Você está na página 1de 13

Pensamento

e
Linguagem
Victor de Ayvaron:
Encontrado em 1800 no
sul da França, c/
12anos; Familiares não
apareceram;
Mais semelhante aos animais do que aos humanos;
Sem linguagem (só grunhidos sem sentido);
Sem qualquer anormalidade natural;
Não se reconheceu no espelho,rasgava vestes e fugia;
Inteligência concreta sem inteligência formal;
Realizava suas necessidades de forma muito livre;
Foi “adestrado” em algumas funções humanas;
Sem interesse por jogos, brincadeiras, conversas;
Vocabulário reduzidíssimo;
Nomear as coisas é:
Conceituar Representar
Entrar em contato com o mundo objetivo
Compreender a realidade
Transcender a experiência
Significar o mundo
Aprimorar o conhecimento
Comunicar pensamentos
KELLER, Helen. The story of my life.
New York: Bantam Books, 1988.
“(...) ansiosa por aprender. Tudo
tinha um nome e cada nome fazia
nascer um novo pensamento. Quando
voltamos para casa todos os objetos
que eu toquei pareciam vibrar com
vida. Isto acontecia porque eu via tudo
através de uma visão nova e estranha
que tinha ganhado.” (p.16)
A
forma elementar
da linguagem é o

SIGNO: Uma coisa que está


em lugar de outra.
“Então eu colocava minha boneca na cama com as
palavras está, na e cama arrumadas ao lado da
boneca construindo, assim, uma sentença com as
palavras e, ao mesmo tempo, representando a
idéia da sentença com os próprios objetos.”
KELLER, p. 23.
Tipos de SIGNO:
Ícone: Semelhança:
Desenho, foto, escultura,
palavra onomatopaica...
Tipos de SIGNO:
Índice: Indica algo (febre
indica doença)
Causa => Efeito
chão molhado=>
chuva; fumaça => fogo;
Tipos de SIGNO:
Símbolo: Voluntário/
Arbitrário/

Livre/
Convencional/
Cultural;
Tipos de SIGNO:
Ícone e Índice: Os animais são capazes de
conhecer alguns ícones e alguns índices;

Símbolo: Somente humano : “No


início, eu era apenas uma pequena massa de
possibilidades. Foi minha professora que as
desdobrou e as desenvolveu. Quando ela chegou,
tudo ao meu redor começou a exalar amor e
felicidade e tornou-se cheio de significado”
(KELLER, p. 28).
Domínio da Linguagem:
Repertório: Todos os signos
disponíveis/possíveis;
Combinação: Combinar os signos
entre si sem contradição;
Regras de uso: Saber
quando/como utilizar os signos;
Tipos de Linguagem Várias linguagens:
O ser humano cria diversas linguagens:

artística,
gestual, moda,

científica espacial,
matemática, popular
computadorizada...
A Linguagem VERBAL
• A palavra é a senha de entrada no mundo
humano;
• “Eu tinha agora a chave de toda a linguagem
e estava ansiosa para aprender a usá-la”
(KELLER, p. 20);
• Linguagem = sistema simbólico (signos
arbitrários, racionais, convencionais, sociais,
memorizáveis, organizador do mundo);
• “Casa”= Não há nada no som ou na escrita
da palavra que lembre uma casa
(representação: presentificação do ausente).
Linguagem, pensamento e cultura
PENSAMENTO CONCRETO: Proveniente das
percepções imediatas, sensíveis e intuitivas –
Representação dos objetos reais e dos dados
vividos pela experiência (ligado aos cinco
sentidos);
PENSAMENTO ABSTRATO: Estabelece
relações mediadas pela linguagem (conceitos,
idéias, noções gerais e abstratas) e pela
racionalidade;
Cada língua organiza a realidade a partir da cultura:
Português: Neve; Esquimó: 6 palavras diferentes
para designar neve.