nova lista adequada para cuidadores
e para o paciente

(The Joint Commission, 2006).


Ferramentas
 Ficha de coleta de dados;
 Entrevista;
 Prontuário.
Exemplos: Clínica Cirúrgica
 Pacientes com elevado número de comorbidades e
medicamentos de uso contínuo;
 medicamentos de uso contínuo X medicamentos da
internação;
 Necessidade: interação Farmacêutico – Paciente –
Equipe Médica e Multidisciplinar = Harmonização;

Aula estagiário Leandro Pereira Ribeiro (2012)


Paciente M.O.B.F.
 Sexo Feminino;
 53 anos;
 Comorbidades: LES, HAS, IAM;
 Diagnóstico de internação: colangite;
 Paciente com duas receitas médicas:
InCor e IC.
M.O.B.F. 53
Não Relata Recebe em Casa
10
15/03/2012

Antes
AAS 100mg X do HAS Dia anterior a
internação S Duplicado
almoço

Antes Dia anterior a


Clopidogrel 75mg X do HAS internação S Duplicado
almoço

Quando Não lembra


Carbonato Ca 1g
Lembra
Antiácido S Não Aderência

Dia da
Metformina 850mg X X X HAS internação S Duplicado

Dia da
Prednisona 20mg X HAS internação S Duplicado

Parou de
Cloroquina 250mg LES Tomar N Redundância
Hidroxi-
400mg X LES Dia da
internação S Redundância
cloroquina
M.O.B.F. 53
Não Relata Recebe em Casa
10
15/03/2012

Enalapril 20mg
X X HAS Dia da
S Duplicado
internação

Dia da
Amlodipino 5mg X HAS internação S Duplicado

Gastrite Dia da
Omeprazol 40mg 2 2 Medicamentosa internação S Duplicado

Dia da
Danazol 100mg 3 3 internação S

Dia da
Propranolol 40mg
X HAS internação S Duplicado

Líptor Parou de Não Aderência


20mg HAS Tomar N
Atorvastatina Redundância

Parou de
Redundância
Sinvastatina 40mg HAS S
Tomar
Não Aderência
M.O.B.F. 53
Não Relata Recebe em Casa
10
15/03/2012

Dia da
Clortalidona 12,5mg X HAS internação S Duplicado

Glibenclamida 5mg X Glicemia Dia da


internação N c
Exemplos:
 Próximo passo:
Paciente M.O.B.F.
 Condutas adotadas:
1. Entrevista com a paciente para averiguar qual das
receitas seguia e os medicamentos que tomava;
2. Inclusão/Exclusão de medicamentos juntamente
com o médico;
3. Não tomava sinvastatina/atorvastatina – Não sabia a
utilidade – orientada sobre a função e da
importância e aconselhada a conversar com o
médico com quem faz acompanhamento.
Paciente M.S.A.
 Sexo masculino;
 66 anos;
 Comorbidade: HAS;
 Diagnóstico de internação:
colicistectomia.
M.S.A. 66
Não Relata Posto de Saúde / Compra
05
03/04/2012

AAS 100mg HAS Dia da c


X internação N

½ ½ Dia da
Atenolol 50mg Comp Comp
HAS internação S

½ Receita Dia da Não-Padronizado


Atorvastatina 20mg
Comp 2 HAS internação S
d
Gastrite Dia da
Omeprazol 20mg X Medicamentosa internação S

½ ½ Dia da
Enalapril 20mg
Comp Comp
HAS internação S
½
Clonazepan 2mg Comp Sedativo Dia da
N c
internação
S/N

½
Varfarina 5mg Comp
Anticoagulante Dia da
internação N c
Paciente M.S.A.
 Condutas adotadas:
1. Medicamento não-padronizado: alteração
de atorvastatina para sinvastatina;
2. Identificação de subdose: tomava
atorvastatina do mesmo modo que o
atenolol;
3. Retirada dos medicamentos para a
cirurgia (médico): AAS, varfarina.
Paciente C.P.O.
 Sexo feminino;
 89 anos;
 Comorbidades: HAS (+ Doença de
Chagas?), Internação Psiquiátrica;
 Diagnóstico de Internação:
colecistectomia;
 Déficit auditivo e mental: entrevista com
cuidador.
C.P.O. 89
Não Relata Posto de Saúde / Compra
10
13/04/2012

Donepezila 10mg Alzheimer Dia anterior a S Não-Padronizado


X internação

Dia anterior a
Sinvastatina 20mg X Hipercolesterolemia internação S

2 Dia anterior a
Dipirona 500mg
Comp
Se dor internação S

5mg ½ Transtorno Dia anterior a Não-Padronizado


Olanzapina Comp Psiquiátrico S
internação

20mg Dia anterior a


Enalapril X X HAS internação S

Clonazepan Dia anterior a


6,25mg X X Tranquilizante
internação S

Divalproato Transtorno
250mg 2 2 Psiquiátrico
Dia anterior a
S
de Sódio internação
Paciente C.P.O.
 Condutas adotadas:
1. Entrevista com os cuidadores –
Pessoalmente e por telefone;
2. Verificação das embalagens dos
medicamentos (lote/validade
cortados);
3. Medicamentos não-padronizados.
Paciente B.F.
 Sexo Feminino;
 63 anos;
 Comorbidades: HAS, depressão,
anemia;
 Diagnóstico de internação:
Colicistectomia.
B.F. 64
Não Relata Posto de Saúde / Compra
05
28/03/2012

Verapamil 10mg X X HAS Manhã da


internação S

Nifedipina X HAS Manhã da


20mg
internação S

Omeprazol 20mg X Gastrite


Medicamentosa
Manhã da
internação S

Losartana 50mg X X X HAS Manhã da


internação S

Dia anterior a
Clonazepan 2mg X Antidepressivo internação S
Sacarato de
hidróxido
férrico III
100mg X X Anemia Manhã da
internação N Hb = 6,8 c
Paciente B.F.
 Condutas adotadas:
1. Entrevista com o paciente: recolhimento
de informações;
2. Nifedipina: Liberação prolongada X
imediata ?
3. Sacarato de hidróxido férrico III:
sugestão da troca da via de
administração. Médico optou por
transfusão de hemácias.
Paciente A.A.O.
 Sexo Feminino;
 87 anos;
 Comorbidades: HAS, DM,
 Diagnóstico de internação: colangite;
 Paciente com baixo nível de
consciência: entrevista com cuidador.
A.A.O. 87
Penicilina Posto de Saúde / Compra
x 07
20/04/2012

Dias Insuficiência Antes da


Digoxina 0,25 mg
½ Alternados Cardíaca internação N c
Congestiva

Antes da
Ibesartana 150mg ½ HAS internação N a

Antes da
Espironolactona 25mg ½ HAS internação S

Sertralina 50mg X Depressão


Antes da
internação S

Sitagliptina 100mg X Antes da


c
DM internação N

Metformina 500mg X DM Antes da


internação N c

Antes da
Sinvastatina 20mg X Hipercolesterolemia
internação S
A.A.O. 87
Penicilina Posto de Saúde / Compra
x 07
20/04/2012

Antes da
Levotiroxina 125mcg ½ Hipotireoidismo internação S
Paciente A.A.O.

 Condutas adotadas:
1. Entrevista com o cuidador:
recolhimento de informações – Muitos
nomes comerciais;
2. Ibesartana: não prescrito – substituído
por um IECA (enalapril).
Paciente M.G.B.
 Sexo Feminino;
 50 anos;
 Comorbidades: HAS, bronquite
asmática, AVE prévio com sequela MSE;
 Diagnóstico de internação: diverticulite.
M. G. B. 50
Não relata Posto de Saúde
x 05
20/04/2012

X Antes da Esq.
Insulina NPH 40 UI DM N c
internação
Insulina

Insulina NPH X DM Antes da Esq. c


24 UI internação N
Insulina

X X X Antes da Esq. c
Metformina 500mg DM internação N
Insulina
Beclometasona
50mcg X X Rinite Antes da
a c
Nasal internação N

Antes da
Beclometasona 250mcg X X 3 jatos Asma internação N a
Spray Oral

Antes da
Omeprazol -------- X ? internação N c
Paciente M. G. B.

 Condutas adotadas:
1. Entrevista com o paciente:
recolhimento de informações;
2. Identificação de medicamento não-
prescrito na admissão: beclometasona;
Agora vamos aplicar na
prática!