Você está na página 1de 28

Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC

Curso de Engenharia de Produção

APLICAÇÃO DE MELHORIA CONTÍNUA NA


GESTÃO DE ESTOQUE DE UMA EMPRESA
DISTRIBUIDORA DE FERRO E AÇO
LOCALIZADA NO SUL DE SANTA
CATARINA

ACADÊMICO: LUCAS AMANDIO FURLAN


ORIENTADOR: DINO GORINI NETO, M.ENG
INTRODUÇÃO
 Estudo de caso sobre aplicação das ferramentas de logística voltadas a
gestão de estoques;

 Empresa apresenta deficiências na gestão de estoques, como falta de


materiais, má organização, falta de conhecimento técnico acerca do tema;

 Busca-se melhorar os processos visando mais agilidade e economia;

 As informações foram consideradas analisando o espaço da organização e


relatos de funcionários.
OBJETIVOS
Objetivo geral
 Aplicação de melhoria contínua na gestão de estoque de uma empresa distribuidora
de ferro e aço localizada no sul de Santa Catarina.

Objetivos específicos
 Realizar fundamentação teórica acerca do tema pretendido;
 Identificação dos materiais pertencentes a organização;
 Identificar os indicadores logísticos necessários para a gestão de estoques;
Determinação de níveis de estoque mínimo e pontos de pedido;
Análise de procedimentos internos e sugestões de melhoria.
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
LOGÍSTICA
A logística, enquanto estoque, visa assegurar a disponibilidade do material,
realizando ao máximo sua rotatividade, ao mesmo tempo em que busca evitar a
compra em excesso;

GESTÃO DE ESTOQUE
Segundo Chiavenato (2005), “o estoque na maior parte das empresas é um ativo
circulante indispensável, para que elas possam produzir e vender com o menor
risco de paralização ou preocupação.”
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

O IMPACTO DA FALTA DE MATERIAIS


De acordo com Arnold (1999), a imprecisão dos registros de estoque podem
gerar uma série de efeitos indesejáveis, como:
 Baixa produtividade;
Baixo nível de serviço;
Expedição excessiva: envios emergenciais com frequência;
Perda de vendas.
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
ALMOXARIFADO
No caso da distribuidora, o almoxarifado consiste apenas em produtos acabados que
serão comercializados.

RECEBIMENTO DE MATERIAIS
Segundo Francischini e Gurgel (2009), a função básica do recebimento de materiais é
assegurar que o produto entregue esteja em conformidade com as especificações
encontradas no pedido de compra.
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
SISTEMA DE ANÁLISE ABC
A forma de aplicação da análise ABC obtém-se por classificar os itens com base
no seu valor relativo e dividi-los em 3 grupos chamados A, B e C.
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
INVENTÁRIO DE ESTOQUE
A contagem dos itens em estoque é denominada como inventário físico, e um
indicador de inventário é de extrema importância para o controle e gestão dos
estoques.

INDICADORES DE DESEMPENHO LOGÍSTICO


Os indicadores de desempenho são tão populares para controlar a qualidade de uma
manufatura quanto de uma logística de distribuição, no qual avaliam e auxiliam o desempenho
e performance de uma organização.
METODOLOGIA DA PESQUISA
 A empresa analisada é considerada de pequeno porte;

 Localizada na cidade de Içara – SC;

O estudo é feito por meio de pesquisa descritiva e explicativa;

A pesquisa conta com fontes primárias, secundárias e terciárias;

 Possui uma abordagem qualitativa e quantitativa, com um detalhamento do método de


armazenagem e modelo atual de processos.
PROCEDIMENTO DE COLETA E
ANÁLISE DE DADOS
 Aplicação de um questionário para avaliação da situação atual da logística interna;

 Identificou-se carências e falta de conhecimento sob as ferramentas de controle e


gestão de estoques;

 Tais problemas afetam o desempenho da empresa e ocasionam em desperdícios.


QUESTIONÁRIO APLICADO
APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS

 Visando a solução de tais problemas, tornou-se possível elencar as


principais oportunidades de melhorias:
MELHORIAS APLICADAS
 PROCEDIMENTO RECEBIMENTO DE MATERIAIS;

 CODIFICAÇÃO

Cód Descrição Chave Aglutinante Chave Individual Localização Dígito Verif. Dig. 1 Dig. 2 Dig. 3 Dig.4

818 Cantoneira 1/8x7/8 Laminado Cantoneira R4 B1.G8 1/8x7/8 A 100 A1 1

Fonte: Elaborado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 IDENTIFICAÇÃO

Fonte: Fotografado pelo Autor Fonte: Fotografado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 ENDEREÇAMENTO

Código Descrição Localização

A.100.A1.1 Cantoneira 1/8x7/8 R4 B1.G8

Fonte: Elaborado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 ORGANIZAÇÃO

Fonte: Fotografado pelo Autor Fonte: Fotografado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 ORGANIZAÇÃO

Fonte: Fotografado pelo Autor Fonte: Fotografado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 CLASSIFICAÇÕES,
ESTOQUE MÍNIMO, PONTO DE PEDIDO E RELATÓRIO
NECESSIDADE DE COMPRA

Fonte: Elaborado pelo autor


MELHORIAS APLICADAS

Fonte: Elaborado pelo autor


MELHORIAS APLICADAS
 INVENTÁRIO CÍCLICO

Fonte: Elaborado pelo autor


MELHORIAS APLICADAS
 INVENTÁRIO CÍCLICO

Fonte: Elaborado pelo autor


MELHORIAS APLICADAS
 SINALIZAÇÃO (Setores de estocagem)

Fonte: Fotografado pelo Autor Fonte: Fotografado pelo Autor


MELHORIAS APLICADAS
 CRIAÇÃO DE PROCEDIMENTO E INDICADOR

Fonte: Elaborado pelo autor


MELHORIAS APLICADAS
 CRIAÇÃO DE PROCEDIMENTO E INDICADOR

Fonte: Elaborado pelo autor


CONSIDERAÇÕES
As falhas na logística interna da organização permitiram a designação de uma série de
melhorias, melhorando o desempenho dos processos;

Ganhos em redução de tempos, custos, desenvolvimento e entendimento dos


funcionários sobre a importância da melhoria contínua;

Sugere-se para projetos futuros, a aplicação de filosofia enxuta (lean) e formalização


de equipes Kaizen para a manutenção das propostas de melhoria contínua.

Torna-se perceptível a capacidade analítica da engenharia em trazer soluções de


forma rápida para as realidades de uma empresa.
REFERÊNCIAS
CHIAVENATO, Idalberto. Administração de materiais – Uma abordagem
introdutória. São Paulo: Editora Campus, 2005.

ARNOLD, J.R.T. Administração de materiais: uma introdução. São Paulo: Atlas,


1999.

FRANCISCHINI, Paulino G.; GURGEL, Floriano do Amaral. Administração de


Materiais e do Patrimônio. São Paulo: Editora Cengage Learning, 2009.
“Para melhoria contínua, quando um grande
trabalho for feito, não diga que é o melhor que
você pode fazer, tenha sempre em mente: eu
posso fazer melhor do que isso”.
(Delson Jacinto Vieira)
Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC
Curso de Engenharia de Produção

APLICAÇÃO DE MELHORIA CONTÍNUA NA


GESTÃO DE ESTOQUE DE UMA EMPRESA
DISTRIBUIDORA DE FERRO E AÇO
LOCALIZADA NO SUL DE SANTA
CATARINA

ACADÊMICO: LUCAS AMANDIO FURLAN


ORIENTADOR: DINO GORINI NETO, M.ENG

Você também pode gostar