Você está na página 1de 31

6

Resultados de Medições
Diretas
Fundamentos da Metrologia
Científica e Industrial

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Motivação
definição do procedimento
mensurando de medição

resultado da
medição

condições operador sistema de


ambientais medição

Como usar as informações disponíveis sobre o


processo de medição e escrever corretamente
o resultado da medição?

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 2/124)


6.1
Medições Diretas e Indiretas

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Medições diretas
 O sistema de medição já indica
naturalmente o valor do mensurando.
 Exemplos:
 Medição do diâmetro de um eixo com um
paquímetro.
 Medição da tensão elétrica de uma pilha com
um voltímetro.

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 4/124)


Medições indiretas

 A grandeza é determinada a partir de


operações entre duas ou mais grandezas
medidas separadamente.
 Exemplos:
 A área de um terreno retangular
multiplicando largura pelo comprimento.
 Medição da velocidade média de um
automóvel dividindo a distância percorrida
pelo tempo correspondente.
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 5/124)
6.2
Caracterização do Processo de
Medição

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Processo de medição
D E D E
N TE ZAS N TE ZAS
FO RTEdo
definição FO RTE
procedimento
CE CE
I N I N AS
mensurando de medição Z
T E DA S
E R
IN C
B I NA
M
CO
resultado da
medição

condições operador sistema de


ambientais
DE DE S medição
N T E ZA S E
NT EZA E DE S
FO RTE F O
RT O NT EZA
E E F RT
INC INC E
INC
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 7/124)
6.3
A Variabilidade do Mensurando

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
O Mensurando é considerado
 Invariável:
 se seu valor permanece constante durante o
período em que a medição é efetuada.
 Exemplo: a massa de uma jóia.
 Variável:
 quando o seu valor não é único ou bem
definido. Seu valor pode variar em função da
posição, do tempo ou de outros fatores.
 Exemplo: a temperatura ambiente.
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 9/124)
Em termos práticos
 Mensurando Invariável:
 As variações do mensurando são inferiores a
à resolução do SM.
 Mensurando Variável:
 As variações do mensurando são iguais ou
superiores à resolução do SM.

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 10/124)


6.4
O resultado da medição de um
mensurando invariável quando a
incerteza e correção combinadas
são conhecidas
www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Incertezas combinadas
 A repetitividade combinada corresponde à
contribuição resultante de todas as fontes
de erros aleatórios que agem
simultaneamente no processo de medição.
 A correção combinada compensa os erros
sistemáticos de todas as fontes de erros
sistemáticos que agem simultaneamente
no processo de medição.

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 12/124)


6.5
A Grafia Correta do Resultado da
Medição

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Algarismos Significativos (AS)
 Exemplos:
 12 tem dois AS
 1,2 tem dois AS
 0,012 tem dois AS
 0,000012 tem dois AS
 0,01200 tem quatro AS
 Número de AS:
 conta-se da esquerda para a direita a partir
do primeiro algarismo não nulo
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 14/124)
Regras de Grafia

 Regra 1:
 A incerteza da medição é escrita com até
dois algarismos significativos.
 Regra 2:
 O resultado base é escrito com o mesmo
número de casas decimais com que é
escrita a incerteza da medição.

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 15/124)


A grafia do resultado da
medição
Exemplo 1:
RM = (319,213 ± 11,4) mm
REGRA 1

RM = (319,213 ± 11) mm
REGRA 2

RM = (319 ± 11) mm

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 16/124)


A grafia do resultado da
medição
Exemplo 2:
RM = (18,4217423 ± 0,04280437) mm
REGRA 1

RM = (18,4217423 ± 0,043) mm
REGRA 2

RM = (18,422 ± 0,043) mm

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 17/124)


6.6
O resultado da medição de um
mensurando variável quando a
incerteza e correção combinadas são
conhecidas

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Qual a altura do muro?

h = média entre h7 a h14?


h11 h2 h12 h13
h7 h3 h8
h10 h6 h4 h5 h14
h9 h1

c/2 c/2
Qual seria uma resposta honesta?
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 19/124)
Respostas honestas:
Varia.
Varia entre um mínimo de h1 e um máximo de h2.

Faixa de variação
h2

h1

A faixa de variação de um mensurando variável


deve fazer parte do resultado da medição.
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 20/124)
Medição de mensurando
variável
 Deve sempre ser medido muitas vezes,
em locais e/ou momentos distintos, para
que aumentem as chances de que toda a
sua faixa de variação seja varrida.

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 21/124)


Caso 4
Mensurando variável
n>1
Corrigindo erros sistemáticos

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Caso 4
faixa de variação das
indicações sistema de
medição

±t.u

+C

mensurando
RB
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 23/124)
Caso 4

indicação média

+C
u = incerteza padrão
-t.u +t.u determinada a partir
das várias indicações

RM = I + C ± t . u

Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 24/124)


Caso 4 - Exemplo
Temperatura no refrigerador
As temperaturas foram medidas
durante duas horas, uma vez por
minuto, por cada sensor.
A

Dos 480 pontos medidos, foi calculada


B
a média e incerteza padrão:
C I = 5,82°C u = 1,90°C
Da curva de calibração dos sensores
D determina-se a correção a ser aplicada:
C = - 0,80°C
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 25/124)
Caso 4 - Exemplo
Temperatura no refrigerador
RM = I + C ± t . u
RM = 5,82 + (-0,80) ± 2,00 . 1,90
RM = 5,02 ± 3,80
RM = (5,0 ± 3,8)°C

0 2 4 6 8
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 26/124)
Caso 5
Mensurando variável
n>1
Não corrigindo erros sistemáticos

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Caso 5
faixa de variação das
indicações sistema de
±t.u medição

- Emáx + Emáx

mensurando
RB
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 28/124)
Caso 5 - Erro máximo conhecido e
mensurando variável
indicação média

- Emáx + Emáx

-t.u +t.u

RM = I ± (Emáx + t . u)
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 29/124)
6.7
O resultado da medição na
presença de várias fontes de
incertezas

www.labmetro.ufsc.br/livroFMCI
Determinação da incerteza de medição
em oito passos
P1 – Analise o processo de medição
P2 – Identifique as fontes de incertezas
P3 – Estime a correção de cada fonte de incerteza
P4 – Calcule a correção combinada
P5 – Estime a incerteza padrão de cada fonte de
incertezas
P6 – Calcule a incerteza padrão combinada e o número
de graus de liberdade efetivos
P7 – Calcule a incerteza expandida
P8 – Exprima o resultado da medição
Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial - Capítulo 6 - (slide 31/124)