Você está na página 1de 18

SOLUÇÕES

 
Sistema homogêneos constituídos por soluto e solvente. O soluto representa o componente que se
encontra dissolvido em uma outra substância que, no caso, será o solvente.
SOLUÇÕES

 CLASSIFICAÇÃO DAS SOLUÇÕES


SOLUÇÕES

Coeficiente de solubilidade: é a máxima


quantidade de soluto que se encontra dissolvido
em uma quantidade padrão de solvente a uma
determinada temperatura. Normalmente a
quantidade de solvente mais usada é de 100g.
SOLUÇÕES
Solução insaturada: é toda
solução em que a quantidade de
soluto dissolvida não ultrapassa o
coeficiente de solubilidade (ponto
de saturação).

Exemplo o coeficiente de
solubilidade do KNO3 em água a
20 °C é 31,6 g/100 g H2O,
portanto, a adição de qualquer
quantidade de KNO3 abaixo de
31,6 g em 100 g de água, a 20
°C, produz solução insaturada.
SOLUÇÕES
Solução saturada: é a solução em que o
soluto atinge o seu coeficiente de
solubilidade na temperatura fornecida.

Por exemplo, mantendo o coeficiente


de solubilidade do KNO3 em água
a 20 °C é 31,6 g/100 g H2O, e se
em 100 g de H2O, a 20 °C, adicionamos
31,6 g de KNO3.
SOLUÇÕES
Solução saturada com corpo de fundo: é toda solução em que a quantidade de
soluto misturada ultrapassa o coeficiente de solubilidade (ponto de saturação);  

Por exemplo, em 100 g de H2O, a 20 °C, são adicionados 40 g de KNO3. Ocorre a


dissolução de 31,6 g de KNO3 e, o excesso adicionado (8,4 g)

NOTA: o não dissolvido, forma o chamado


corpo de fundo ou corpo de chão. Tal sistema
descrito é denominado de sistema
heterogêneo formado por sobrenadante
(solução saturada) e corpo de fundo.
SOLUÇÕES
Solução supersaturada: é quando excede a quantidade máxima de soluto a ser
dissolvida de acordo com o coeficiente de solubilidade, sendo que o excesso de
soluto é dissolvido por variação de temperatura.

Por exemplo: a 40 °C, a solubilidade do KNO3 é 61,47 g/100 g H2O e, a 20 °C, é


31,6 g/100 g H2O.
SOLUÇÕES
É possível representar a relação entre
o coeficiente de solubilidade e a
temperatura, o que resultará na curva
de solubilidade.
SOLUÇÕES UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES

Relação Geral
quantidade de soluto
Concentração 
quantidade de solução

A quantidade de soluto pode ser expressa por sua massa, n°


de mols, volume, etc. A quantidade de solvente pode ser
expressa por massa, n° de mols , volume etc.
Serão adotados alguns números como índices para representar
soluto, solvente e solução.

1-soluto;
2-solvente;
sem índice – solução
SOLUÇÕES UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES

Concentração comum (C): Determina a quantidade de massa de


soluto (m1) em gramas por unidade de volume (V) de solução (L).

m1
C
V
Concentração molar ou molaridade (M): É a relação entre o
número de mols do soluto (n1) e o volume (V), em litros, da solução.

n1 m1
M  M   M1 : é massa molar do soluto.
V M1V  
SOLUÇÕES UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES

Título Determina a quantidade de soluto em uma determinada


quantidade de massa de solução.
 
Há três tipos de título:

m1
 massa/massa : 
m
v1
 volume/volume: 
v
m1
 massa/volume: 
v
SOLUÇÕES Relação entre as unidades de concentração e densidade

m1  g 
C  m1  C V   1 Utilizando (1),(2) e (4), obtém-se:
V  L
C  d    1000
m1
  m1    m   2 
m Utilizando (1) e (3), obtém-se:
m1
M   m1  M  M1  V   3  Utilizando (1) e (3), obtém-se:
M1V m1 C
M  M 
m g M1V 1 M1
d  4
V  mL 