Você está na página 1de 23

TRABALHANDO COM AMOR

EC.9:10
2ª PARTE

REFLEXÕES SOBRE A VIDA


ESPIRITUAL
DOS PROFESSORES
DA
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
SEGUNDA REFLEXÃO:

O EXERCÍCIO DA VIDA
DISCIPLINAR
E DO
PREPARO DO PROFESSOR
Entendemos que um padrão muito importante no
Evangelho de Jesus Cristo e no agir do Espírito Santo
é o exemplo de vida!
O testemunho pessoal é tão importante que muitas
lições trabalhadas no interior das salas das EBDs têm
sido anuladas pelo testemunho de vida de muitos
professores.
Assim, aplicaremos o exercício da vida disciplinar
do professor no sentido de disciplinar sua vida a
semelhança da vida do Mestre Jesus!
“O que também aprendestes, e recebestes, e
ouvistes, e vistes em mim, isso fazei;...”
Fp. 4. 9.

Como Professores da Escola Dominical,


somos espelhos para os nossos alunos, quer
queiramos ou não.  Paulo os desafiou a imitá-
lo, sendo ele mesmo um imitador de Cristo (I
Coríntios 11. 1).
Desta forma, precisamos nos conscientizar
de que todas as nossas atitudes são vistas por
nossos alunos com muita seriedade e como
lições.
Nossas boas palavras como professores têm
como base e força maior o bom exemplo que
vivemos. Quando o aluno vê o Evangelho
vivido em nós, isso lhe traz grandes benefícios.
É uma confirmação do que ele está
aprendendo.
Como professores devemos refletir a vontade
divina sendo executada em nossa vida, e não a nossa
própria vontade. Para tanto, convém perguntar-nos a
nós mesmos:
REFLEXÃO:
“Que Tipo de Pessoa Eu Sou?”.
Depois de responder a essa pergunta, há uma segunda:
“Como Posso Melhorar a Minha
Vida?”.
Em relação à nossa conduta
disciplinar podemos destacar
três qualidades que precisam
ser encontradas em cada um de
nós:
O Desenvolvimento
De
Relacionamentos!
O relacionamento ainda é a didática do
Reino de Deus! Deus usa pessoas! Deus
unge pessoas! Deus se revela a pessoas,
por meio de pessoas, para salvar pessoas.
Jesus declarou: “Vinde a Mim...”, e ainda,
“Eu Sou o Caminho, e a Verdade, e a
Vida...”.
Jesus chamou pessoas para o
relacionamento com Ele. (Mt.11:28;
Jo.14:6)
A Disposição
Para
Aprender!
Os melhores professores são aqueles que têm a
disposição de aprender. O professor deve procurar
sempre oportunidades para aprender mais. Todo
professor pode ser um professor melhor!  É triste
quando um professor está satisfeito em ficar onde está
e em ensinar sempre como ensina agora, sem querer
progredir.
Não tenha medo do conhecimento! Ainda que
muitos utilizem a sentença: “A letra mata!”, mas “O
Espírito vivifica!”. É só uma questão de administrar
todo o conhecimento pelo direcionamento do Espírito
Santo!
Não devemos nos preocupar só com o alimento
que devemos dar aos nossos alunos, mas
primeiramente com o nosso próprio alimento.
Precisamos olhar para o nosso interior e fazer-nos
algumas perguntas:
  a) Quantas horas orei nesta semana pela minha
firmeza espiritual?
  b) Quantas vezes jejuei neste mês por mim, para
servir melhor a meus  alunos?
  c) Quantas horas nesta semana dediquei-me ao estudo
da Bíblia
Em II Timóteo 2. 2 a Bíblia apresenta uma
qualidade imprescindíveis ao professor da
Escola Bíblica Dominical: A idoneidade para o
ensino. 
Isso significa estar capacitado, estar apto,
estar preparado, ser competente. O nosso
preparo só será alcançado e aperfeiçoado se
levarmos a sério a recomendação bíblica
atribuída com exclusividade a quem
ensina: dedicação plena (Romanos 12. 7).
A dedicação no preparo adequado das
lições e na organização das aulas. Não se
pode esperar praticamente nada de um
professor que não se dedica ao preparo
das lições que ministrará. É
imprescindível que gaste e se deixe gastar,
com boa vontade, para o bem da vida
espiritual dos alunos (II Coríntios 12. 15).
Eis algumas reflexões neste sentido:
 a) Quantas vezes por semana estudamos o
texto da lição?
  b) Quantas horas gasto por semana,
procurando reunir o melhor que posso, para
apresentar à nossa classe na aula de domingo?
 c) Temos feito uso adequado de todo o material
de pesquisa que for necessário ao preparo da
nossa lição?
 d) Temos estabelecido adequadamente os
objetivos da lição, considerando as
necessidades da classe, e as características
pessoais dos nossos alunos?
 e) Que método ou métodos de ensino
adotaremos para ministrarmos com sucesso a
nossa aula de domingo?
O Zelo
pela
Missão!
Algumas considerações:
  a)  Temos nos preocupado com o crescimento da
nossa classe fazendo uso de recursos para motivar o
seu progresso, sabendo que isso refletirá no
crescimento da EBD?
  b) Temos procurado nos enquadrar nos objetivos
gerais da EBD de nossa igreja, sendo fiéis
colaboradores do Superintendente e do pastor?
  c) Temos feito discípulos (novos professores) em
nossa própria classe, para colocarmos à disposição do
Superintendente e do Pastor novos talentos, até então
no anonimato?
Ainda nesta reflexão sobre a vida
disciplinar e do preparo do professor
podemos destacar três empecilhos ao
nosso sucesso, os quais devem ser
evitados a todo custo:
Falta de Experiência!

Não é recomendável ao professor conduzir


uma aula sem que tenha adquirido vivência
suficiente para isso, tanto pedagógica quanto
espiritual. Ele precisa estar seguro do que irá
ensinar de maneira a esclarecer as dúvidas de
seus alunos.
Má Administração do Tempo!

A diferença entre as pessoas está na


maneira como usam o tempo e como
definem suas prioridades. O que é mais
importante para uma pessoa recebe maior
parcela de seu tempo. Quanto tempo
temos dedicado à nossa classe de Escola
Dominical?
Visão Turva!

Isso pode estar ligado à questão de tempo, e


até a falta de recursos, mas pode ser por outra
causa: A falta de visão do que queremos para
os nossos alunos. Quando nos falta visão de
crescimento para os nossos alunos, não nos
incomoda o fato de darmos uma aula de
qualquer maneira. Mas a Bíblia nos adverte
quanto ao ensino (Romanos 12. 7).
Naturalmente, buscando desenvolvimento
de relacionamentos, mantendo a disposição
para o aprendizado pessoal e o zelo pela
missão que nos foi confiada como
professores desenvolveremos como Esdras e
Timóteo desenvolveram uma postura no
sentido de buscar e procurar; de conhecer e
prosseguir em conhecer.

Você também pode gostar