Você está na página 1de 46

Desde a infância conheces

a Sagrada Escritura, que


te pode instruir, em ordem
à salvação pela fé em
Cristo Jesus. De facto,
toda a Escritura é
inspirada por Deus e
adequada para ensinar,
refutar, corrigir e educar
na justiça, a fim de que o
homem de Deus seja
perfeito e esteja preparado
para toda a obra boa.
(2ª Tim 3, 15-16)
Mais que um livro… a Bíblia é uma Biblioteca

ANTIGO TESTAMENTO

Génesis
Êxodo
Levítico
Números
Deuteronómio
PENTATEUCO-Lei
Ester
Neemias
HISTÓRICOS

Esdras
LIVROS

2 Crónicas
1 Crónicas
2 Reis
1 Reis
2 Samuel
1 Samuel
Rute
Juízes
Josué
Ben Sira
LIVROS SAPIENCIAIS

Sabedoria
Cântico dos
Cânticos
Eclesiastes
Provérbios
Salmos
Job
Miqueias Malaquias
Jonas Baruc
Profetas Menores
PROFÉTICOS

Abdias Zacarias
Ageu
LIVROS

Amós
Sofonias
Joel Habacuc
Oseias Naum
Daniel
Profetas Maiores
Ezequiel
Lamentações .
Jeremias
Isaías
TESTAMENTO Mais que um livro… a Bíblia é uma VIDA-Jesus de Nazaré

H OS
GE L
V AN o s
E A c t
e
Mateus
Marcos
Lucas
João

Actos
NOVO
Filémon
Profecia…

Tito
Cartas de São Paulo

2 Timóteo
TAS

Apocalipse
1 Timóteo
2 Tessalo.
1 Tessalo.
CAR

Colssenses
Filipenses
Efésios Cartas Católicas Judas
Gálatas
3 João
2 Coríntios
2 João
1 Coríntios
1 João
Romanos
2 Pedro
1 Pedro
Tiago
Hebreus
TESTAMENTO NOVO
Mais que um livro… a Bíblia é uma Biblioteca

Cânticos
Poesia e Sabedoria

Qohelet
Provérb.
Livros que faltam no cânone protestante: Tobite, Judite, 1 e 2 Macabeus, Sabedoria, Ben-Sirá, e

Salmos
Job
Malaquias
Ester Zacarias Filémon
TESTAMENTO

Neemias Tito
Ageu Lament
TESTAMENTO

Esdras 2 Timóteo
Sofonias Ben-Sirá
2 Crónicas 1 Timóteo
Habacuc
(Deuterocanónicos)
Sabedoria
1 Crónicas 2 Tess
Profetas Menores

Naum 2 Macab
História

2 Reis

Livros que faltam no cânone protestante: No NT é tudo igual


Miqueias 1 Tess 1 Macab
Cartas de São Paulo

1 Reis Jonas Col Judite


2 Samuel Abdias Filipenses
Tobite
1 Samuel Efésios
Amós
Rute Joel Gálatas
Juízes Oseias 2 Cor
ANTIGO

Josué 1 Cor

NOVO

Profecia…
Apocalipse
Daniel Romanos
Deuter Ezequiel
Profetas Maiores
Lamenta.
Números
Lamentações
Jeremias
Lei

Levítico
Êxodo Isaías Actos Judas

História
Génesis 3 João
2 João

Cartas Católicas
1 João
2 Pedro
João
Lucas 1 Pedro

Evangelhos

Sinópticos
Marcos Tiago
Hebreus
Mateus
O palavra "Bíblia"
O palavra "Bíblia" vem
vem do grego "Biblos"
do grego "Biblos",,
nome
nome da da casca
casca dede um
um papiro
papiro usado
usado
no
no século
século XI
XI a.C..
a.C..
Os
Os primeiros
primeiros a a usar
usar a palavra "Bíblia"
a palavra "Bíblia" para
para
designar
designar asas Sagradas
Sagradas Escrituras
Escrituras foram
foram os
os
discípulos
discípulos dede Cristo,
Cristo, no
no século
século II
II d.C.;
d.C.;
A
A Bíblia
Bíblia ééoo livro
livro mais
mais vendido
vendido
em
em todo
todo o
o mundo.
mundo.
Foi
Foi aa primeira
primeira obra
obra aa ser
ser impressa
impressa
por
por Gutenberg.
Gutenberg.
- A SAGRADA ESCRITURA é o conjunto
dos livros escritos por inspiração divina, nos quais
Deus se revela a Si mesmo e nos dá a conhecer o
mistério da sua vontade e do seu amor.
Divide-se em duas partes:
- ANTIGO TESTAMENTO, que contém a
revelação feita por Deus antes da vinda de Jesus
Cristo ao mundo;
- NOVO TESTAMENTO, que contém a
revelação feita directamente por
Jesus Cristo e transmitida pelos Apóstolos
e outros autores sagrados.
O Antigo Testamento é formado por 46 livros
e o Novo Testamento por 27, num total de 73 livros.
Os líderes do judaísmo em Alexandria foram
responsáveis por uma tradução do Antigo
Testamento hebraico para o grego, que integraria a
Biblioteca de Alexandria, e foi chamada de
Septuaginta (LXX), que significa setenta.
Esta tradução já estava concluída em 150 d.C. e foi feita
por eruditos judeus e gregos, provavelmente para o
uso dos judeus alexandrinos para quem o hebraico
não seria muito familiar.
Sendo o grego, considerado pela Igreja como a
língua do Espírito Santo, o latim assumiu o papel de
língua popular imposta pelos soldados nas
conquistas romanas, motivo pelo qual a Bíblia
latina recebeu o nome de Vulgata.
A Vulgata é uma tradução da Bíblia do grego para o
latim feita em meados do Século IV por S.
Jerónimo, a pedido do Papa Dâmaso I, que foi muito
usada pela Igreja Católica.
A divisão em capítulos foi introduzida pelo
professor universitário parisiense Stephen
Langton, em 1227, que viria a ser eleito
bispo de Cantuária pouco tempo depois.
A divisão em versículos foi introduzida
em 1551, pelo impressor parisiense
Robert Stephanus.
Ambas as divisões tinham por objectivo
facilitar a consulta e as citações bíblicas,
e foi aceite por todos, incluindo os judeus.
Foi escrita e reproduzida em diversos
materiais, de acordo com a época e
cultura das regiões, utilizando placas de
barro, peles, papiro e até mesmo cacos
de cerâmica.
Com excepção de alguns textos do livro de
Ester e de Daniel, os textos originais do
Antigo Testamento foram escritos em
hebraico e em aramaico. Os textos do Novo
Testamento foram todos redigidos em grego.
A palavra "Hebraico" vem de "Hebrom",
região de Canaã que foi habitada pelo
patriarca Abraão na sua peregrinação,
vindo da terra de Ur;

A primeira Bíblia em português foi impressa


em 1748. A tradução foi feita
a partir da Vulgata Latina
e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).
• A Bíblia ocupa
um lugar insuperável
na literatura mundial.
• Trata-se da obra literária mais
antiga,
• mais traduzida,
• mais editada e mais lida
em todos os tempos.
É um documento ecuménico
inigualável,
A Bíblia constitui-se
no alicerce
da própria vida e sociedade.
O Senhor disse a Abrão:
«Deixa a tua terra, a tua
família e a casa do teu
pai, e vai para a terra
que Eu te indicar.
Farei de ti um grande
povo, abençoar-te-ei,
engrandecerei o teu nome
e serás uma fonte
de bênçãos.
… Abrão partiu, como o
Senhor lhe dissera.
…e chegaram à terra
de Canaã.
…o Senhor apareceu a
Abrão e disse-lhe:
«Darei esta terra
à tua descendência.»
(cfr. Gn 12, 1-8)
E agora,
vai;
Eu te envio
ao faraó,
e faz sair
do Egipto
o meu povo,
os filhos
de Israel.»
(Ex 3, 10)
Brotará um rebento do
tronco de Jessé,
e um renovo brotará
das suas raízes.
Sobre ele repousará o
espírito do Senhor:
espírito de sabedoria e
de entendimento,
espírito de conselho
e de fortaleza,
espírito de ciência e de
temor do Senhor.
(Is 11, 1-2)
O povo que andava nas trevas viu uma grande luz;
(Is 9,1)

E o Verbo fez-se homem e veio habitar connosco.


E nós contemplámos a sua glória, a glória que possui como
Filho Unigénito do Pai, cheio de graça e de verdade.
(Jo 1,14)
Impelido pelo Espírito, Jesus voltou
para a Galileia e a sua fama propagou-
se por toda a região.
…Veio a Nazaré, onde tinha sido
criado. Segundo o seu costume, entrou
em dia de sábado na sinagoga e
levantou-se para ler. Entregaram-lhe o
livro do profeta Isaías e, desenrolando-
o, deparou com a passagem em que
está escrito:
«O Espírito do Senhor está sobre mim,
porque me ungiu para anunciar
a Boa-Nova aos pobres;
enviou-me a proclamar
a libertação aos cativos
e, aos cegos, a recuperação da vista;
a mandar em liberdade os oprimidos,
a proclamar um ano favorável
da parte do Senhor.»
Depois, enrolou o livro,
entregou-o ao responsável e sentou-se.
Todos os que estavam na sinagoga
tinham os olhos fixos nele.
Começou, então, a dizer-lhes:
«Cumpriu-se hoje esta passagem da
Escritura, que acabais de ouvir.»
(Lc 4, 14-21)
Quando chegou o
dia do Pentecostes,
encontravam-se
todos reunidos no
mesmo lugar.
Todos ficaram
cheios do Espírito
Santo e começaram
a falar outras
línguas, conforme o
Espírito lhes
inspirava que se
exprimissem.
(Act 2, 1-4)
Todos os crentes
viviam unidos
e possuíam tudo em
comum. Como se
tivessem uma só alma,
frequentavam
diariamente o templo,
partiam o pão em suas
casas e tomavam o
alimento com alegria e
simplicidade de
coração.
Louvavam a Deus e
tinham a simpatia
de todo o povo.
(Act 2, 42-47)
Aproximando-se deles,
Jesus disse-lhes:
«Foi-me dado todo o poder
no Céu e na Terra.
Ide, pois, fazei discípulos
de todos os povos,
baptizando-os em nome do Pai,
do Filho e do Espírito Santo,
ensinando-os a cumprir
tudo quanto vos tenho mandado.
E sabei que Eu estarei sempre
convosco até ao fim dos tempos.»
(Mt 28, 18-20)
A SAGRADA ESCRITURA
NA IGREJA

A constituição Dei Verbum


diz que:
“a Igreja sempre venerou
as divinas Escrituras
a par com o próprio
Corpo de Cristo”;
que sempre as considerou
e continua a considerar,
juntamente com a Sagrada Tradição,
como regra suprema da sua fé;
e, por último, chama-lhes
“a fonte pura e perene
da vida espiritual”
(DV,
(DV, 21)
21)
O PÃO DA PALAVRA

A Palavra de Deus é a Verdade


- para corrigir os nossos erros.
A Palavra de Deus é o Pão
- que alimenta as nossas palavras.
A Palavra de Deus é a Chuva
- A regar as nossas horas estéreis.
A Palavra de Deus é o Canto
- que alegra as nossas noites.
A Palavra de Deus é a Estrada
- que percorrem os nossos passos.
A Palavra de Deus é o Horizonte
- que faz caminhar o povo.
A Palavra de Deus é a Resposta
- que põe fim às nossas dúvidas.
A Palavra de Deus é a Fonte
- que refresca os pés do peregrino.
A Palavra de Deus é a Luz
- que enche os nossos olhos.
A Palavra de Deus é a Força
- que alenta a paciência dos pobres.
A Palavra de Deus é a Semente
- que fertiliza as nossas palavras. (M.Rito)
A Bíblia
O “roteiro”
para o Sentido
da Vida!
Bibliografia

• Bíblia Sagrada, Difusora Bíblica, Lisboa,


2002
• Alves, Frei Herculano-Documentos da
Igreja sobre a Bíblia (315-1987)- Difusora
Bíblica, Lisboa, 1991
• Trabalho realizado por:
Bernardino Afonso Costa