Você está na página 1de 11

DA COLEÇÃO PARTICULAR AO MUSEU PÚBLICO Zita Areal | Ágata Moreira

D9  
OBJETIVO GERAL 9
9.2
COMPREENDER O CONCEITO DE COLEÇÃO/MUSEU

Origem e evolução
COLECIONAR POR GOSTO Zita Areal | Ágata Moreira

O ser humano coleciona por gosto,


para socializar, preservar memórias, para
saber mais sobre determinados assuntos
COLECIONAR POR NECESSIDADE Zita Areal | Ágata Moreira

O Homem nómada guardava, preservava e fazia a


manutenção das suas ferramentas para sobreviver
COLECIONAR POR IDEAIS RELIGIOSOS Zita Areal | Ágata Moreira

Os antigos egípcios,
acreditavam na vida
eterna

Os faraós eram
sepultados em
grandes túmulos,
acompanhados das
suas coleções e
alimentos
A COLEÇÃO PRIVADA Zita Areal | Ágata Moreira

O Livro das horas era


colecionado por reis,
rainhas e nobres
Eram compilações de
orações
personalizadas,
transformadas em
autênticas obras de
arte pelos monges
copistas que viviam
nos mosteiros
Na Idade Média, a realeza e o clero eram os grandes responsáveis
pela organização das coleções de raridades
SÉC. XIV-XVII OS COLECIONADORES Zita Areal | Ágata Moreira

No Renascimento,
intensifica-se a
busca de “relíquias
greco-romanas” e
“antiguidades
nacionais” para
formar “gabinetes
de curiosidades”,
coleções que darão
origem aos Museus
de História Natural e
Museus Nacionais

As viagenspropriamente
O Museu marítimas portuguesas
dito surge permitiram as coleções
cerca de 2 séculos mais de fauna e
tarde
flora desconhecidas até ao séc.XV
SÉC. XIV-XVII OS COLECIONADORES Zita Areal | Ágata Moreira

As coleções privadas
cresceram no séc. XVII,
Nos encontros e refletiam a riqueza, a
sociais era vaidade, a cultura e a
prestigiante e educação dos seus
um estatuto proprietários
social falar-se
sobre arte, Só a monarquia,
ciência, história, a aristocracia,
etc. e a igreja tinham
acesso a elas
OS TEMAS DAS COLEÇÕES Zita Areal | Ágata Moreira

Os palácios enchem-
-se de obras de arte
pinturas, esculturas,
tapeçarias, joias,
baixela de prata e
de ouro, porcelanas,
tudo faz parte das
coleções privadas

Custódia de Belém,
Museu Nacional de Arte
Antiga,
Palácio1506
Nacional da Ajuda
O MUSEU PÚBLICO SURGE DA REVOLUÇÃO Zita Areal | Ágata Moreira

Com a exposição na Grande Galeria e no Salão Quadrado de


algumas
Paláciocoleções
ODurante ado privadas,
Revolução
Louvre, que o Grande
Francesa,
tinha sido Palácio
nos Casa
finais doconverte-se
Real séc.
e sede
XVIII, no Museu
do opoder
governo
Central das Artes
monárquico,
revolucionário aberto
emfrancês
novembro ao de
público
confiscou
1793,em geral
as coleções
abre sendo
públicoo como
ao privadas primeiro
à família
Museu,
grande
por e àmuseu
realordem do mundo
aristocracia.
do Governo Revolucionário Francês
O MUSEU PÚBLICO A EDUCAÇÃO E A CULTURA Zita Areal | Ágata Moreira

Os museus são hoje fontes indispensáveis de informação


BERLIM, NO SÉC. XXI UMA ILHA MUITOS MUSEUS Zita Areal | Ágata Moreira

Galeria Nacional Antiga Museu Antigo

Museu Pérgamo Novo Museu

Museu Bode

O Museu é uma instituição permanente, sem fins lucrativos, ao


Depois dada
serviço 2ª sociedade
Guerra Mundial,
e do seuos desenvolvimento.
alemães reconstruiram todos estes
museus
Abertoqueao hoje guardam
público, relíquias
divulga como amateriais
testemunhos muralha dos
de Hamurabi
povos e ou
Nefertiti...
dos seus ambientes.