Você está na página 1de 44

Critérios para Análise

de Investimentos
Profa. Laryssa Ramos, M.Sc.
Economista (UFAL)
Doutoranda e Mestra em Engenharia de Produção (UFPE)
1
Payback

2
Payback

DEFINIÇÃO DE PAYBACK

Pode ser entendido como o tempo exato de retorno necessário


para se recuperar um investimento inicial.
É uma técnica de análise de investimentos.

Se o PAYBACK FOR MENOR que o período máximo aceitável

ACEITA-SE O PROJETO DE INVESTIMENTO

Se o PAYBACK FOR MAIOR que o período máximo aceitável

REJEITA-SE O PROJETO DE INVESTIMENTO


3
Payback

EXEMPLO DE PAYBACK

- Uma empresa está considerando a aquisição de um ativo no


valor de $10.000,00 que gera entradas de caixa anuais de
$4.000,00 para os próximos 5 anos (vida útil do ativo).
Determinar o payback deste projeto.

Dados: Investimento inicial = $10.000,00


Entradas de caixa = $4.000,00
Prazo do projeto = 5 anos ou 60 meses

4
Payback

EXEMPLO DE PAYBACK

Ano FC Saldo Resolução:


Aplica-se a regra de três
0 -10000 -10000
$4.000,00 12 meses
1 4000 -6000
$10.000,00 X meses
2 4000 -2000
3 4000 2000 X = 30 meses
4 4000 6000 Resposta:
5 4000 10000 O Payback será de 30 meses
(2 anos e 6 meses)

5
Payback

EXEMPLO DE PAYBACK
Dados: Investimento inicial = $10.000,00
Entradas de caixa = $4.000,00/ano
Prazo do projeto = 5 anos ou 60 meses
$4.000

0 1 2 3 4 5 Anos

Payback Ganho
$10.000

Resposta: O Payback será de 30 meses (2 anos e 6 meses)


6
Payback

Payback Simples - PBS


Análise do prazo de recuperação do
capital investido, sem considerar o
valor do dinheiro no tempo.
Payback

400,00
250,00
200,00

Companhia Nana Neném Ltda.

- 500,00
Tempo

Ano FC Saldo Cálculo do PBS


0 -500 -500 FCs distribuído nos anos

1 200 -300
PBS = 2 + 50/400
2 250 -50 PBS = 2,125 anos
3 400 350
Payback

Vantagens do Payback Simples

• Simples
• Fácil de calcular
• Fácil de entender
Payback

Perigos do Payback Simples


• Não considera o valor do dinheiro
no tempo
Payback Descontado
• Miopia financeira
– Visão curta
– Analisa até a recuperação do capital
investido
Outras técnicas devem
ser empregadas
Payback, VPL e TIR

A miopia do payback

4.000.000.000
400,00
300,00
Aumentando o
200,00

valor ...

Tempo

- 500,00 ... O Payback


não se altera!!!
Payback

Payback Descontado - PBD


Análise do prazo de recuperação do
capital investido, considerando o
valor do dinheiro no tempo.
Payback

Para considerar o dinheiro no tempo

É preciso trazer todo o fluxo de caixa


para o valor presente!
Payback

Cálculo do Payback Descontado

400,00
250,00
200,00

Tempo

- 500,00
Considerando o CMPC
igual a 10% a.a.
Payback

Cálculo do Payback Descontado


FCs distribuído nos anos
Trazendo todo o FC
para o presente PBD = 2 + 111,57/300,53
CMPC = 10%a.a. PBD = 2,37 anos

Ano FC Operação VP (FC) Saldo


0
0 -500 500 ÷ (1+0,10) -500,00 -500,00
1
1 200 200 ÷ (1+0,10) 181,82 -318,18
2
2 250 250 ÷ (1+0,10) 206,61 -111,57
3
3 400 400 ÷ (1+0,10) 300,53 188,96
Payback

Calculando o PBD

400,00
250,00
200,00
Tempo

- 500,00

CMPC = 10% a.a.


Payback

Ano FC Passos na Calculadora HP12C VP Saldo


    [f] [Reg]    
0 -500 500 CHS [FV] 10 [i] 0 [n] PV -500,00 -500,00
1 200 200 [FV] 1 [n] PV 181,82 -318,18
2 250 250 [FV] 2 [n] PV 206,61 -111,57
3 400 400 [FV] 3 [n] PV 300,53 188,96
FC no final do ano: 3 anos
FC distribuído no ano:

111,57
PBD = 2 + = 2,37 anos
300,53
Payback

Payback Descontado
• Vantagens
– Considera o valor do dinheiro no tempo
– Fácil de entender
• Desvantagens
– Maior complexidade algébrica
– É preciso conhecer o CMPC
– Miopia permanece
Payback

Uso do Payback
Prazo
Payback
< máximo
tolerável
Aceito!!!

Prazo
Payback
> máximo
tolerável
Rejeito!!!
VALOR PRESENTE LIQUIDO - VPL

20
Valor Presente Líquido

DEFINIÇÃO DE VPL

O VPL (Valor Presente Líquido) é o valor presente das


entradas ou saídas de caixa menos o investimento inicial.
É uma técnica de análise de investimentos.

Se o VPL > 0 ACEITA-SE O INVESTIMENTO


Taxa do Negócio > Taxa de Atratividade

Se o VPL < 0 REJEITA-SE O INVESTIMENTO


Taxa do Negócio < Taxa de Atratividade

Se o VPL = 0 O INVESTIMENTO É NULO


Taxa do Negócio = Taxa de Atratividade

21
Valor Presente Líquido

EXEMPLO DE VPL
- Um projeto de investimento inicial de $70.000,00 gera entradas
de caixa de $25.000,00 nos próximos 5 anos; em cada ano será
necessário um gasto de $5.000,00 para manutenção, considerando
um custo de oportunidade de 8% ao ano. Determine o VPL:
$20.000 $20.000 $20.000 $20.000 $20.000

0 1 2 3 4 5 anos

$70.000

f REG 7 0 0 0 0 CHS g CF0

2 0 0 0 0 g CFj 5 g Nj 8 i f NPV
Resposta: VPL = $9.854,2007 (VPL > 0, logo o projeto deve ser aceito)
22
Valor Presente Líquido

Descrição do VPL

Considera a soma de TODOS os


fluxos de caixa na DATA ZERO
Valor Presente Líquido

Trazendo para o valor presente

400,00
250,00
200,00

Tempo

- 500,00 Considerando 10% a. a.


181,82
688,96

206,61
300,53

$188,96 Valor Presente Líquido


Valor Presente Líquido

VPL na HP 12C

NPV = Net Present Value

[g] [CF0]  Abastece o Fluxo de Caixa do ano 0


[g] [CFj]  Abastece o Fluxo de Caixa do ano j
Cuidado!!! j <= 20 !!!

[g] [Nj]  Abastece o número de repetições


[i]  Abastece o custo de capital
[f] [NPV]  Calcula o VPL
Valor Presente Líquido

Calculando VPL na HP12C


Ano FC [f] [Reg]
0 -500 500 [CHS] [g] [CF0]
200 [g] [CFj]
1 200
250 [g] [CFj]
2 250 400 [g] [CFj]
3 400 10 [i] [f] [NPV] $188,9557
Valor Presente Líquido

Uso do VPL

VPL > Zero Aceito!!!

VPL < Zero Rejeito!!!


28
Taxa Interna de Retorno

TIR

A TIR (Taxa Interna de Retorno) é a taxa de desconto que


iguala os fluxos de caixa ao investimento inicial. Em outras
palavras é a taxa que faz o VPL ser igual a “zero”.
É uma sofisticada técnica de análise de investimentos.

Se a TIR > Custo de Oportunidade ACEITA-SE O INVESTIMENTO


Se a TIR < Custo de Oportunidade REJEITA-SE O
INVESTIMENTO
Se a TIR = Custo de Oportunidade INVESTIMENTO NULO

29
Taxa Interna de Retorno

EXEMPLO DE TIR
- Um projeto está sendo oferecido nas seguintes condições: Um
investimento inicial de $1.000,00, com entradas de caixa mensais
de $300,00, $500,00 e $400,00 consecutivas, sabendo-se que um
custo de oportunidade aceitável é 10% ao mês. O projeto deve ser
aceito?
$300 $500 $400

0 1 2 3 meses

$1000

f REG 1 0 0 0 CHS g CF0 3 0 0 g


CFj 5 0 0 g CFj 4 0 0 g CFj f IRR
Resposta: TIR = 9,2647% a.m. (TIR < Custo de oportunidade  REJEITAR)
30
Taxa Interna de Retorno

Taxa
Interna de
Retorno

O quanto
ganharemos com
a operação!
Taxa Interna de Retorno

Conceitualmente ...
A TIR corresponde à rentabilidade auferida
com a operação
$270
TIR = 35% a.a.

0 1 ano

-$200
Taxa Interna de Retorno

Analisando um fluxo com ...

Muitos capitais
diferentes
Taxa Interna de Retorno

Perfil do VPL
CMPC 10% 15% 20% 25% 30% 35%
VPL 188,96 125,96 71,76 24,80 -16,16 -52,10

400,00
250,00

250,00
Taxa Interna de Retorno

200,00
200,00
150,00
TIR = 27,95% a.a.
100,00
50,00
-
•Tempo

(50,00) 0% 10% 20% 30% 40%


- 500,00
(100,00)

Relação inversa entre CMPC e VPL


Taxa Interna de Retorno

Conceito algébrico da TIR

Valor do CMPC que faz com que o


VPL seja igual a zero.

No exemplo anterior:
quando a TIR é de 27,95% a.a. o VPL é igual a Zero.
Taxa Interna de Retorno

Cálculo Matemático da TIR


Solução polinomial …
200 250 400
VPL  500   
1  K  1  K  1  K 
1 2 3

VPL = 0, K = TIR

200 250 400


0  500   
1  TIR  1  TIR  1  TIR 
1 2 3

TIR é raiz do polinômio …


Taxa Interna de Retorno

HP 12C:
[ f ] [ IRR ]
Na prática
Microsoft Excel:
=TIR(Fluxos)
Taxa Interna de Retorno

TIR na HP 12C

IRR = Internal Rate of Return

[g] [CF0]  Abastece o Fluxo de Caixa do ano 0


[g] [CFj]  Abastece o Fluxo de Caixa do ano j
Cuidado!!! j <= 20 !!!

[g] [Nj]  Abastece o número de repetições


[f] [IRR]  Calcula a TIR
Taxa Interna de Retorno

Calculando a TIR na HP12C

Ano FC [f] [Reg]


0 -500 500 [CHS] [g] [CF0]
200 [g] [CFj]
1 200
250 [g] [CFj]
2 250 400 [g] [CFj]
3 400
[f] [IRR] 27,9471%a.a.
Taxa Interna de Retorno

Uso da TIR

TIR > TMA Aceito!!!

TIR < TMA Rejeito!!!


Seleção de Alternativas

Seleção de
Alternativas de
Investimentos
Seleção de Alternativas

Síntese das Técnicas

Payback < Prazo


TIR > TMA
VPL > Zero
Seleção de Alternativas

Porém ….

Há alternativas mutuamente
excludentes, onde a aceitação de uma
implica na rejeição das outras
Seleção de Alternativas

Ao Comparar Alternativas
Pela técnica do VPL

Escolha com base


no maior valor!
Pela técnica da TIR

B>A
(Escolher o projeto B)