Você está na página 1de 18

GESTÃO AMBIENTAL

Política Ambiental
Evolução da Política Ambiental
no Contexto Internacional
• Marcos de Referência
1969: (NEPA) National Environmental Policy Act
1972: Conferência de Estocolmo
1992: Eco-92

• Tendências
Anos 70: ótica corretiva (controle da poluição)
Anos 80: ótica preventiva (AIA)
Anos 90: ótica integradora (desenvolvimento
sustentável)
Contexto Internacional Atual
• avanço de atitudes pró-ativas das empresas que começaram a
vislumbrar, através da introdução de mecanismos de gestão
ambiental, oportunidades de mercado, num primeiro momento, e
barreiras à entrada, num segundo;
• avanço da chamada eco-diplomacia e da realização de convenções
internacionais sobre problemas ambientais globais, com fortes
repercussões diplomáticas, políticas e econômicas sobre os
diferentes países;
• avanço da atuação das administrações locais, movido pelo resgate
da dimensão local em resposta ao processo de globalização em
curso;
• avanço de uma sensibilização ambiental difusa por toda a
sociedade com o conseqüente crescimento de demandas e
mobilização por parte desta.
Contexto Internacional Atual
• Gestão Ambiental “Pública” – menos punitiva
(Regulamento 1836/93 da UE – Adesão
voluntária a sistema de gestão e auditoria
ambiental)

• Gestão Ambiental “Privada” – marketing verde


(ISO 14.000)
Perspectiva Internacional
• Internalização crescente da gestão ambiental
pelos diferentes segmentos produtivos
• Negociação entre agentes
• Gestão ambiental compartilhada
• Instrumentos compartilhados de gestão
• Formação de parcerias (agentes públicos,
privados e sociedade civil)
• Integração de políticas
Perspectiva Internacional
• GESTÃO AMBIENTAL “PÚBLICA”
· Padrões
· Licenciamento/AIA
· Zoneamento
· Monitoramento
· Selos Verdes
· Auditoria Ambiental
· Gestão de Bacias Hidrográficas
· Instrumentos econômicos
Perspectiva Internacional
• GESTÃO AMBIENTAL “PRIVADA”

· Responsible Care Program


· ISO 14000
· Sistema de Gestão Ambiental
· Auditoria Ambiental
· Avaliação de Desempenho Ambiental
· Indicadores
· Análise de Ciclo de Vida
Perspectiva Internacional

CONFLITOS
Perspectiva Internacional
• GESTÃO AMBIENTAL COOPERATIVA

• Instrumentos compartilhados
• Auto controle
• Auto licenciamento
• Atuação em colegiados
• Parques Ecoindustriais
• Bolsa de resíduos
• Certificados negociáveis
• Processos participativos
Evolução da Política Ambiental
no Brasil
• Marcos de Referência
1973: Criação da SEMA
1981: Lei 6938/81 (Política e Sistema Nacional de Meio
Ambiente)
1997: Lei 9433/97 (Recursos Hídricos)
1998: Lei 9605/98 (Crimes Ambientais)

• Tendências
• No passado, óticas corretiva, preventiva e integradora se
sobrepõem
• No presente, óticas punitiva e cooperativa se sobrepõem
Contexto Nacional Atual
• Gestão Ambiental “Privada”
– ISO 14.000 (Sistema de Gestão Ambiental,
Auditoria de SGA, Avaliação de Desempenho
Ambiental, Ciclo de Vida, Rotulagem, Aspectos
Ambientais em Padrões de Produtos)
– Eco-eficiência
– Indicadores de Sustentabilidade
– Responsabilidade Social
Contexto Nacional Atual
• Gestão Ambiental “Pública”
– Padrões
– Zoneamento e Unidades de Conservação
– Licenciamento e Avaliação de Impacto
Ambiental
– Auditoria Ambiental Legal
– Gerenciamento de Recursos Hídricos
– Lei de Crimes Ambientais
Licenciamento e Avaliação de
Impacto Ambiental
Geral:
• Lei 6803/80 de 27.07 (dispõe sobre Zoneamento Industrial,
instituindo estudos de impacto ambiental para localização de
polos industriais, centrais nucleares e atividades poluidoras)

• Lei 6938/81 de 31.08 (dispõe sobre PNMA, instituindo a


Avaliação de Impacto Ambiental e o Licenciamento
Ambiental)

• Decreto 88351/83 de 10.06 (vincula licenciamento de


atividades poluidoras à AIA)

• Resolução CONAMA 001 de 23.01.86 (estabelece definições,


responsabilidades e diretrizes da AIA)
Licenciamento e Avaliação
de Impacto Ambiental
• Resolução CONAMA 009 de 03.12.87 (regulamenta
Audiências Públicas)

• Resolução CONAMA 237 de 19.12.97 (licenciamento


ambiental)

• Lei 9605/98 de 12.02 (dispõe sobre as sanções penais e


administrativas derivadas de condutas e atividades
lesivas ao meio ambiente e dá outras providências)

• Lei 9985/00 de 18.07 (institui o Sistema Nacional de


Conservação da Natureza-SNUC)
Licenciamento e Avaliação
de Impacto Ambiental
Setor Elétrico:

• Resolução CONAMA 006 de 16.09.87 (dispõe sobre


licenciamento de obras de grande porte do setor
elétrico)

• Resolução CONAMA 279 de 27.07.01 (estabelece


procedimento simplificado para o licenciamento
ambiental, com prazo máximo de sessenta dias de
tramitação, dos empreendimentos com impacto
ambiental de pequeno porte, necessários ao
incremento da oferta de energia elétrica no País)
Contexto Nacional Atual
• Conflitos no quadro regulatório e legal
• Conflitos de competências no âmbito da gestão ambiental
pública
• Dificuldade de negociação e de atuação em parceria por
parte dos agentes públicos e privados
• Viés jurídico se sobrepondo à gestão e à política ambiental
• Instrumentalização e protagonismo
• Paralisia e deterioração do sistema ambiental
• Esgotamento do modelo implantado pela 6938/81
• Desarticulação entre política ambiental local/regional e
global e desta com as políticas setoriais
Algumas Iniciativas Recentes
• Criação da Comissão Tripartite Nacional e das
Comissões Tripartites Estaduais
• Programa Nacional de Capacitação para os Municípios
• Proposta para regulamentação do Artigo 23 da
Constituição visando melhor definição de
competências entre União, Estados e Municípios
• No setor energético conciliação entre concessão e
licença ambiental
• Discussões, estudos, projeto de lei, etc. sobre
introdução da Avaliação Ambiental Estratégica
• Propostas de Encaminhamento
Propostas de Encaminhamento
• Curto Prazo:
– “ pacto ambiental” => redefinição de objetivos comuns e
articulação entre agentes

• Médio Prazo:
– racionalização dos instrumentos de gestão ambiental pública e
privada
– incentivo à internalização da gestão ambiental pelos diferentes
segmentos produtivos
– mudança do quadro legal
– reestruturação do quadro institucional
– gestão ambiental compartilhada
– maior integração entre as políticas públicas

Você também pode gostar