Você está na página 1de 30

POLÍMEROS

Profº Felicissimo
O que é
um
Polímero?
Os polímeros são compostos químicos de elevada massa
molecular, resultantes de reações
químicas de polimerização.
Trata-se de macromoléculas formadas a partir de
unidades estruturais menores os monômeros.

O número de unidades
repetidas na cadeia de
uma macromolécula
CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS

Os polímeros estão em toda a parte.


O DNA é um polímero, assim como as proteínas e
o amido que ingerimos nos alimentos.
Os polímeros são essenciais em toda a atividade
humana. Para além de nos alimentarmos deles e
de sermos constituídos por eles, utilizamo-los
em tudo que fazemos. São utilizados em todo o
tipo de indústria, desde o calçado até a
informática ou a construção civil.
O NÚMERO DE UNIDADES ESTRUTURAIS
REPETIDAS NUMA MACROMOLÉCULA É
CHAMADO GRAU DE POLIMERIZAÇÃO. EM
GERAL, OS POLÍMEROS CONTÊM OS
MESMOS ELEMENTOS NAS MESMAS
PROPORÇÕES RELATIVAS QUE SEUS
MONÔMEROS, MAS EM MAIOR QUANTIDADE
ABSOLUTA.
MONÔMEROS MONO + MEROS
(um) (parte)

Pequena molécula que pode ligar-se a outros


monômeros formando moléculas maiores
denominados polímeros.
MANÔMEROS HIDROCARBONETOS
ALCANOS ALCENOS

- ESTIRENO
HIDROCARBONETOS (Reação em cadeia)
- ETILENO

- POLIESTIRENO
PLÁSTICOS
- POLIETILENO
MACROMOLÉCULAS
Compostos de elevado peso molecular em que a
complexidade das moléculas, e não a repetição
de simples unidades, é que acarreta o seu
tamanho, são englobadas no termo amplo e geral
“macromoléculas”, que abriga também todos os
polímeros.

Tipos de macromoléculas

Naturais orgânicas: amido, algodão, madeira, lã,


cabelo, couro, seda natural, chifre, unha, borracha
de seringueira.
Sintéticas orgânicas: poliestireno, náilon, neoprene
Tipos de macromoléculas
Naturais inorgânicas: diamante, grafita, sílica, asbeto.
Sintéticas inorgânicas: ácido polifosfórico, policloreto de
fosfonitrila.
POLIMERIZAÇÃO
Reação química que conduz à formação de
polímeros.
GRAU DE POLIMERIZAÇÃO
Número de meros da cadeia polimérica. Podem
ser:
Homopolímeros = um único tipo de mero.
Copolímero = mais de um tipo de mero.
Exemplos
Homopolímero

Copolímero

Alternado

Randônico

Bloco
POLIMERIZAÇÃO
A polimerização pode ocorrer de duas formas:
A ) Por adição; B ) Por condensação.
As reações de adição dão-se normalmente com alcenos,
os quais possuem ligações duplas.
Assim, rompe-se a ligação dupla entre os átomos de
carbono, ficando apenas uma ligação simples, e ficando
espaço para mais uma ligação onde se vai ligar a outro
monômero igual.
A expressão traduz uma
reação de adição, sendo n o
H H H H
número de monómeros que
n C = C C C
intervêm na reação igual ao
H H H H n
número de vezes que o
monómero se repete na cadeia.
Polimerização por condensação ou polimerização
por etapas produz estruturas com propriedades
similares aos polímeros de adição.

Na polimerização por condensação uma molécula


relativamente pequena como a água, etanol ou
metanol resulta da reação de polimerização.
CADEIAS MACROMOLECULARES

Lineares = Cadeias sem ramificações, admitindo


conformação em ziguezague. São dispostas
aleatoriamente como se fossem “espaguetes”

Polímero linear não


ramificado: as cadeias não
estão conectadas.
Cadeias de diferentes
polímeros estão
desenhadas em cores
diferentes para destacar
que elas não estão
conectadas.
CADEIAS MACROMOLECULARES

Ramificados = Apresentam ramificações cujo grau


de complexidade podem ir até o extremo da
formação de retículos.
Há cadeias poliméricas principais e ramificações
secundárias na forma de cadeias menores que
se originam a partir das cadeias principais.
CADEIAS MACROMOLECULARES
Exemplos:

• •

• • •
• •
• •

• • •
• •

(B) (C)
(A)
Polímero termofixo Polímero termofixo
Linear ramificado. As
sem ramificações. As ramificado e com
cadeias são
cadeias são cadeias conectadas
conectadas, porém têm
conectadas por por ligações
ramificações
ligações covalentes. covalentes.
NOMENCLATURA DOS POLÍMEROS

A nomenclatura dos polímeros é simples. Consiste


do uso do prefixo poli seguido do nome do
monômero.

Exemplo:

Monômero = Estireno
Polímero = Poli + Estireno = Poliestireno
CLASSIFICAÇÃO DOS POLÍMEROS

Estrutura Química (grupos funcionais)

Método de Preparação (poliadição ou


policondensação)

Características de fusibilidade (termorrígidos ou


termoplásticos)

Comportamento Mecânico (plásticos, borrachas


ou fibras)
MORFOLOGIA DOS POLÍMEROS NO
ESTADO SÓLIDO
Amorfo x Semicristalino

Polímero amorfo: as moléculas estão orientadas


aleatoriamente e estão entrelaçadas e lembram um
prato de spaghetti cozido.

Polímero semicristalino: as moléculas exibem um


empacotamento regular, ordenado, em determinadas
regiões. 
amorfo
semicristalino

cadeia polimérica
REAÇÕES DE POLIMERIZAÇÃO

Polimerização por adição

Ocorre com átomos de carbono insaturados, unidos


por ligação dupla;

Sob altas temperaturas e pressões;

Às vezes na presença de um catalisador;

A ligação dupla de monômeros é rompida formando


moléculas maiores.
A POLIMERIZAÇÃO POR ADIÇÃO ENVOLVE
AS SEGUINTES ETAPAS
Iniciação: formação de sítio reativo a partir de um
iniciador (R) e monômero:

R· + CH2=CH2 R-CH2CH2·
Propagação da reação a partir dos centros reativos:

R-CH2CH2 + n CH2=CH2 R-(CH2CH2)nCH2CH2

Terminação da reação:

R-(CH2CH2)nCH2CH2 + R’ R-(CH2CH2)nCH2CH2-R’
POLIMERIZAÇÃO POR CONDENSAÇÃO

 Neste processo, as reações químicas


intermoleculares ocorrem por etapas, e em geral
envolvem mais de um tipo de monômero;

 Exemplo: formação do poliester (reação entre carboxila


e hidroxila)
O O

HO-CH2CH2-OH + C-CH2CH2CH2CH2C

OH OH

O O

HO-CH2CH2O-C-CH2CH2CH2CH2C-OH + H2O
TERMOPLÁSTICOS

São polímeros que podem ser fundidos e


solidificados repetidas vezes sem modificação
significativa nas propriedades básicas.

Exemplos:

Polietileno (PE)
Polipropileno (PP)
Poliestireno (PS)
Policloreto de Vinila ou Cloreto de Polivinila (PVC)
CARACTERÍSTICAS DOS TERMOPLÁSTICOS

São compostos de cadeias longas produzidas pela união


de monômeros;
Eles têm comportamento mecânico plástico e dúctil;
As cadeias podem ou não ter ramificações e cadeias
individuais estão entrelaçadas (nó físico);
Há ligações relativamente fracas do tipo Van der Waals
entre átomos de diferentes cadeias;
As cadeias podem ser destrançadas através de aplicação
de uma tensão trativa;
Podem ser amorfos ou cristalinos;
Aquecidos, amolecem e fundem adquirindo formas
diversas;
Podem ser reciclados facilmente.
TERMORRÍGIDOS( termofixos / termoestáveis)

São polímeros que depois do processo de cura


não podem ser fundidos ou dissolvidos sem que
ocorra degradação química.

Exemplos:

Braquelite;
Poliéster insaturado;
Borracha Vulcanizada;
Poliuretano.
CARACTERÍSTICAS DOS TERMORRÍGIDOS

São compostos por longas cadeias (lineares ou


ramificadas) de moléculas muito ligadas umas à
outras (reticulação) para formar estruturas de redes
tridimensionais;
Em geral são mais resistentes, porém, mais frágeis do
que os termoplásticos;
Não se fundem quando aquecidos, mas se
decompõem;
Não podem ser reprocessados com facilidade depois
da reação de reticulação (ligação cruzada) e, assim,
a reciclagem torna-se difícil.
ELASTÔMEROS

São conhecidos como borrachas. Eles têm uma


deformação elástica bastante grande, acima de 200%.
Podem ser termoplásticos ou termofixos pouco
reticulados. As cadeias poliméricas comportam-se como
molas que se deformam de forma reversível com
aplicação de uma tensão mecânica.

Elastômeros termoplásticos = grupo especial de polímeros


que possuem a facilidade de processamento dos
termoplásticos e o comportamento elástico dos
elastômeros.
A borracha vulcanizada permite grande
alongamento, seguido instantaneamente de
quase total retração. É material considerado
estratégico, principalmente como matéria prima
de muitas atividades industriais e domésticas.

As borrachas industriais mais importantes são:


Borracha Natural; - Polibutadieno; - Poliisopreno;
Policloropreno.

Aplicações após vulcanização:


Pneus; Luvas Cirúrgicas; Revestimentos de
tanques industriais; Mangueiras; Adesivos;
Correias; Válvulas; Etc.
As fibras são materiais muito finos alongados que
podem ser cortados ou contínuos.

Dividem-se em:
Industriais; - Naturais; - Sintéticas.

Exemplos:
celulose; - lã; - nylon; - PET; - seda.

Aplicações mais importantes:

Papel; - Têxtil; - Filmes; - Embalagens;


Aros de óculos; - Vestuário; Etc.
Plásticos significa adequado à moldagem.
São materiais orgânicos, poliméricos, de constituição
macromolecular dotada de grande maleabilidade,
transformável no emprego de calor e pressão.

Geralmente é formado por uma complexa combinação


de compostos derivados do petróleo. As suas
características mecânicas se situam entre as da
borracha e das fibras.

É usado como matéria prima na indústria:


- Eletrodomésticos; - Automóveis; - Mecânica;
- Têxtil; - Confecções; Etc.
Resina é uma substância amorfa ou uma mistura
de peso molecular de médio a alto, insolúvel na
água (apenas alguns solventes orgânicos). É
sólida ou líquida muito viscosa à temperatura
ambiente, que amolece por aquecimento. As
resinas naturais são solúveis e fusíveis.
FATORES QUE AFETAM AS PROPRIEDADES DOS
POLÍMEROS

Natureza química dos monômeros;

Processo de preparação empregado

A técnica escolhida para a preparação.

Você também pode gostar