Você está na página 1de 36

PROJETO

DE
PESQUISA
Profª Ms. Zuleika C. L. de Toledo
O QUE É PESQUISA?
 Realização concreta de uma investigação
planejada, desenvolvida e redigida de acordo com
as normas das metodologias consagradas pela
ciência.
 Procedimento racional e sistemático que tem como
objetivo proporcionar respostas aos problemas que
são propostos.
 A pesquisa é requerida quando não se dispõe de
informação suficiente para responder ao problema.
 A pesquisa é desenvolvida em inúmeras fases,
desde a adequada formulação do problema até a
satisfatória apresentação dos resultados.
MÉTODO
 De origem grega e significa o conjunto de etapas e
processos a serem vencidos ordenadamente na
investigação dos fatos ou na procura da verdade.

 Confere segurança e é fator de economia na


pesquisa, no estudo, na aprendizagem.
Estabelecido e aprimorado pela contribuição
cumulativa dos antepassados, não pode ser
ignorado hoje, em seus delineamentos gerais, sob
pena de insucesso.
MÉTODO E TÉCNICA
MÉTODO: traçado das etapas fundamentais da
pesquisa
 
TÉCNICA: procedimentos ou a utilização de
diversos recursos peculiares a cada objeto de
pesquisa, dentro das diversas etapas do método.

Dentro das linhas gerais e estáveis do


método, as técnicas variam muito e
se alteram e progridem de acordo com o
progresso tecnológico, naturalmente.
QUALIDADES DO ESPÍRITO CIENTÍFICO:
a) Ter senso de observação;
b) Gosto pela precisão e pelas idéias claras;
c) Imaginação ousada, mas regida pela necessidade da
prova;
d) Curiosidade que leva a aprofundar os problemas;
e) Poder de discernimento;
f) Assume a atitude de humildade e de reconhecimento das
suas limitações e da possibilidade de certos erros e
enganos;
g) Imparcial, não torce os fatos e respeita a verdade;
h) Honesto, evita o plágio e não colhe como seu o que os
outros plantaram;
i) Não se acomoda;
j) É corajoso para enfrentar os obstáculos e perigos que
uma pesquisa possa oferecer.
ETAPAS PARA A
ELABORAÇÃO DE UM
TRABALHO
CIENTÍFICO
Concientizar-se de um PROPOR E Analisar os dados
problema disponíveis
DEFINIR UM
Torná-lo significativo e PROBLEMA Formular a hipótese
delimitá-lo tendo consciência de
sua natureza
Formulá-lo em forma provisória
de pergunta ELABORAR
UMA Prever suas
HIPÓTESE implicações lógicas

Decidir sobre novos


VERIFICAR A Invalidar, confirmar ou
dados necessários
HIPÓTESE modificar a hipótese
Recolhê-los
Traçar um esquema
de explicação
Analisar, avaliar e significativo
interpretar os dados
Quando possível
em relação à hipótese
CONCLUIR generalizar a
conclusão
ESTRUTURA

DE UM

PROJETO

DE PESQUISA
1 - INTRODUÇÃO
(Contextualização do problema) Problemática
Justificativa

Problema ou Questão Norteadora (em forma de


pergunta)
 
Objetivos (os objetivos podem ser apresentados de duas
formas: 1) no corpo do texto da Introdução ou 2) como um
subitem da Introdução (Ex. 1.1- Objetivos) caso o trabalho
apresente muitos objetivos específicos).
 
Hipóteses (só para pesquisas experimentais. Em outros
tipos de pesquisa utilizaremos somente o problema ou
questão norteadora).
IMPORTANTE!!!

Para uma adequada condução da


pesquisa, é necessário que o
pesquisador elabore um projeto para que
todas as suas ações sejam planejadas.
Veja no quadro a seguir os elementos
que fazem parte de um projeto de
pesquisa e de uma monografia.
ELEMENTOS PROJETO MONOGRAFIA

Capa . .
Folha de rosto .
Folha de aprovação .
Dedicatória .
Agradecimentos .
Epígrafe .
Resumo .
Lista de ilustrações .
Lista de tabelas .

Continua....
ELEMENTOS PROJETO MONOGRAFIA

Lista de abreviaturas e .
siglas
Sumário . .
1 – Introdução . .
2 – Revisão de Literatura . .
3 – Metodologia . .
4 – Apresentação, análise e .
discussão dos resultados
5 – Conclusão .
6 – Considerações finais .
Referências . .
Anexo . .
Cronograma . .
ROTEIRO

PARA A

ELABORAÇÃO

DO PROJETO
TEMA
 Indica a área geral do desenvolvimento da
monografia.
 Indica uma área de interesse a ser investigada.
Trata-se de uma delimitação ainda bastante ampla.

Para definir o tema, o pesquisador


precisa fazer uma consistente leitura das
principais bibliografias existentes na sua
área de interesse. Nessa fase é
importante conhecer melhor a área geral
a qual se pretende estudar.
INICIANDO

UMA

PESQUISA ...
TEMA x TÍTULO
GERAL
Deve ser deixado por último ESPECÍFICO

 O título por ser mais específico que o tema pode


ser definido por último.
 O tema estando bem definido é o suficiente para a
condução da pesquisa.
 Definir o título precocemente pode impedir que o
pesquisador enxergue coisas importantes e
essenciais para a pesquisa.
DELIMITAÇÃO DO ESTUDO

 Após a escolha do assunto, é necessário


determinar o aspecto particular sob o qual será
focalizado; só um tema bem delimitado pode ser
objeto de pesquisa científica.

- Determinar a idéia central do estudo

- Determinar o sujeito e sua extensão: sexo; faixa


etária; características e outros.
 O mérito de uma pesquisa aumenta a medida que
seu campo diminui.

 Objeto de pesquisa é aquilo que se quer conhecer


relativamente de um sujeito.

SUGESTÕES PARA A DELIMITAÇÃO


 Leitura exploratória
 Não delimitar um assunto antes de conhecê-lo em sua
generalidade, antes de aprender os múltiplos aspectos sob
os quais possa ser estudado.
 Não se pode iniciar uma pesquisa sem determinar um alvo,
sem delimitar o assunto e sem excluir a grande variedade
de aspectos que não se pretende explorar.
 Conversar com professores da área.
1 - INTRODUÇÃO
Segundo Müller e Cornelsen (2003) a introdução é a primeira
parte do texto. Ela configura a despeito do título atribuído, os
fundamentos do estudo.
 
Na introdução deve constar:
Delimitação do assunto estudado

Razões da elaboração (justificativa)

Objetivos do trabalho

Outros elementos relevantes do tema


(indicação da metodologia, localização no
tempo e espaço)
 A introdução deve ser elaborada de forma clara e
concisa, de modo que o leitor penetre na
problemática abordada, para se familiarizar com os
termos e limites da pesquisa.

 O objetivo principal da introdução é situar o leitor


no contexto da pesquisa. O leitor deverá perceber
claramente o que está analisando, como e por que
as limitações encontradas, o alcance da
investigação e suas bases teóricas gerais (KÖCHE
apud MÜLLER e CORNELSEN, 2003).
PROBLEMÁTICA
(contextualização do problema) /
problema

De acordo com Lavillle & Dionne (1999), a


problemática é o conjunto de fatores que
fazem com que o pesquisador conscientize-se
de um determinado problema, veja-o de um
modo ou de outro, imaginando tal ou eventual
solução.
HIPÓTESE(S) DO ESTUDO
A hipótese é o resultado esperado, ou seja, é
a solução antecipada para o problema, que
pode ser baseada em alguma construção
teórica, nos resultados dos estudos
anteriores, ou talvez na experiência e
observações anteriores do pesquisador
(È confirmada ou não na conclusão).

As hipóteses possuem a função de orientar o


pesquisador na coleta e análise dos dados.
OBJETIVOS

Nesta fase da pesquisa, temos que determinar a


AÇÃO a ser realizada para responder a(s)
questão(ões) que nos colocamos (responder ao
problemas de pesquisa).
A especificação do objetivo de uma pesquisa
responde às questões para quê? e para quem?
 
1 – Objetivo Geral (ação geral da pesquisa)
Está ligado a uma visão global e abrangente do
tema. Relaciona-se com o conteúdo intrínseco, quer
dos fenômenos e eventos, quer das idéias
estudadas. Vincula-se diretamente à própria
significação da tese ou tema proposto pelo projeto.

2 – Objetivos Específicos (ações


específicas da pesquisa – devem estar
vinculadas ao objetivo geral)
Apresentam caráter mais concreto. Têm função
intermediária e instrumental, permitindo, de um lado,
atingir o objetivo geral e, de outro, aplicar este a
situações particulares.
Os objetivos sempre devem iniciar
com um verbo!!!

Verbos de Conhecimento

Associar – calcular – citar – classificar –definir – descrever – distinguir –


enumerar – especificar – enunciar – estabelecer – exemplificar –
expressar – identificar – indicar – medir – mostrar – nomear – registrar –
relacionar – relatar – selecionar.
 
Verbos de Compreensão
 
Concluir – descrever – distinguir – deduzir – demonstrar – discutir –
explicar – identificar – ilustrar – inferir – interpretar – localizar - relatar –
revisar.
 
Verbos de Aplicação
 
Aplicar – classificar – estruturar – ilustrar – interpretar – organizar –
relacionar.
Verbos de Análise
 
Analisar – classificar – categorizar – combinar – comparar – comprovar –
contrastar – correlacionar – diferenciar – discutir – detectar – descobrir –
discriminar – examinar –experimentar – identificar – investigar – provar –
selecionar.
 
 
Verbos de Síntese
 
Combinar – compor – criar – comprovar – deduzir – desenvolver –
documentar – explicar – organizar – planejar – relacionar.
 
 
Verbos de Avaliação
 
Avaliar – concluir – constatar – criticar – interpretar – julgar – justificar –
padronizar – relacionar – selecionar – validar – valorizar.
IMPORTANTE!!!

O PROBLEMA, OBJETIVOS e
HIPÓTESES, necessariamente
precisam estar relacionados entre si.
JUSTIFICATIVA
 A justificativa deve trazer a necessidade,
importância e utilidade de se desenvolver o
assunto. É nesse momento que o autor demonstra
a relevância do tema-problema tratado.

É o único item do projeto que apresenta respostas à


questão por quê? De suma importância, geralmente
é o elemento que contribui mais diretamente na
aceitação da pesquisa pela(s) pessoa(s) ou
entidade(s) que vai(ão) financiá-la. Constitui numa
exposição sucinta, porém completa, das razões de
ordem teórica e dos motivos de ordem prática que
tornam importante a realização da pesquisa.
Na justificativa deve ser enfatizado:
 
1-  O estágio em que se encontra a teoria sobre o tema;
2-  As contribuições teóricas que a pesquisa pode trazer;
3-   Importância do tema do ponto de vista geral;
4-   Importância do tema para os casos particulares em
questão;
5-   Possibilidade de sugerir modificações no âmbito da
realidade abarcada pelo tema proposto;
6-   Descoberta de soluções para casos gerais e/ou
particulares, etc.
R E S U M I N D O ...
Na justificativa o pesquisador deve responder em
redação única as questões abaixo:

Por quê a pesquisa é importante?


Qual a sua relevância ?
Quais suas contribuições ?
2 – REVISÃO DE LITERATURA
(Fundamentação Teórica)

Na Revisão, o pesquisador deverá tentar encontrar


essencialmente os saberes e as pesquisas
relacionadas com sua questão (problema), sem
nunca perder de vista o seu centro de interesse.
3 – METODOLOGIA
PESQUISA DE CAMPO
3.1. A pesquisa
3.2. População e amostra
- detalhar o perfil da amostra – nº de pessoas, gênero, média de
idade, características, etc. – tudo o que for necessário para a
sua caracterização.
3.3. Instrumentos
- apresentar todos os instrumentos utilizados para a coleta de
dados da pesquisa – questionários, testes, etc.
3.4. Coleta de dados
- explicar detalhadamente como os dados foram coletados.
3.5. Procedimentos do estudo
- explicar todo o procedimento do estudo (intervenção) realizado.

3.6. Limitações do estudo


- indicar as limitações encontradas na realização do estudo.

3.7. Análise dos dados


- explicar como os dados serão analisados (análise estatística,
etc.).
4 – APRESENTAÇÃO E
DISCUSSÃO DOS
RESULTADOS

REFERÊNCIAS
Relação alfabética (por autor) de todas as obras
citadas no corpo do trabalho (livros, artigos,
informações de sites da internet, gravações, vídeos
etc.) (ver normas ABNT).