Você está na página 1de 22

PANORAMA JURÍDICO

CONTEMPORÂNEO
Do Direito Administrativo
DO QUE FALAREMOS

• Evolução Histórica.
• A Monarquia Absolutista: The King do not Wrong.
• O Liberalismo e o Estado Mínimo.
• A Social Democracia e o Estado do Bem Estar Social.
• As Origens do Estado Brasileiro: O Estado Português.
• Modelos Democráticos Ocidentais: Inglaterra e França.
• O Problema das Fontes do Direito: A Ausência da Lei.
TRIPARTIÇÃO DOS PODERES
• O Brasil adotou a clássica teoria de tripartição de funções do
Estado, organizada por Montesquieu, sendo essas funções
divididas entre poderes devidamente organizados.
• Nesse sentido, na Constituição Federal, em seu art. 2°, fica
definido o funcionamento de três poderes: o Legislativo, o
Executivo e o Judiciário, sendo que tais poderes são
indeper.dentes e harmônicos entre si.
QUESTÃO DE PROVA
• O princípio da separação dos Poderes adotado no Brasil pode ser
caracterizado como rígido, uma vez que todos os Poderes da República
exercem apenas funções típicas.
• A eleição periódica dos detentores do poder político e a responsabilidade
política do chefe do Poder Executivo são características do princípio
republicano.
• A CF instituiu mecanismos de freios e contrapesos, de modo a
concretizar-se a harmonia entre os Poderes Legislativo, Executivo e
Judiciário, como, por exemplo, a possibilidade de que o Poder Judiciário
declare a inconstitucionalidade das leis.
• Verdadeiro ou falso?
DISTINÇÃO ENTRE GOVERNO E
ESTADO

•Pode-se dizer que o


governo é a cúpula diretiva
do Estado que se organiza
sob uma ordem jurídica
por ele posta, a qual
consiste no complexo de
regras de direito baseadas
e fundadas na Constituição
Federal.
DISTINÇÃO ENTRE GOVERNO E
ESTADO
• Como ensina Hely Lopes Meireles, Governo é a
“expressão política de comando, de iniciativa, de
fixação de objetivos do Estado e de manutenção da
ordem jurídica vigente”.
• Trata-se, portanto, do conjunto de Poderes e órgãos
responsáveis pela função política do Estado, cujas
atribuições decorrem diretamente da Constituição.
• Sistema presidencialista ou presidencialismo.
• ▪ Sistema parlamentarista ou parlamentarismo.
FORMAS DE GOVERNO
• A república se caracteriza pela eletividade e pela
temporalidade dos mandatos do Chefe do Poder
Executivo, o qual possui o dever de prestação de
contas.
• Já a monarquia é caracterizada pela hereditariedade
e vitaliciedade, com ausência de prestação de
contas.
FONTES DO DIREITO ADMINISTRATIVO
• Lei
• Jurisprudência
• Doutrina
• Costumes sociais
• Princípios gerais de direito
MODELO FRANCÊS versus
• Na França, as decisões administrativas são definitivas, ou seja,
não cabe a reapreciação pelo Poder Judiciário das
decisões tomadas no âmbito da Administração Pública É o
que a doutrina denomina contencioso administrativo.
• O Modelo inglês - Decisões administrativas podem ser
controladas pelo Poder Judiciário (princípio da inafastabilidade
da tutela jurisdicional).
• Adotado no Brasil?
O QUE É DIREITO ADMINISTRATIVO?
•  é o campo do Direito que rege as atividades dos órgãos
administrativos e do governo . 
• A ação de agências governamentais pode incluir a criação de
regras, adjudicação ou execução de uma agenda regulatória
específica . 
• O direito administrativo é considerado um ramo do direito
público.
ESTADO MÍNIMO?
• A expressão "estado mínimo" tem sua origem
no neoliberalismo, corrente surgida nos anos 1970 e 1980 que
procura reviver o capitalismo laissez-faire do liberalismo
clássico dos séculos XVIII e XIX.
• LIBERALISMO - é uma filosofia política e moral baseada na liberdade,
consentimento dos governados e igualdade diante da lei.
A noção de Estado Mínimo é um ideal não só
irrealizável, como inexistente. Não há em lugar
algum do mundo um país onde o Estado atue
apenas garantindo segurança e justiça aos seus
cidadãos. – FONTE:
https://estadominimo.com.br/sobre/
ESTADO DE BEM-ESTAR SOCIAL
• O Estado é organizador da política e da economia,
encarregando-se da promoção e defesa social.
• O Estado atua ao lado de sindicatos e empresas privadas,
atendendo às características de cada país, com o intuito de
garantir serviços públicos e proteção à população.
• Providência
MODELOS DEMOCRÁTICOS
• Democracia
• --- É o regime no qual os cidadãos podem se governar.
• --- É o regime em que os governantes têm responsabilidade
perante os governados e podem controlá-los de maneiras
diferentes.
• A democracia pode ser:
• A) Direta ou
• B) Indireta.
DEMOCRACIA DIRETA
• igualdade de todos os cidadãos perante a lei. Todos devem ir a
tribunal e fazer parte dele como júri.
• igualdade e cidadania para participar da vida política da
cidade. Todos têm o direito de falar na assembléia para
defender ou discutir propostas e votar livremente.
• OBSERVAÇÃO: “Todos”, leia-se, os “livres”.
DEMOCRACIA REPRESENTATIVA
• - Sufrágio universal, todas as pessoas maiores de idade têm
direito a voto, independentemente da raça, religião ou classe
social a que pertencem.
- Sistema partidário, partidos políticos são organizações que
estão entre representantes e representados, entre os diferentes
poderes do Estado e do povo.
PROCESSO ADMINISTRATIVO
•  é a sequência de atividades da Administração, interligadas
entre si, que visa a alcançar determinado efeito final previsto
em lei. Trata-se do modo como a Administração Pública toma
suas decisões, seja por iniciativa de um particular, seja por
iniciativa própria.
FATO DO PRÍNCIPE
•  agravo econômico resultante de medida tomada sob titulação diversa
da contratual, isto é, no exercício de outra competência, cujo
desempenho vem a ter repercussão direta na econômica contratual
estabelecida na avença.
• uma ação estatal de ordem geral, que não possui relação direta com o
contrato administrativo, mas que produz efeitos sobre este,
onerando-o, dificultando ou impedindo a satisfação de determinadas
obrigações, acarretando um desequilíbrio econômico-financeir
COISA JULGADA ADMINISTRATIVA
Princípios da ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
• Art. 37. A administração pública direta e indireta de
qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do
Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade,
publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:
• (...)
REFERÊNCIAS
• BRASIL, República Federativa do. Constituição de 1988. Disponível
em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao
/constituicao.htm>.
• CARVALHO, Matheus. Manual de direito administrativo. 3. ed.
Salvador: Juspodivm, 2016.
• FLORENZANO, Modesto. Sobre as origens e o desenvolvimento do
estado moderno no ocidente. In: Lua nova, n. 71, pp. 11-39, 2007
• JUS. Verbete “Fato do Príncipe”. 2015. Disponível em: <
https://jus.com.br/artigos/35447/fato-do-principe
#:~:text=Fato%20do%20pr%C3%ADncipe%20%C3%A9%2C%20de,
determinadas%20obriga%C3%A7%C3%B5es%2C%20acarretando%
20um%20desequil%C3%ADbrio
>.

Você também pode gostar