Você está na página 1de 4

SELFIE DE RISCO E IMAGEM-

ROSTO NO DESEJO
CONTAMPORÂNEO
Cíntia V. Fernande de Abreu
(Alexandre Linck Vargas) Orientador

Apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento


de Pessoal de Nível Superior – (CAPES).
05/27/2020
Como que a selfie de risco, enquanto imagem, dá
rosto à ambivalência da vida e da morte?

É investigar a selfie de risco considerando o duplo


aspecto da imagem-rosto. Mais especificamente, sua
qualidade e sua potência, aquilo que vemos e aquilo
que nos olha e nos afeta, a vida e a morte na
imagem.

05/27/2020
FUNDAMENTOS
Walter Benjamin - Fotografia enquanto mimetismo
Vilém Flusser - Simbologia
Roland Barthes – Punctum e Studium
 Georges Didi-Huberman – Detalhe e Trecho
Gilles Deleuze e Felix Guatarri – Rosticidade e
Rostificação
Peter Sloterdijk – Rosto 3

George Bataille – Erotismo


05/27/2020
Casal realizando uma selfie meio ao lixo tóxico

Fonte: R7 (2019).

05/27/2020