Você está na página 1de 5

CUIDADO FARMACÊUTICO E FARMÁCIA

CLÍNICA

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

GRUPO: Adriana Saraiva, Bruno Mateus, Edna Carolina, Heidy Dayane, Joyce Soares,
Jose Higor, Lorena, Mônica Ramos, Patrícia Deise, Rosi Vianna, Warley

DOCÊNTE: Dra. Daniela Fernanda de Freitas


Interações medicamentosaS:
AGENTES ANTIPSICÓTICOS

CLORPROMAZINA,
FLUFENAZINA,HALOPERIDOL CLORPROMAZINA
+ HALOPERIDOL
+ +
ADRENALINA, CISAPRIDA
METILDOPA
NORADRENALINA E DOBUTAMINA
= =
PROVOCA GRAVE HIPOTENSÃO E = RISCO DE MORTE,
TAQUICARDIA MAIOR TOXICIDADE POIS CAUSA ARRITMIAS GRAVES
PARA O PRIMEIRO

Usa se um HALOPERIDOL
simpatomimético +
SAIS DE LÍTIO
alfa-adrenérgico. =
ENCEFALOPATIAS, EFEITOS
CLORPROMAZINA , FLUFENAZINA EXTRAPIRAMIDAIS,
+ FEBRE, LEUCOCITOSE E
CLONIDINA, CAPTOPRIL, ALTERAÇÕES DE CONSCIÊNCIA
HIDROCLOROTIAZIDA, ENALAPRIL,
ESPIRONOLACTONA, FUROSEMIDA,
METILDOPA E PROPRANOLOL
=
HIPOTENSÃO ADITIVA; SE O ANTI-
HIPERTENSIVO FOR UM BETABLOQUEADOR, Acompanhamento próximo do
OCORRE AUMENTO DE SEU EFEITO paciente, principalmente nas três
primeiras semanas.
Interações medicamentosas:
ANTI-INFLAMATÓRIOS NÃO ESTEROIDAIS (AINE)

DICLOFENACO SÓDICO DICLOFENACO SÓDICO


+ +
AMINOGLICOSÍDEOS LÍTIO
=
= AUMENTO DO NÍVEL SÉRICO DESTE,
AUMENTAR A CONCENTRAÇÃO LEVANDO AO RISCO DE INTOXICAÇÕES
PLASMÁTICA EM CRIANÇAS PREMATURAS POR ESTE ELETRÓLITO
PELA REDUÇÃO DA TAXA DE FILTRAÇÃO
GLOMERULAR, AUMENTANDO COM ISSO O
RISCO DE NEFROPATIA CAUSADA POR
ESSAS DROGAS

PIROXICAN
+
CICLOSPORINA
AINE
+
ANTICOAGULANTES ORAIS =
AUMENTAR O POTENCIAL
= NEFROTÓXICO DE AMBAS AS
AUMENTAR O RISCO DROGAS, SENDO IMPORTANTE A
DE HEMORRAGIAS MONITORAÇÃO DA FUNÇÃO RENAL
DOS PACIENTES DO PACIENTE
Interações medicamentosas:
ANTI-INFLAMATÓRIOS ESTEROIDAIS

BETAMETASONA CORTICOIDES
+ +
AGENTES ANTICOLINESTERÁSICOS FENOBARBITAL
= =
DEPRESSÃO MUSCULAR DIMINUIÇÃO DOS EFEITOS
PROFUNDA, SENDO O ANTI-INFLAMATÓRIOS POR
MECANISMO CONTA DE UM AUMENTO NA
DESCONHECIDO TAXA DE METABOLIZAÇÃO
HEPÁTICA DESTAS DROGAS

Essa interação
pode colocar em
risco a vida dos
pacientes. DEXAMETASONA
+
FENITOÍNA

=
DIMINUIÇÃO NOS NÍVEIS PLASMÁTICOS DA SEGUNDA,
OCASIONANDO RISCO DE O PACIENTE VIR A CONVULSIONAR
QUANDO EM TERAPIA ANTIEPILÉPTICA COM ESSA DROGA.
FIM

OBRIGADA!