Você está na página 1de 15

14 de Setembro 2019

DILEMAS E SOLUÇÕES DE UMA


INTERVENÇÃO SOCIAL
GENERATIVA NOS CUIDADOS
SOCIAIS A PESSOAS IDOSAS
SECÇÃO TEMÁTICA 2
PRIORIDADES, DILEMAS E SOLUÇÕES NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS SOCIAIS AOS MAIS VELHOS

Maria João Escórcio Paixão,


Doutoranda no Programa Interuniversitário em Serviço Social, Universidade de Coimbra e
Universidade Católica de Lisboa
mjpaixao25@gmail.com

________________________________________________________________________
Cristina Pinto Albuquerque,
Doutora em Letras, Especialidade Trabalho Social e Política Social; Docente na
Universidade de Coimbra
albuquerque.cristina05@gmail.com
14 de Setembro 2019 Envelheciment
o ativo e
saudável

Multifacetado
e
multidisciplina
r

Respostas
equitativas
14 de Setembro 2019

Preconceitos e mitos sobre as


condições físicas e psicológicas

Experiência e sabedoria do idoso

Representação positiva – construção


social em prol de uma mudança
sociopolítica
14 de Setembro 2019

Potencializar o
influência na qualidade do processo de
representação da velhice
envelhecimento e nas medidas sociopolíticas
envelhecimento
14 de Setembro 2019

Intervenções
politicas Impacto na vida das
pessoas
(envelhecimento)
14 de Setembro 2019

Serviç
o
Social
Envelhecimento
positivo

Envelhecimento
14 de setembro 2019 DILEMAS DUMA INTERVENÇÃO SOCIAL
JUNTO DAS FAMÍLIAS COM IDOSOS
HUMANO SUPORTE DE APOIO/PROCESSO
• ALOCAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS • MAIS APOIO FINANCEIRO PARA AS
(ASSISTENTES SOCIAIS) QUE DIFICULTA O
FAMÍLIAS CUIDADORAS.
TRABALHO DE ACOMPANHAMENTO
REALIZADO JUNTO DAS FAMÍLIAS • BUROCRACIA DO APOIO- PROCESSO
CUIDADORAS DE IDOSOS DEPENDENTES.
DEMORADO E DESAJUSTADO À
• MAIS ACOMPANHAMENTO DE PROXIMIDADE REALIDADE FAMILIAR NUMA SITUAÇÃO
JUNTO DAS FAMÍLIAS CUIDADORAS DE IDOSOS
DE DEPENDÊNCIA DO IDOSO.
DEPENDENTES (EQUIPAS
MULTIDISCIPLINARES). • MAIS RECURSOS/RESPOSTAS
• PROCESSO DE INTERVENÇÃO DIRETA E INSTITUCIONAIS QUE VÃO DE
HOLÍSTICA – SINALIZAÇÃO PRECOCE DO CASO ENCONTRO ÀS NECESSIDADES DO
DE FORMA A COLMATAR SITUAÇÕES DE RISCO E
SOBRECARGA FAMILIAR.
CUIDADOR FAMILIAR, EM SITUAÇÃO DE
INEXISTÊNCIA DE REDE DE SUPORTE.
14 de Setembro 2019

Como pode o Serviço Social


contribuir para um envelhecimento
ativo e saudável?
14 de Setembro 2019

Suportes
Capital
sociais
Social

Necessidades dos
idosos e famílias

Envelhecer com qualidade


14 de Setembro 2019
Como pode o
Capital social

Um Serviço Promover
Social inovação no
generativo envelhecimento
14 de setembro 2019

INTERVENÇÃO SOCIAL GENERATIVA


O TRABALHO SOCIAL PODE
CONTRIBUIR PARA UM
ENVELHECIMENTO MAIS
O envelhecimento com qualidade
POSITIVO, FOCANDO AS
dependerá, portanto, cada vez
DIMENSÕES PSICOSSOCIAL, mais das redes sociais.
CULTURAL E ESPIRITUAL (Lopes, 2017)
DOS IDOSOS, MOBILIZANDO
SEU DESEJO DE VIVER DE
ACORDO COM SUAS
NECESSIDADES, SUAS
CAPACIDADES ATUAIS E O
POTENCIAL DE SEU
AMBIENTE SÓCIO-
FAMILIAR.
(Ribeirinho, 2013)
14 de Setembro 2019 INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL

Coletiv
o • Projetos
institucionais
Intervenção • Projetos
participativos
comunitários
inovadora ao nível • Participação
• Inclusão e
do envelhecimento valorização do
intergeracional idoso como pessoa

Individua
l
14 de Setembro 2019

O envelhecimento Desafio de um
desafiará o Serviço envelhecimento
Social, tendo em positivo ao Serviço
conta as mudanças Social, num
demográficas e compromisso ético
sociais politico – Serviço
Social Generativo

Conclusã
o
14 de Setembro 2019

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• BATLET, HARRIET MULTON. (1976). A BASE DO SERVIÇO SOCIAL. PIONEIRA: SÃO
PAULO;
• CARVALHO, MARIA IRENE DE. (2013). SERVIÇO SOCIAL NO ENVELHECIMENTO. PACTOR.
LISBOA;
• HOKENSTAD, MERL E ROBERTS, AMY. (2016). INTERNATIONAL POLICY ON AGEING AND
OLDER PERSONS: IMPLICATIONS FOR SOCIAL WORK PRACTICE. ISW;
• LOPES, LÍDIA. (2017). ENVELHECIMENTO ACTIVO: UMA VIA PARA O BEM-ESTAR, FÓRUM
SOCIOLÓGICO, SÉRIE II, EDITORA CICS.NOVA;
• OMS. RELATÓRIO MUNDIAL DE ENVELHECIMENTO E SAÚDE DE 2015. DISPONÍVEL EM:
WWW.WHO.COM
• PAYNE, MALCOLM, ADAMS, ROBERT AND DOMINELLI, LENA. (2012). ON BEING
CRITICAL IN SOCIAL WORK. IN CRITICAL PRACTICE IN SOCIAL WORK. PALGRAVE.
NEW YORK
DILEMAS E SOLUÇÕES DE
14 de Setembro 2019

UMA INTERVENÇÃO SOCIAL


GENERATIVA NOS CUIDADOS
SOCIAIS A PESSOAS IDOSAS
SECÇÃO TEMÁTICA 2
PRIORIDADES, DILEMAS E SOLUÇÕES NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS SOCIAIS AOS MAIS VELHOS

Maria João Escórcio Paixão,


Doutoranda no Programa Interuniversitário em Serviço Social, Universidade de Coimbra e
Universidade Católica de Lisboa
mjpaixao25@gmail.com
________________________________________________________________________
Cristina Pinto Albuquerque,
Doutora em Letras, Especialidade Trabalho Social e Política Social; Docente na
Universidade de Coimbra
albuquerque.cristina05@gmail.com