Você está na página 1de 44

QUICK MASSAGE

Massagem Laboral

Massoterapeuta: Annalethycia P. J. de Siqueira


HISTÓRIA DA MASSAGEM
 
•Primeiros relatos estão contidos no livro de Nei Ching, médico do
Imperador Amarelo na China.

•No Egito, Grécia e Roma a massagem era utilizada para aliviar as


dores dos soldados de guerra. E também os primeiros relatos do uso
terapêutico da terapia manual.

•No Japão se utilizava de uma técnica muito antiga chamada Anmá.


Esta técnica criou outras vertentes como Shiatu e a Quick Massage.
HISTÓRIA DA QUICK MASSAGE

• No ocidente a Quick Massage teve o seu inicio na década de 80.

• A técnica foi levada para os EUA, sendo o seu fundador o


terapeuta David Palmer, com o nome Quick Massage.
HISTÓRIA DA QUICK MASSAGE
• O primeiro treinamento desta técnica ocorreu em 1982, quando
Palmer era diretor  do Instituto Anma de Massagem Japonesa
Tradicional , em São Francisco / Califórnia.
HISTÓRIA DA QUICK MASSAGE

• Primeira cadeira
criada em 1986.
HISTÓRIA DA QUICK MASSAGE
Cadeiras atuais
QUICK MASSAGE

• Quick Massage significa “Massagem Rápida”

• Também conhecida como “Massagem Laboral”


OBJETIVOS DA QUICK MASSAGE
• A Quick Massage é indicada principalmente para pessoas que
possuem pouco tempo e que sofrem com as consequências da
vida agitada procurando um atendimento rápido.

• Com a correta aplicação da técnica de massagem rápida, o


paciente sentirá alivio imediato de dores, cansaço físico e mental,
stress, desconforto muscular, dor de cabeça.
OBJETIVOS DA QUICK MASSAGE
• Técnica de Quick Massagem foi inserida no ambiente de trabalho
com o principal objetivo de prevenção contra doenças
ocupacionais.

• Alivio de dores musculares;


• Prevenção de doenças osteomusculares (DORT’S);
• Promove relaxamento local e geral;
• Promove aumento da circulação sanguínea;
• Combate a fadiga e o estresse;
• Favorece a mudança de rotina, quebra de monotonia;
• Além da prevenção a massagem laboral promove outros benefícios
que são atrativos para as empresas:

• Não há necessidade de se deslocar do ambiente de trabalho;


• Melhora relação interpessoal;
• Melhora concentração e ânimo para a execução das funções;
• Melhora na produtividade;
• Redução de faltas por doenças relacionadas ao trabalho;
POSICIONAMENTO NA CADEIRA
ÁREAS TRABALHADAS
Cadeira Quick
•Cabeça
•Pescoço
•Ombros
•Costas (região torácica e lombar)
•Braços
•Mãos
ADAPTAÇÃO NA MACA
•Cabeça
•Pescoço
•Ombros
•Costas (região torácica e lombar)
•Glúteos
•Posterior de Coxa
•Panturrilhas
DEFINIÇÃO DE MASSAGEM

• Massagem é a prática de aplicar manobras com certa intensidade


ou vibração sobre tecidos moles do corpo, incluindo músculos,
tendões, ligamentos com objetivo de estimular a circulação
sanguínea, a mobilidade, a elasticidade desses tecidos, além de
alívio de determinadas dores corporais.
EFEITOS DA MASSAGEM
• Mecânicos: destina-se a estimular os sistemas circulatório,
muscular e nervoso.
• Fisiológicos: Age na recuperação do equilíbrio do organismo, por
meio de mecanismos neurofisiológicos que se traduz em sensações
de efeito analgésico. Estimulação da secreção de serotonina e
histamina, vasodilatadores que favorecem o aporte sanguíneo e
linfático, resultando em melhor absorção de nutrientes, hidratação
celular, aumento do nível de oxigênio e estimulação do sistema
imunológico.
• Psicológicos: Alivia sintomas de estresse, ansiedade e depressão.
INDICAÇÕES
CONTRAINDICAÇÕES
• Qualquer patologia em fase aguda
• Processos infecciosos e inflamatórios em fase aguda
• Febre
• Enfermidades tumorais
• Distúrbios circulatórios como trombose ou flebite
• Câncer
• Cirurgias recentes
• Obs.: Gestação, período menstrual e hipertensão arterial
devem ser relatados ao especialista antes do início da
massagem.
ORIENTAÇÕES PARA MASSAGEM
• Mãos limpas e unhas cortadas.

• Não utilizar anéis, pulseiras e relógios durante a massagem.

• Apoio e posicionamento confortáveis dos clientes.

• Conhecimento e domínio da massagem.


ORIENTAÇÕES PARA MASSAGEM

• Adequar intensidade para cada individuo.

• Manutenção do posicionamento postural adequado e da boa


mecânica corporal do terapeuta.

• Investigar se o individuo contem alguma contraindicação das


massagem.
• O Educador Físico está habilitado a realizar massagem?

• Como posso utilizar a massagem dentro da Educação Física?


MANOBRAS
• Os movimentos de massagem aqui serão classificados em 6
categorias, relatadas a seguir:

• 1. Técnicas de deslizamento;
• 2. Técnicas de amassamento;
• 3. Técnicas de fricção;
• 4. Técnicas de percussão;
• 5. Técnica de pressão;
• 6. Técnicas de vibração e agitação;
MANOBRAS: DESLIZAMENTO

• Essa é indiscutivelmente a mais natural e instintiva de todas as


técnicas de massagem. Como uma manobra básica, o deslizamento
é usado no começo de todas as rotinas de massagem.

• Utilizada no inicio e término da massagem.


DESLIZAMENTO SUPERFICIAL
• O deslizamento superficial é extremamente eficaz na indução de
relaxamento; o processo envolve receptores nos tecidos
superficiais que, quando estimulados pelo toque, produzem uma
resposta de relaxamento por meio do sistema nervoso
parassimpático.
DESLIZAMENTO PROFUNDO
• Com intensidade maior, porém mesma finalidade do deslizamento
superficial.

• Efeitos do deslizamento:
Relaxamento significativo; alivio da dor; efeito sedativo; estimula as
terminações nervosas sensitivas por meio do toque.
Alívio de espasmo muscular; relaxamento; indução do sono.
AMASSAMENTO
• O amassamento desloca e contorce os tecidos, pressionando-os.
Movimentos de amassamento exercem intensa ação mecânica afetando
os tecidos profundos. A direção básica do movimento é circular:
primeiro pressionar, depois liberar a pressão.
• O efeito essencial da compressão é alongar o tecido muscular e a
fáscia adjacente.
• Isso representa o resultado
adicional de reverter qualquer
encurtamento dentro desses
tecidos e liberar aderências.
AMASSAMENTO
Efeitos do amassamento:

•Sobre a circulação – melhora o fluxo sanguíneo, da linfa e causa


vasodilatação;
• Nos músculos – aumenta a irrigação sanguínea, relaxa o músculo,
liberação de aderências e reduz a dor;
• Na pele e tecidos subcutâneos – resolve processo inflamatório ,
promove elasticidade do tecido conjuntivo.
FRICÇÃO
• A técnica de fricção é executada nos tecidos tanto superficiais
quanto profundos. Usando a ponta dos dedos ou o polegar, e na
maioria dos casos apenas uma mão.
• A manobra de fricção pode ser efetuada em diversas direções:
circular, transversal (entre as fibras) ou em uma linha reta ao longo
das fibras, a lubrificação deve ser mínima.
FRICÇÃO
• Efeitos da fricção:

• Libera aderências entre camadas de tecidos, como entre a fáscia e


os músculos, entre a fáscia e o osso e entre fibras musculares, e
ajudam o tecido fibroso a ceder e a se alongar.
PRESSÃO
• Consiste de pressionar áreas dolorosas causadas por tensão
muscular ou pontos gatilhos.

• Podem ser utilizados na manobra


de pressão, polegares, região tenar
e hipotenar das mãos e cotovelos.
PRESSÃO

• Efeitos da pressão: Quando aplicado em áreas dolorosas, atua


como sedativo, proporcionando alivio das dores.
PERCUSSÃO

• O nome percussão usado deve-se ao barulho emitido pelas


manobras. Consiste em movimentos rítmicos rápidos com
alternância das mãos

• É conhecido também por tapotagem (do francês “tapa leve”).

• Pode ser feito com uma ou ambas as mãos, onde as mãos em


concha mantendo os dedos unidos e os punhos livres.
PERCUSSÃO
Efeitos da Percussão

•A técnica é utilizada para : melhorar a circulação local, tonificar e


estimular regiões de tecidos moles (coxas e nádegas) e estimular
terminações nervosas.

•Atenção: Não deve ser utilizada sobre


regiões ósseas, locais inflamados,
estiramentos musculares,
veias varicosas e região dos rins