Você está na página 1de 24

ESTRUTURA DA TERRA

AULA 06 (GEO 1) Prof. Gabriel Holanda


ESTRUTURA GEOLOGICA
NÚCLEO
DESCONTINUIDADE
1)Assinale a alternativa que indique corretamente o ordenamento das camadas da Terra
tomadas desde o seu interior até a sua superfície.

a) mesosfera, litosfera, astenosfera, endosfera


b) endosfera, mesosfera, astenosfera, litosfera
c) astenosfera, endosfera, mesosfera, litosfera
d) litosfera, astenosfera, mesosfera, litosfera
2. (UFJF) Leia o fragmento de texto a seguir:
Tais mudanças nas partes superficiais do globo pareciam, para mim, improváveis de acontecer se
a Terra fosse sólida até o centro. Desse modo, imaginei que as partes internas poderiam ser um
fluido mais denso e de densidade específica maior que qualquer outro sólido que conhecemos,
que assim poderia nadar no ou sobre aquele fluido. Desse modo, a superfície da Terra seria uma
casca capaz de ser quebrada e desordenada pelos movimentos violentos do fluido sobre o qual
repousa.
Benjamin Franklin, 1782, em uma carta para o geólogo francês Abbé J. L. Giraud-Soulavie in PRESS, frank et al. Para entender a Terra. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

Sobre a estrutura interna da Terra, pode-se AFIRMAR que:

a) a crosta é uma camada única constituída de uma placa tectônica, dividida em duas seções.
b) a litosfera é a camada mais densa e se mantém em movimento devido às correntes
convectivas.
c) as camadas da Terra são separadas umas das outras por áreas denominadas
descontinuidade.
d) ela é formada por camadas alternadas, de densidades semelhantes, que diminuem da
superfície para o centro.
e) o núcleo divide-se em duas partes: superior e inferior e seu material é o magma.
3. (UEM-PR–2007) Sobre a estrutura interna da Terra, é CORRETO afirmar que a(o):

a) crosta oceânica é formada por rochas graníticas


b) astenosfera localiza-se no manto superior.
c) astenosfera integra uma placa tectônica.
d) litosfera equivale à parte granítica da crosta.
e) manto tem composição metálica (NiFe).
Em Geografia, chama-se hemisfério a metade da superfície da
Terra limitada por um círculo máximo. A divisão da Terra pelo
Equador forma dois hemisférios, assim como sua divisão pelo
meridiano de Greenwich. O ponto A no mapa encontra-se no
hemisfério

a) norte oriental.

b) boreal austral.

c) meridional oriental.

d) austral leste.

e) sul ocidental.
Em 1913, Alfred Wegener apresentou a Teoria da Deriva Continental, que afirma que, há
milhões de anos, as massas de Terra formavam um único supercontinente, chamado Pangeia.
Essa teoria foi confirmada por sua sucessora, a chamada Teoria das Placas Tectônicas.
Orogênese: é quando os movimentos tectônicos ocorrem horizontalmente, sendo responsáveis
pela constituição das cadeias montanhosas (observe o esquema abaixo). A
palavra orogênese deriva de oro (montanhas) e gênese (formação). Além das cadeias de
montanhas e dobramentos no relevo, a orogenia também é responsável pelo surgimento das
falhas geológicas.
Epirogênese: é quando os movimentos tectônicos ocorrem verticalmente, não
provocando falhas geológicas. Quando esse deslocamento vertical ocorre para
cima, é chamado de soerguimento e, quando para baixo, é chamado
de subsidência.
4ª Questão: (UFRGS- 2010) A figura a seguir representa processos associados à
tectônica de placas
Identifique os processos destacados pelas
letras A, B e C, respectivamente.

(A) orogenia – subducção – movimentos


convectivos
(B) orogenia – erosão – subducção
(C) dobramentos modernos – orogenia –
movimentos convectivos
(D) erosão – subducção – dobramentos
modernos
(E) dobramentos modernos – erosão –
subducção
5ª Questão: Com o desenvolvimento da Teoria da Tectônica de Placas, fenômenos como a
formação das cadeias montanhosas e das fossas submarinas foram melhor compreendidos.
Com isso, sabe-se que a Cordilheira dos Andes se encontra em uma região da crosta terrestre
que:

(A) apresenta uma área de colisão de placas tectônicas.


(B) forma margem continental do tipo passiva.
(C) se situa em uma área de expansão do assoalho oceânico.
(D) apresenta uma área falhada pela formação de uma dorsal oceânica.
(E) coincide com limites divergentes de placas tectônicas.
6-FATEC) A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que comprovada empiricamente,
explica fenômenos como vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria, as placas
tectônicas

(A) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo as calotas polares.


(B) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos oceanos, causando abalos no continente.
(C) deslizam sobre o magma do interior da Terra e chocam-se em alguns pontos da crosta.
(D) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos sísmicos coordenados e previsíveis.
(E) encostam uma na outra e bloqueiam seu movimento natural, causando abalos nos mares.
7- (UTFPR) Verifiquea figura a seguir e identifique as camadas da Terra que ela representa e, na
seqüência, identifique qual das alternativas traz a associação correta dessas camadas. 
(A) I - Núcleo interno, II - Núcleo externo, III –
Manto e IV - Crosta.

(B) I - Núcleo externo, II - Núcleo interno, III –


Manto e IV - Crosta.

(C) I - Crosta, II - Núcleo externo, III - Manto e IV


- Núcleo interno.

(D) I - Núcleo interno, II - Manto, III - Núcleo


externo e IV - Crosta.

(E) I - Crosta, II - Manto, III - Núcleo externo e IV


– Núcleo Interno.
(UFLA/2007) Com base no esquema a seguir, pode-se classificar o movimento de criação da
dorsal identificada como:

(A) Movimento convergente.          


(B) Movimento tangencial.
(C) Movimento transformante.       
(D) Movimento divergente.
(E) Movimento marítimo.

Você também pode gostar