Você está na página 1de 17

O Conceito de Pessoa

Quem sou eu? Evidentemente, sou um homem.


No entanto, qual é exatamente o significado
do homem? Alguém pode responder: eu sou
uma pessoa, não uma coisa. Parece claro o
suficiente para definir o homem como uma
pessoa. No entanto, é uma tautologia dizer
que o homem é uma pessoa? Qual é o
significado específico de ser uma pessoa?
Uso cotidiano do conceito de Pessoa

• Manifestação corporal de um homem


• Associação a caráter ou personalidade
• O mesmo que "homem", "humano" ou
"indivíduo" no final do século XX.
• Cidadãos ou homens livres, que são distintos
de escravos e selvagens. (Direito Romano)
Passeio Etimológico pelo Conceito
• "pessoa" vem da palavra latina persona,
originária do verbo personare, que significa
literalmente "soar através".
• A palavra latina persona era provavelmente
uma tradução da prosopa do grego antigo,
plural de prosopon, que significa rostos ou
máscaras.
“Boécio diz: O nome de pessoa
originou-se das pessoas que
representavam certos homens, nas
comédias e nas tragédias. Pois
pessoa vem de personar, porque
necessàriamente numa
concavidade o som se desenvolve
mais intenso. Os Gregos, porém,
chamavam a tais pessoas –
prósopa(máscaras), por se
colocarem na face e, estando Boécio (c. 480-524 / 525) foi um dos primeiros filósofos
medievais mais influentes. Sua obra mais famosa, A
diante dos olhos, ocultarem o Consolação da Filosofia, foi mais amplamente traduzida e
vulto. “ reproduzida obra secular do século VIII até o final da Idade
Média.
(BOECIO apud AQUINO, 2020, p. 335)
• persona est naturae racionalis individua
substantia (a pessoa é uma substância
individual de natureza racional)
• Por meio do intelecto, uma pessoa é capaz de
pensar e agir por si mesma. Portanto, as
pessoas são aquelas pessoas que são
inteligivelmente maduras e podem agir
livremente com sua vontade.
“Na definição da pessoa não
se introduz a substância
como significando essência,
mas como suposto; o que é
manifesto por se lhe
acrescentar individual. E
para exprimir a substância,
com tal significação, os Tomás de Aquino ( 1225 - 1274) foi um frade dominicano
italiano, filósofo, sacerdote católico e doutor da Igreja. Um
Gregos têm o nome de filósofo imensamente influente, teólogo e jurista na tradição
do escolasticismo, ele também é conhecido dentro dele
como o Doutor Angelicus e o Doctor Communis.
hipóstase;”
(AQUINO, 2020, p. 340)
A hipóstase é um conceito filosófico importante,
que é de hipo (abaixo) e histasthai (estar em
pé), que significa “realidade fundamental que
suporta tudo o mais". Literalmente, refere-se
a algo que se assenta no fundo, como
sedimentos, suporte ou fundação de um
edifício. Do ponto de vista filosófico,
hypostasis significa o princípio subjacente ou o
ser real.
• Toda pessoa tem uma natureza, mas é incorreto dizer que toda
natureza tem uma pessoa.
• O idioma comum indica claramente a distinção entre duas
perguntas distintas: "quem sou eu?" (pessoa) e "o que sou eu?"
(natureza).
• De um modo geral, a natureza é a essência (esse) ou forma que
faz uma coisa ser o que é (quod quid est). É uma resposta à
pergunta "O que é isso?" ou "O que eu sou?" Portanto, a natureza
de uma coisa é a mesma que sua definição.
• Por outro lado, pessoa é uma resposta à pergunta "Quem sou
eu?" A pessoa ou o "quem" é uma substância individual (material
ou imaterial) de natureza intelectual.
“Mas ainda, de modo mais especial e perfeito manifesta-se o
particular e o individual nas substâncias racionais, que são
senhoras dos próprios atos; e não somente são levadas, como os
outros, mas agem por si mesmas; pois, os atos são de natureza
singular. E, portanto, entre as outras substâncias, os indivíduos de
substância racional têm certo nome especial, a saber, o de pessoa.
E por isso, à predita definição de pessoa, acrescenta-se substância
individual, para significar o singular no gênero da substância; e
acrescenta-se mais — de natureza racional, para exprimir o singular
na ordem das substâncias racionais. (AQUINO, 2020, p. 333)
• O homem é uma pessoa espiritual, no sentido de que todo homem
é único e insubstituível.
Interpretações Modernas do Conceito de
Pessoa
• John Locke definiu a pessoa como
"um ser inteligente pensante“.

•Kant enfatiza que uma coisa é apenas o


meio para um certo fim, que é
substituível, permutável e pode ser
objetivado. Em contraste, a pessoa é um
fim em si mesmo que é insubstituível e
goza de dignidade.
O Conceito de Pessoa em Max Scheller
• A pessoa não é uma coisa ou
substância.
• Nâo é somente um poder de
escolha: arbitrium brutum X
arbitrium liberum.
• Para Scheler, pessoa é definida como
portadora de valores (Wertrdger).
Ele argumenta que "somente
pessoas podem (originalmente) ser
Max Ferdinand Scheler (1874 - 1928) foi
moralmente boas ou más; tudo o
um filósofo alemão conhecido por seu
trabalho em fenomenologia, ética e
resto pode ser bom ou mau por
antropologia filosófica. referência a pessoas, não importa
quão indireta essa 'referência' possa
ser“.
A pessoa é uma unidade concreta de todos os atos
possíveis, a pessoa está fora de toda a esfera de
todos os "objetos" possíveis ... a pessoa está,
acima de tudo, fora de toda a esfera da coisa, que
faz parte da esfera dos objetos. A pessoa existe
apenas na busca de seus atos.
(SCHELLER apud CHEUNG, 2000, p. 47)
• A pessoa nunca é uma "parte" de um mundo; a pessoa é
sempre o correlato de um "mundo", ou seja, o mundo em
que ela se experimenta, o que significa que ele está sempre
coexistindo com o mundo.
• O mundo é o cenário ambiental para a pessoa. Portanto,
pode-se dizer que o ser pessoal é uma "pessoa-no-mundo”.
• cada pessoa é um ser único, com valores únicos.
• a pessoa é um ser social, porque não está morando sozinha
no mundo e está sempre conectada a uma comunidade. O
ser de pessoa é um ser-eu e um ser-com.
• Entre todas as criaturas, os seres humanos são capazes de
distanciar-se do mundo e objetivar o mundo (e eles
mesmos). O que fornece aos seres humanos essa
habilidade? O fato de os seres humanos serem criaturas
espirituais. De fato, o que caracteriza os seres humanos
como humanos é precisamente a presença do espírito
(Geist). É nossa espiritualidade que torna nossa vida
humana altamente independente de impulsos e
independente do apego a um ambiente específico. É
nossa espiritualidade que nos permite transformar e
transcender o ambiente fechado e nos abre ao mundo.
O homem é “aquele que
pode dizer 'não‘”
• O homem, antes de ser um ens cogitans ou um ens volens, é
um ens amans.
• o homem como ens amans, um ser pessoal apaixonado pelos
outros. O amor é definido como "o movimento no qual cada
objeto individual concreto que carrega valores atinge os valores
mais altos possíveis de acordo com sua natureza ideal; ou no
qual atinge o valor essencial ideal peculiar para isto.
• O ordo amoris representa a estrutura básica dos sentimentos
humanos e das preferências de valor de uma pessoa. Portanto,
cada pessoa única tem seu próprio ordo amoris. É uma "lógica
do coração" autônoma, que é independente da lógica da razão.

Você também pode gostar