Você está na página 1de 56

MOLDADOS PELO ESPÍRITO

SANTO

Pr. Jânio Clímaco


MOLDADOS PELO ESPÍRITO
SANTO

Refletindo: Filipenses 1;6

O que Paulo estava querendo dizer em obra que seria


completada ou terminada?
TEMPERAMENTOS

 Deus criou o homem a sua


imagem e semelhança (Gn 1:26-
27). Somos feituras sua, obras de
suas mãos. Fomos criados para o
louvor da sua glória, para adorá-
lo em Espírito e em verdade.
TEMPERAMENTOS
 Todos nós temos
características que nos
tornam únicos como
indivíduos. Uns são
brancos, outros, negros;
uns têm o cabelo liso,
outros, crespo; uns têm
olhos grandes, outros,
pequenos, etc. Cada um
de nós apresenta
peculiaridades que nos
diferenciam uns dos
outros. Assim também
são os temperamentos.
TEMPERAMENTOS
 A Psicologia tem estudado o comportamento
humano e tentado compreendê-lo para auxiliar a
pedagogia , o auto-conhecimento e a cura dos
distúrbios da mente humana.
TEMPERAMENTOS

 Hoje é aceito o conceito de que há uma parte


da personalidade humana que é genética, ou
seja, já nasce conosco e outra parte é
moldada a partir de nossa interação com o
meio em que vivemos, por meio de nossas
experiências de vida, relacionamentos e
traumas.
PHINEAS GAGE
VERÃO DE 1848

“homem de hábitos moderados e considerável


energia de caráter”
“mente bastante equilibrada, considerado homem
de negócios astuto e inteligente”
“muito enérgico e persistente na execução de todos
os seus planos de ação”
PHINEAS
GAGE
PHINEAS GAGE
PHINEAS GAGE

“Caprichoso, irreverente e
obsceno”

“Fazendo muitos planos para


ações futuras facilmente
concebidos e facilmente
abandonados”

“O equilíbrio entre suas


faculdades mentais e suas
propensões animais fora, por
assim dizer, destruído”
PHINEAS GAGE
PHINEAS GAGE
PHINEAS GAGE
O QUE É TEMPERAMENTO?

 O temperamento é o conjunto básico de nosso


ser; é a combinação de diferentes características,
transmitidas geneticamente, as quais
inconscientemente, controlam nosso
procedimento. Devido à diferença dos
temperamentos, as pessoas poderão ter reações
ou comportamentos diferentes perante a mesma
situação.
DIFERENCIANDO

A Bíblia diz: "O homem olha a aparência externa,


e Deus olha o coração" e "As fontes da vida têm
origem no coração".

 Temperamento: características com as quais


nascemos.
 Caráter: o temperamento "civilizado".

 Personalidade: o rosto que mostramos ao


próximo.

 A hereditariedade do temperamento pode levar à


enganosa conclusão de que ele não pode ser
mudado. Contudo, isso é possível.
QUANDO COMEÇOU ?

 Hipócrates, médico e filósofo grego, 400 anos a.C,


expôs essa teoria dos quatro temperamentos
básicos, originados de quatro fluidos orgânicos:
 • Sangue - temperamento sangüíneo;

 • Bílis colérica - temperamento colérico;

 • Bílis melancólica - temperamento melancólico;

 • Fleuma - temperamento fleumático.


 Apesar de ter sido superada essa determinação
orgânica de Hipócrates, tal classificação quádrupla
tem sido amplamente utilizada. Nenhuma outra
classificação da moderna psicologia encontrou
maior aceitação que a de Hipócrates.
 O importante é que os quatro temperamentos
sejam considerados básicos. Cada um de nós é,
na verdade, uma combinação de dois ou mais
temperamentos com suas forças e fraquezas que
podem ser vencidas com o poder de Deus.

 Este estudo de temperamentos destina-se à


auto-análise.
 Não se deixe tentar a analisar o outro com ele.
TEMPERAMENTOS
 Os temperamentos não são maus ou bons. Todos
tem seus lados positivos e negativos como é
natural em qualquer ser humano.

 A Teoria dos Temperamentos é um modelo


científico que tenta nos ajudar a conhecermo-nos
melhor, não havendo ninguém que seja
exclusivamente de um ou outro temperamento. É
bastante comum termos um temperamento
dominante e um secundário.
 Durante a nossa vida, devido às nossas
experiências, traumas e necessidades, certas
características de nossos temperamentos podem
se sobressair e outras se ocultarem, o que não
significa dupla personalidade ou fingimento.

 O correto desenvolvimento de uma pessoa deve


passar pelo aperfeiçoamento das características
positivas de seu temperamento e a luta
constante por vencer seus pontos fracos.
TEMPERAMENTOS
 Nos próximos temas apresentamos uma breve
descrição dos temperamentos e as
características comuns das pessoas que os têm.

 Sugere-se aqui que, para cada temperamento,


você anote o número de características que
estão de acordo com seu modo de ser.

 Seja sincero consigo mesmo (a) , coloque o que


você é, e não o que você gostaria de ser ou o
que você gostaria que os outros vissem de você
!
O MELANCÓLICO

 O Melancólico é voltado para si mesmo, e, às


vezes, pensamos nele como o que possui o
temperamento "sofredor", pois é muito exigente
consigo mesmo, através de uma constante
auto-análise. Ele é uma pessoa naturalmente
sombria, tristonho e pessimista, entretanto é
muito bem dotado e com tendências para
gênio.
O MELANCÓLICO
 Considerado, comumente, um temperamento
hostil e sombrio, na verdade, é o mais rico dos
temperamentos, pois é um tipo analítico,
abnegado, bem dotado e perfeccionista. Ninguém
desfruta maior prazer com as belas artes do que
ele.
O MELANCÓLICO E A APRENDIZAGEM
 Estímulo para executar tarefas:
Melancólico - por ser extremamente
perfeccionista e teórico, deve ser
monitorado até o fim de uma atividade,
devendo ser constantemente estimulado até
que vença a fase do pensar e do fazer,
necessitando de reforços de aprovação, pois
sob o ponto de vista do melancólico suas
obras serão sempre imperfeitas. Não gosta
de desafios.
 Nas Correções:
 Melancólico – as correções para o
melancólico tendem a reforçar a tendência
de sua auto avaliação negativa , portanto as
correções devem sempre ser construtivas e
estimulantes . Quando necessária uma
exortação deve ser individual e deve-se
lembrar que os efeitos de uma repreensão
são bastantes duradouros nos melancólicos,
pois estes ficam remoendo frase por frase
por um longo período.
O MELANCÓLICO
Ocupações e passatempos
 Artista
 Músico

 Contador

 Arquiteto

 Espectador em eventos esportivos

 Educador (Matemática, Ciências e línguas)

 Decorador

 Desenhista

 Escritor

 Artes manuais

 Poesia (escreve ou aprecia)


O MELANCÓLICO
Pontos positivos:
 Ama a música e as artes.
 Natureza rica e sensível.
 Capacidade analítica.
 Reage fortemente à emoção.
 Pensador profundo, dado à reflexão.
 Amigo em quem se pode confiar.
 Amigo ao ponto do auto-sacrifício.
 Faz amigos cautelosamente.
 Tem profunda afeição pelos amigos.
 Fortes tendências para o perfeccionismo
 Gosta de trabalho
 Analítico e detalhado .
 Tem autodisciplina. Sempre leva a cabo o que começa.
 Grande pendor para o trabalho intelectual e criativo.
 Consciencioso ao ponto de observar minúcias.
 Bem dotado, com tendências para gênio.
 Conhece suas próprias limitações.
O MELANCÓLICO
Pontos negativos:
 Depressivo e triste.
 Pessimista; está sempre olhando o lado negativo das coisas.
 Gosta de sofrer- mártir.
 Hipocondríaco.
 Introspectivo ao ponto de prejudicar-se.
 Orgulhoso.
 Relacionamento com outros
 Critica os defeitos dos outros.
 Busca sempre a perfeição e julga tudo de acordo com seus ideais.
 Temeroso do que outros pensam dele; desconfia de todos.
 Pode ter um violento acesso de cólera, após um prolongado período de
animosidade.
 Muitas vezes sente-se ferido profundamente Pode conservar uma mágoa e ser
vingativo.
 Desgosta daqueles que se lhe opõem .
 É de difícil convivência.
 Indeciso.
 Muito teórico, e pouco prático.
 Cansa-se facilmente.
 Hesita muito para iniciar novas empreitadas . Analisa exageradamente , o que
a leva a desencorajar-se.
 Sua ocupação na vida tem que exigir o máximo de sacrifício, abnegação e
serviço.
 Fica deprimido com suas criações.
O FLEUMÁTICO

 O Fleumático é super introvertido, e tem uma tranqüilidade


singular que lhe confere um temperamento de fácil
relacionamento, manso e bem equilibrado. Ele é teimoso e
indeciso, e resigna-se ao destino que se lhe apresentar.
 São exemplos de fleumáticos aqueles músicos que tocam
contrabaixo em bandas de Jazz ou Rock e que independente
do ritmo da música mantém sua postura impassível e
tranqüila. Ou mesmo certos goleiros de futebol que a partida
pode estar pegando fogo e ele não muda sua expressão
como se nada estivesse ocorrendo.
 É o tipo calmo, frio e bem equilibrado. A vida para ele é algo
severo e agradável com o qual não quer muito envolvimento.
O FLEUMÁTICO

Ocupações e passatempos
 Bom pai (mãe).

 Contador.

 Conselheiro.

 Professor .

 Artes manuais.

 Relutante como líder.

 Administrador.

 Espectador de eventos esportivos.


O FLEUMÁTICO
Pontos positivos:

 Calmo e digno de confiança.


 Boa índole, e de fácil convivência.
 Alegre e agradável apesar de nunca ter muita coisa a
dizer.
 Bom coração.
 Pacifista.
 Tem muito senso de justiça própria.
 É de agradável convivência.
 Tem muitos amigos.
 Tem senso de humor.
 Exerce uma influência conciliatória sobre os outros.
 Constante e fiel.
 Diplomata e pacifista.
 Bom ouvinte.
 Amigo fiel.
 Dá conselho somente quando solicitado.
O FLEUMÁTICO E SUA APRENDIZAGEM
 Estímulo para executar tarefas:
Fleumático – por ser introvertido mas
detalhista o fleumático planeja a melhor forma
de executar uma tarefa antes de iniciá-la .
Após o início o fleumático irá por conta própria
até o fim . Por sua teimosia , muitas vezes ,
mesmo advertido, segue errado até o fim .
Gosta de desafios.

 Correções:
Fleumático – Por ser individualista a correção
do fleumático tem mais efeito quando o coloca
diante de um desafio à sua capacidade.
Também pode-se encorajá-lo a trabalhos em
grupo e a expor-se mais para os outros.
O FLEUMÁTICO
Pontos negativos:
 Falta-lhe autoconfiança.
 Pessimista e temeroso; preocupa-se excessivamente.
 Raramente dá gargalhadas.
 Passivo e indiferente.
 Contemporiza.
 Relacionamento com outros
 Não gosta de envolver-se com os outros .
 Egoísta e mesquinho.
 Examina as pessoas com indiferença não tem muito entusiasmo.
 Teimoso .
 Indiferente com relação a outros.
 Zomba abertamente daqueles que o aborrecem .Não é muito cordial.
 Tem uma atitude de superioridade.
 Atividades
 É um espectador da vida, calmo, sereno, sem envolver-se .
 É lento e preguiçoso.
 Não gosta de liderar.
 Não tem motivação.
 É indeciso.
 Protege-se demasiadamente contra envolvimentos emocionais .
 Desencoraja outros.
 Opõe-se a mudanças de qualquer tipo.
O COLÉRICO

 O colérico é extrovertido, e também, provavelmente é


o que mais produz ; isso lhe dá o direito de ser chamado
o temperamento mais ativo. Ele é auto-confiante e
possui vontade forte. É o tipo de pessoa que resolve as
coisas, que transforma idéias em fatos reais.
 É vivaz, ardente, ativo, prático e voluntarioso. Quase
sempre é auto-suficiente e independente. Tem facilidade
em tomar decisões por si e por outras pessoas.
O COLÉRICO E SUA APRENDIZAGEM
 Estímulo para executar tarefas:
Colérico – o colérico tende a primeiro executar para
depois pensar como fazê-lo. Para tarefas rápidas que
necessitem de iniciativa e determinação o colérico é
a pessoa perfeita. Desde que ninguém se coloque a
sua frente pois este certamente será atropelado pelo
colérico. Gosta de desafios.

 Correções:
 Colérico – como o colérico é ávido por desafios , uma
repreensão que o leve a pensar que poderia ser
melhor do que é, pode colocá-lo diante de uma nova
meta de vida. Gritar com um colérico normalmente
não é eficaz pois a disputa verbal o estimula. Já a
reação passiva o irrita profundamente.
O COLÉRICO

Ocupações e passatempos

 Forte espírito de liderança.


 Segue uma carreira profissional.
 Líder de grupos .
 Bom anfitrião.
 Participa de competições esportivas.
 Presidente de associações de Pais e Mestres.
 Administrador.
 Professor (Segundo grau)
 Líder de movimentos pioneiros.
 Alto funcionária de banco.
O COLÉRICO
Pontos positivos:
 Auto-confiante e firme ao tomar uma decisão.
 Vontade e determinações fortes.
 Otimista .
 Auto-confiança.
 Destemido e corajoso.
 Não se desanima facilmente .
 Tem força de liderança.
 É bom julgador das pessoas.
 Bom incentivador
 Sabe exortar bem.
 Nunca é intimidado pelas circunstâncias.
 Sabe organizar e promover eventos.
 É resoluto e possui habilidade intuitiva para tomar decisões.
 É rápido e eficiente em emergências .
 Tem raciocínio rápido e mente atilada.
 Possui grande capacidade de ação.
 Não hesita.
 É muito prático.
 Incentiva outros à ação .
 Desenvolve-se quando sofre oposição .
 Estabelece alvos, e os alcança.
O COLÉRICO
Pontos negativos:
 Tem acessos de cólera violenta.
 Insensível aos problemas dos outros.
 Frio e sem sentimentos.
 Tem pouca apreciação da estética .
 Insensível e duro.
 Impetuoso e violento.
 Irrita-se com lágrimas.
 Incompassivo.
 Toma decisões para os outros.
 Cruel, áspero e sarcástico.
 Tende a dominar o grupo de que participa.
 Arrogante e mandão.
 Usa as pessoas para seu benefício próprio.
 Inclemente e vingativo.
 Tem tendência para ser intolerante.
 É orgulhoso e dominador.
 Sofre de excesso de autoconfiança .
 É ardiloso.
 Preconceituoso.
 Aborrece-se com detalhes.
 Não tem capacidade de análise.
 Força os outros a concordar com seu plano de trabalho.
 Cansativo e difícil de satisfazer-se.
 Tem tempo apenas para seus próprios planos e interesses.
O SANGÜÍNEO

 O Sangüíneo é uma pessoa jovial , com seu espírito


descontraído e com seu encanto pode ser, com toda a
razão, chamado de o temperamento que "aproveita" a vida.
Ele tem uma personalidade calorosa, vivaz e, corretamente,
às vezes o chamam de "alma da festa". É o tipo de pessoa
que costumamos encontrar que em qualquer reunião toma
conta das conversas. Se há um grupo de pessoas reunidas e
rindo, com certeza tem um sangüíneo falando.
 É cordial, eufórico, vigoroso, folgazão. Os sentimentos e não
os pensamentos ponderados têm ação sobre suas decisões.
 Sempre tem amigos porque faz com que se vejam como
pessoas importantes para ele. E realmente o são. Gosta do
convívio social e não suporta a solidão.
O SANGUÍNIO E A APRENDIZAGEM
 Estímulo para executar tarefas:
Sangüíneo – supondo que se consiga chamar a
atenção do sangüíneo para se explicar sua tarefa ,
sempre será necessário monitorá-lo para verificar
se não se desviou do objetivo. É necessário
discipliná-lo para que se concentre em um só
objetivo por vez. Não gosta muito de desafios.

 Correções:
 Sangüíneo – Muitas vezes um castigo para o
sangüíneo o coloca na posição de vítima e com
alguma artimanha, como choro e lamentações o
mantém como centro das atenções. É mais eficaz
colocá-lo tirando-o do centro das atenções.
O SANGÜÍNEO

Ocupações e passatempos
 Ator.
 Orador.

 Vendedor.

 Gosta de visitar e cuidar de doentes.

 Trabalhador voluntário.

 Pai (Mãe) amoroso.

 Líder.

 Hospitaleiro.

 Participa de eventos esportivos.


O SANGÜÍNEO
Pontos positivos:
 Afável e vivaz.
 Conversa bastante; nunca lhe falta assunto.
 Despreocupado; nunca se preocupa com o futuro nem se aborrece com o
passado.
 Sabe narrar histórias.
 Vive no presente.
 Sua conversa é contagiante.
 Possui uma grande capacidade de desfrutar a vida.
 Faz amigos facilmente.
 É interessado por todos.
 É agradável e otimista.
 Sempre amável e sorridente.
 É terno e compassivo.
 Sua conversa é cheia de calor humano.
 Participa das alegrias e tristezas de outros.
 Dá uma boa impressão, a princípio.
 Nunca se entedia, pois vive no presente.
 É bem dotado.
 Facilmente se envolve em planos e projetos novos.
 Cria entusiasmo nos outros.
O SANGUÍNEO
Pontos negativos:
 Chora com facilidade.
 Emocionalmente imprevisível.
 Irrequieto.
 Cólera espontânea.
 Exagera a verdade.
 Parece falso.
 Não possui autocontrole.
 Toma decisões ao sabor da emoção; compra impulsivamente.
 É ingênuo e infantil.
 Age impetuosamente.
 Relacionamento com outros.
 Domina a conversa.
 Não presta atenção aos outros.
 Tem vontade fraca e pouca convicção.
 Está sempre buscando a confiança e a aprovação dos outros.
 Gosta das pessoas, mas depois as esquece.
 Sempre arranja desculpas para suas negligências.
 Fala demasiadamente acerca de si mesmo.
 Esquece compromissos e obrigações.
 Completamente desorganizado.
 Está sempre atrasado.
 Não tem autodisciplina.
 Perde tempo conversando, quando deveria estar trabalhando.
 Tem muitos projetos não terminados.
 É facilmente desviado de seus objetivos.
 Quase nunca atinge seus objetivos.
 PERSONAGENS BÍBLICOS E SEUS
TEMPERAMENTOS
SANGÜÍNEO.
 O sangüíneo tem o “sangue quente”. “As falhas de Pedro estavam
justamente no calor do seu coração”. Ele exibia calor, intensivamente
em suas emoções e ação dinâmica.
 Ninguém foi tão falante, tão vibrante e tão decisivo como Pedro.
Amava ao Senhor intensamente e era o seu companheiro de todas a
horas, Mt.17:1, Jo.21:17.
 Demonstrava publicamente as suas emoções para com o Senhor,
Lc.5:1-11; Jo.6:69.
 Era desinibido e sincero, Lc.5:8. Comunicativo, sempre respondia com
entusiasmo às emoções do seu coração, Mt.14:28-29; Jo.18:10;
 Submetendo suas fraquezas ao Senhor e cheio do Espírito Santo, Deus
o fortaleceu, 1Pe.5:10.
 Através do livro de Atos podemos ver que seus defeitos foram
sobrepujados pelas qualidades, que se realçam em poder nas palavras,
1Pe.2:14-40; constância, 1Pe.3:1; coragem, 1Pe.4:13; sabedoria,
1Pe.4:19-20; alegria, 1Pe.5:41; humildade, 1Pe.10:25-26; amor,
1Pe.10:21-28, amabilidade, 1Pe.11:4; fé, 1Pe.12:6; paciência.
1Pe.12:16 e liderança 1Pe.15:7.
MOISÉS ERA  MELANCÓLICO.
 Muitos personagens da Bíblia demonstraram possuí-lo, mas o mais
destacado foi Moisés. Moisés era talentoso At.7:22; abnegado,
Hb.11:23-27; perfeccionista (Deus usou essa qualidade para lhe dar os
detalhes da Lei, da justiça divina e do Tabernáculo); leal (os livros da
Lei, revelam isso) e extremamente dedicado, Ex.32:31-32.
 Sofria de um complexo de inferioridade que trazia à tona todas as
fraquezas do melancólico, Ex. 3:11-13; Ex. 4:1,3,10,13.
 Muitas vezes se deixava dominar pela ira, Nm.20:9-12 e pela
depressão, Nm.11:11-15. 
 O seu encontro com o Senhor no Monte Horebe e a freqüente busca da
sua face, contudo, fizeram dele um homem cheio do Espírito Santo, um
líder destemido, e tornou-se “o homem mais manso da Terra”,
Nm.12:3. Suas qualidades se destacaram e foi o grande legislador de
Israel.
PAULO ERA COLÉRICO. 

 A principal qualidade do colérico é a força de vontade,


que faz dele uma pessoal enérgica, eficiente, resoluta, e
um líder cheio de audácia e otimismo. Paulo foi um
portador desse temperamento notável, o livro de Atos e
suas cartas no-lo revelam. Exemplos: Gl.1:10; Fp.3:10-
14; Gl.1:15-18; At.14:19-24.
 Apesar deste caráter ativo, prático, dinâmico e corajoso,
Paulo antes de conhecer a Jesus e receber o Espírito
Santo, demonstrou-se um homem cruel, zangado, hostil
e amargurado, At.9:1; insensível, At.7:58-59; astucioso e
prepotente, At.9:2.
 Ele testificou de si mesmo, o que vemos em 1Tm.1:12-
16. Porem, o enchimento diário do Espírito Santo, a
entrega de suas falhas a Deus, 2Co.12:7-10, fizeram dele
um líder apto a escrever Gl.5:16-22.
 Olhando para suas fraquezas, ele afirmou ”Posso todas
as coisas naquele que me fortalece”, Fp.4:13.
ABRAÃO ERA  FLEUMÁTICO.
 Todas as qualidades do fleumático estavam presentes
na vida do fiel Abraão. Ele era pacífico, prático e bem
humorado, Gn.13:8-9; leal, calmo e eficiênte, Gn.14:14-
16; cumpridor de seus deveres, Gn.14:20; conservador
em seus princípios, Gn.14:22-24.
 Deus o provou em todas as suas promessas, mas ele
permaneceu firme na fé. Dele disse Deus: “Eu o tenho
conhecido”, Gn.18:19.
 Todavia, ele apresentava também os  defeitos desse
tipo de temperamento. Com o crescimento da sua vida
espiritual e submissão a Deus, assumiu suas posições e
foi liberto da incredulidade, Hb.11:8-9; do medo,
Hb.11:17 e fortalecido na fé, Gn.22:8.
 Apesar de seu temperamento, o seu direcionamento
à Deus, o fez um dos maiores homens que já
viveu.
 VOCÊ NASCE COM ELE!
 Você sabe o que é certo e o que é errado fazer,
mas, ao agir, é incapaz de conseguir se controlar
e acaba fazendo o que não desejaria fazer.
 O apóstolo Paulo certamente sentia o mesmo
quando escreveu Romanos 7:18-20:
 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha
carne, não habita bem nenhum, pois o querer o
bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo.
Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que
não quero, esse faço. Mas, se eu faço o que não
quero, já não sou eu quem o faz, e sim o pecado
que habita em mim.
O TEMPERAMENTO PODE SER MODIFICADO!

 Todo homem que, sinceramente, lamenta sua


fraqueza de temperamento, entende as palavras do
apóstolo Paulo em Romanos 7:24: "Homem infeliz
que sou!" e ele responde à pergunta: "quem me
libertará?" Sua libertação, como a nossa, dá-se em
"Jesus Cristo, Graças a Deus.“

 Pedro, que experimentou grande e dolorosa


mudança de temperamento ao longo de sua
conversão, escreve em sua segunda carta 1.4: "vos
torneis co-participantes da natureza divina,
livrando-vos da corrupção das paixões que há no
mundo."
CONCLUINDO

 Há indivíduos autocontrolados, mas que não curaram boa parte


de suas fraquezas, por não estarem em Cristo Jesus, pois
Satanás conhece nossas fraquezas de temperamento e se
aproveita delas para nos derrotar.
 Infelizmente, muitos cristãos não alcançaram a completa
transformação porque não se mantiveram em uma relação
permanente com Jesus Cristo (Jo 15:1-14).
VENCENDO AS FRAQUEZAS DO
TEMPERAMENTO

1. • Enfrente o fato como um pecado;


2. • Confesse-o;
3. • Peça ao Pai para extirpar esse hábito;
4. • Agradeça-O antecipadamente pela vitória;
5. • Pela fé, suplique a plenitude do Espírito Santo
6. • Ande segundo o Espírito obedecendo os princípios
da
Palavra de Deus.
A HONESTIDADE É IMPRESCINDÍVEL

 Pense sinceramente naquilo que você no fundo de si


mesmo é não no que está procurando ser. Pense no barro
bruto e não no vaso que está sendo trabalhado.

 Lembre-se que é excepcionalmente raro um


temperamento puro e isolado, pois é comum a mistura
dos temperamentos, razão pela qual você provalvemente
irá se encontrar dentros dos quatro temperamentos,
havendo logicamente um tipo que será predominante, e
os demais cada qual na sua devida proporção.

 Respondidas as perguntas e descobertas as suas


características pessoais, procure analisar detidamente
suas possibilidades para verificar qual o caminho a seguir
e, havendo se posicionado, ponha mãos à obra e seja
persistente na busca de sua auto-realização.
DEUS E VOCÊ
Deus deseja usar você como você é:

 Se você  é  sangüíneo, use sua habilidade de comunicação para falar do


reino de Deus.
 Se você é melancólico, use toda sua sensibilidade, habilidade e
dedicação ao Reino de Deus.
 Se você é colérico use toda sua audácia, coragem e eficiência, como
Paulo, para falar e conduzir pessoas à Cristo.
 Se você é Fleumático, use seu amor sua maneira carinhosa de ser, para
mostrar ao mundo que vive no ódio e no desamor, o amor Daquele que
deu o Seu único Filho por nós e que nos amou primeiro.
 Deus nos fez como somos. Seja o que você é, e apenas canalize para
Deus o seu temperamento.
 Deus quer tão somente controlá-lo, de maneira tal que tudo em
você seja para glória Dele.
 Temperamento Sanguíneo
Qualidades – Comunicativo, eufórico, destacado, entusiasta, afável, simpático, bom companheiro, compreensivo, crédulo. O sanguíneo é aquele
que fala antes de pensar. É uma pessoa jovial , com seu espírito descontraído e com seu encanto pode ser, com toda a razão, chamado de o
temperamento que “aproveita” a vida. Ele tem uma personalidade calorosa, vivaz e, corretamente, às vezes o chamam de “alma da festa”. É o tipo
de pessoa que costumamos encontrar que em qualquer reunião toma conta das conversas. Se há um grupo de pessoas reunidas e rindo, com
certeza tem um sangüíneo falando.
Pontos críticos – Fraco de ânimo, volúvel, indisciplinado, impulsivo, inseguro, egocêntrico, barulhento, exagerado, medroso. O sanguíneo é aquele
que se ira com facilidade e pega logo fogo; é impulsivo. O termo é relativo ao sangue, que tem ou parece ter aumento da massa sanguínea (dic.
Aurélio). É emocionalmente instável.

 Temperamento Colérico
Qualidades – Enérgico, visionário, resoluto, independente, otimista, prático, eficiente, decidido, líder, audacioso.
A principal qualidade do colérico é a força de vontade, que faz dele uma pessoal enérgica, eficiente, resoluta, e um líder cheio de audácia e
otimismo. O colérico é extrovertido, e também, provavelmente é o que mais produz ; isso lhe dá o direito de ser chamado o temperamento mais
ativo. Ele é auto-confiante e possui vontade forte. É o tipo de pessoa que resolve as coisas, que transforma idéias em fatos reais. Toma atitude
definida diante dos problemas.
Defeitos – Iracundo, sarcástico, impaciente, prepotente, intolerante, vaidoso, auto-suficiente, insensível, astucioso. O nome colérico vem de cólera,
que é o impulso violento contra o que nos ofende, fere ou indigna, ira. O colérico é propenso à cólera, cheio de cólera, irado, atacado de cólera (dic.
Aurélio).

 Temperamento Melancólico
Qualidades – Habilidoso, talentoso, minucioso, sensível, perfeccionista, esteta, idealista, leal, dedicado e auto-disciplinado.
Defeitos – Egoísta, deprimido ou amuado, pessimista, teórico, confuso, anti-social, crítico, vingativo, inflexível. O temperamento melancólico é
aquele que sofre de melancolia que é um estado mórbido de tristeza e depressão, pesar (dic. Aurélio). O melancólico se esconde dos outros, não se
mistura, gosta de andar só. É voltado para si mesmo, e, às vezes, pensamos nele como o que possui o temperamento “sofredor”, pois é muito
exigente consigo mesmo, através de uma constante auto-análise. Ele é uma pessoa naturalmente sombria, tristonho e pessimista, entretanto é
muito bem dotado e com tendências para gênio.

 Temperamento Fleumático
Qualidades – Calmo, tranqüilo, digno de confiança e cumpridor de deveres, eficiente e organizado, conservador, pratico, objetivo, líder, diplomata,
bem-humorado. Embora seja tímido, aprecia o convívio social.
Defeitos – Calculista, temeroso, indeciso, contemplativo, desconfiado, pretensioso, introvertido, desmotivado. O nome fleumático vem de fleuma,
que quer dizer frieza de ânimo, impassibilidade (dic. Aurélio). Logo, o fleumático é aquele que tem fleuma. É desatento, desligado. Introvertido, tem
uma tranqüilidade singular que lhe confere um temperamento de fácil relacionamento, manso e bem equilibrado. Ele é teimoso e indeciso.

Você também pode gostar