Você está na página 1de 12

GRUPO SER EDUCACIONAL

CENTRO UNIVERSITÁRIO MAURÍCIO DE NASSAU


CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA PEDIÁTRICA:


Possibilidades e limites de atuação do enfermeiro na equipe
multiprofissional de saúde

HILDA CARDOSO SANTOS


ROSEMEIRE DE QUEIROZ CONCEIÇÃO
VIVIANE OLIVEIRA NONATO

Orientadora: Profª. Ma. Camila da Silva Souza


INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

 Cuidados paliativos

 Câncer

 Saúde da criança

 Assistência de enfermagem.
OBJETIVO GERAL

Descrever as possibilidades e limitações de atuação do enfermeiro


como integrante da equipe multiprofissional de saúde no cenário da
terapia de crianças com câncer, considerando as especificidades da
doença e o processo de morte. .
METODOLOGIA

Trata-se de pesquisa de revisão bibliográfica, de cunho descritivo e


narrativo

A construção desta revisão literária foi conduzida com base na seguinte


pergunta investigativa: Qual a atuação do enfermeiro como membro da
equipe multiprofissional de saúde na terapia oncológica de crianças com
câncer?

A estratégia de busca adotada à identificação dos artigos nas bases de


dados mencionadas consistiu no emprego de descritores ou termos
relacionados ao tema, obtidos a partir dos Descritores em Ciências da
Saúde. 4
RESULTADOS

 Artigos analisados na integra: 14.


 A busca resultante do emprego dos termos e descritores nos
bancos de dados SciELO, LILACS e Google .
 Foi utilizado os seguintes descritores: Cuidados paliativos, Câncer,
Saúde da criança, Assistência de enfermagem.
DISCUSSÃO

 Considerações sobre o câncer na infância

 A constituição tumoral;

 O câncer é um processo patológico;

 O cuidado da criança com câncer


DISCUSSÃO

Possibilidades e limitações da atuação do enfermeiro


junto a equipe multiprofissional na oncopediatria
hospitalar

 Desafios e limitações

 Equipe multidisciplinar na oncopediatria e enfermagem

 O tratamento frente aos desafios do cuidado


DISCUSSÃO

 Ações de enfermagem nos cuidados paliativos à


criança e adolescente com câncer.

 O enfermeiro oncológico pediátrico;

 A atuação do enfermeiro como integrante da equipe


multiprofissional

 Assistência de enfermagem na oncologia pediátrica


CONSIDERAÇÕES FINAIS

 O enfermeiro oncológico na área pediátrica – Importância

 A atuação do enfermeiro como integrante da equipe


multiprofissional

 Desafios e limitações causadas pelo tratamento.


REFERÊNCIAS
BERNARDO, C.M. et al. A importância dos cuidados paliativos prestados pelo enfermeiro à criança com câncer em estágio terminal. J . Res.
Fundam. Care, v.6, n.3, p.1221-1230, 2014. Disponível em< https://www.redalyc.org › pdf>. Acesso em: 12 out. 2019.
 
BRASIL, Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer – INCA. Estimativa 2017 – Incidência de Câncer no Brasil.
 
______. ABC do Câncer. Brasília: Ministério da Saúde, 2019.
 
______. Instituto Nacional de Câncer – INCA. Estimativa 2012 – Incidência de Câncer no Brasil.
 
CARMO, Sandra Alves do Carmo; OLIVEIRA, Isabel Cristina dos Santos. Criança com Câncer em Processo de Morrer e sua Família:
Enfrentamento da Equipe de Enfermagem. Revista Brasileira de Cancerologia. v. 2, n. 6. 2015. p. 131-138. Disponível< www1.inca.gov.br › rbc
› n_61 › pdf › 07-artigo-crianca-com-cancer-em>. Acesso em: 18 out. 2019.
 
CHAVES, LD. O enfermeiro no manejo da dor do câncer. Rev. Prática Hospitalar, São Paulo, 2018. Disponível em< www.scielo.br › scielo ›
pid=S0103-21002018000600681>. Acesso em: 15 out. 2019.
 
COSTA, T.F.; CEOLIM, M.F. A enfermagem nos cuidados paliativos à criança e adolescente com câncer: revisão integrativa da literatura. Rev.
Gaúcha Enferm., v.31, n.4, p.775-784, 2010. Disponível < https://docplayer.com.br › amp › 19138299-Enfermagem-pediatrica-onco>. Acesso em
06 out. 2019.
 
FRANÇA, JRFSF et al. Cuidados paliativos à criança com câncer. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2013 dez; 21(esp.2):779-84. Disponível <
www.facenf.uerj.br › v21esp2 › v21e2a14>. Acesso em: 11 out. 2019.
 
GUIMARÃES, Tuani Magalhães et al. Cuidados paliativos em oncologia pediátrica na percepção dos acadêmicos de enfermagem. Esc Anna
Nery. v. 4, n. 20. 2016. p. 261-267. Disponível< www1.inca.gov.br › rbc › n_61 › pdf › 07-artigo-crianca-com-cancer-em>. Acesso em: 18 out.
2019.
 
OMS, Organização Mundial de Saúde. Instituto Nacional de Câncer-INA. Cuidados Paliativos. Rio de Janeiro, 2016.
 
MENSAGEM FINAL

Diante da criança em cuidados


paliativos e sua família, o modo de
agir dos enfermeiros se pauta em
atitudes de promoção de conforto
e bem-estar, através do carinho e
atenção, favorecendo a realização
de desejos, desde que não lhe
cause prejuízos, bem como o
apoio emocional e espiritual, tão
importantes nesse momento.

(FRANCO, 2018)
Obrigada pela atenção!