Você está na página 1de 38

“FAZEI TUDO O QUE ELE

VOS DISSER”
Catequese 9
II Domingo do Advento
• PREPARAI O CAMINHO DO SENHOR
• Preparai o caminho do Senhor, aplanai as suas veredas. Aproxima-se o
grande dia em que nos chega o Salvador. Ele já está no meio de nós e
sabemo-lo no mais profundo do nosso coração.
• Que o Senhor nos conceda o dom de o acolher na sua Palavra e o dom de
acolher a imagem do Deus verdadeiro que nos é revelada em Cristo
Jesus.
• Que Ele nos conceda a alegria e a paz que são fruto de um coração livre,
consciente e transparente diante de Deus.
• Que Ele nos conceda o dom de nos sentirmos amadas e perdoadas pela
sua infinita misericórdia.
• Que Ele nos conceda o dom de confiarmos n’Ele. Que seja Ele a rocha
que nos sustenta.
• E o que é que S. João Baptista nos ensinou?...
• Contou-nos como ele, João Baptista, lhes apresentou Jesus, pela primeira vez: a
ele e a S. André. E como apresentou ele Jesus? Com que palavras?
• “Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.
• E por que razão chama ele assim a Jesus? Que quer ele dizer com “Cordeiro de
Deus”?
• Foi por causa da altura em que Jesus deu a vida por nós na cruz, quando as
pessoas da sua terra estavam a preparar os cordeiros pascais para comerem na
festa da Páscoa.
• E por que é que as pessoas comiam um cordeiro nessa festa? Era para lembrar o
quê?
• Celebravam o dia em que os seus antepassados tinham sido libertados do Egipto.
• Conseguiram fugir de lá e libertar-se das maldades que os Egípcios lhes faziam,
na altura em que, também eles, comiam o cordeiro pascal.
• E se agora chamamos a Jesus o Cordeiro de Deus, é porque Ele, ao dar a vida na
cruz, morreu para nos libertar do pecado: a nós e às pessoas do mundo inteiro.
Onde é que Ele, hoje, nos é oferecido como
“Cordeiro de Deus que tira o pecado do
mundo”?
• E vós fostes à Missa?
• Então, pudeste perceber muito melhor aquelas palavras que o sr. Padre diz, antes de nos
dar o Corpo de Cristo, entregue por nós.
• Mas, quem segue Jesus para onde Ele mora e recebe o seu Corpo, tem de fazer mais
alguma coisa.
• Que fez S. André, depois de passar algum tempo com Jesus?
• Foi contar a seu irmão, Simão, como tinha encontrado o Messias prometido. E foi assim
que S. Pedro também foi ter com Jesus e começou a segui-l’O.
• E Jesus, então, até lhe deu um novo nome…
• Pedro, porque ele é como que uma pedra segura entre nós cristãos. Dele é que temos
aprendido muito do que sabemos sobre Jesus.
• Quer dizer que Simão Pedro tem feito como seu irmão S. André: tem levado aos outros a
Boa Nova de Jesus para que mais pessoas tenham a felicidade de O conhecer e de
amarem como Ele nos ama.
• Voltemos agora a catequese de hoje.
• No ano passado falamos sobre S. José. E?...
• Nossa Senhora.
• Hoje vamos falar da pessoa mais importante.
• E, não há dúvida que, das duas, a mais importante é a Mãe de
Jesus.
• E vamos continuar com S. João Evangelista:
• Vamos pedir-lhe que nos conte alguma coisa sobre a Mãe de
Jesus.
• Mas tem de ser uma coisa que nos ajude a continuarmos a
nossa preparação para o Natal do seu Filho Jesus.
• E tem de ser alguma coisa que vós ainda não conheceis.
JOÃO
EVANGELIS
TA
• Antes de eu vos contar alguma coisa sobre ela, preciso que
me digam o que já conhecem dela.
• Quem fez a Ave Maria?
• As primeiras palavras foram ditas pelo Anjo que lhe foi
anunciar que ela tinha sido escolhida para ser a Mãe do seu
Filho.
• Ao chegar junto dela, o Anjo saudou-a assim:
• “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.”
• O resto das palavras foram ditas por sua prima S. Isabel, a
mãe de S. João Baptista, quando Nossa Senhora, depois do
anúncio do Anjo, a foi visitar.
• Mal ela chegou, Isabel saudou-a assim:
• “Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus”.
• “A minha alma glorifica o
Senhor…”
• E quando é que a Mãe de Jesus a
disse?
• No fim do encontro com S. Isabel.
• Foi então que ela louvou o Senhor
por tantas maravilhas que Ele
estava a fazer por meio de Maria
e, depois, continuou a fazer por
meio do seu Filho e até, depois
dele… Até hoje.
• S. Lucas, que, quando o Anjo anunciou a Maria que ela tinha
sido escolhida para Mãe de Deus, no fim ela respondeu
assim:
• “Eis a escrava do Senhor. Faça-se em mim, segundo a tua
palavra”.
• Maria entregou-se toda a Deus, para cumprir a sua Palavra,
fazer a sua vontade. devem estar todos muito curiosos por
saber o que vou contar sobre Maria.
• Foi pouco depois de João, André e Simão
Pedro – terem ido morar para junto de Jesus,
depois de saber quem Ele era: o Cordeiro de
Deus, o Messias.
• No outro dia, houve mais dois que também
tiveram a felicidade de descobrir Jesus:
• Um chamava-se Filipe e
• o outro Natanael.
• Filipe é que levou Natanael a Jesus, como antes tinha feito André
com seu irmão Simão Pedro.
• Pois bem, três dias depois, foram todos, com Jesus, para uma terra,
chamada Caná.
• Imaginem: a um casamento. E quem é que foi também?...
• A Mãe de Jesus.
• O Senhor esteja connosco.
• Ele está no meio de nós.
• Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo São João:
• Glória a vós, Senhor.
• Ao terceiro dia, realizou-se um casamento em Caná da Galileia, e estava lá a Mãe de Jesus.
• Jesus e os discípulos também foram convidados para o casamento.
• A certa altura faltou o vinho.
• Então a Mãe de Jesus disse-Lhe:
• Não têm vinho.
• Jesus respondeu-lhe:
• Mulher, que temos nós com isso?
• Ainda não chegou a minha hora.
• Sua Mãe disse aos serventes:
• Fazei tudo o que Ele vos disser.
• Havia ali seis talhas de pedra destinadas à purificação dos judeus, levando cada uma de duas
a três medidas.
• Disse-lhes Jesus:
• Enchei essas talhas de água.
• Eles encheram-nas até cima.
• Depois disse-lhes:
• Tirai agora e levai ao chefe de mesa.
• E eles levaram.
• Quando o chefe de mesa provou a água, transformada em vinho – ele não
sabia de onde viera, pois só os serventes, que tinham tirado a água, sabiam
– chamou o noivo e disse-lhe:
• Toda a gente serve primeiro o vinho bom e, depois de os convidados terem
bebido bem, serve o inferior.
• Mas tu guardaste o vinho bom até agora.
• Foi assim que, em Caná da Galileia, Jesus deu início aos seus milagres.
• Manifestou a sua glória e os discípulos acreditaram n’Ele.
• Palavra da salvação.
• Glória a vós, Senhor.
• Então, gostaram?...
• Quase que gostaram tanto como aquela gente com todo aquele vinho e
tão saboroso.
• Mas perceberam tudo?
• Vamos ver melhor.
• Primeiro, já alguma vez foram a um casamento?...
• Agora, imaginem que, durante a refeição do casamento, acabava-se o
vinho.
• Se calhar, isso não vos importava. Ainda não bebem vinho, nem devem
beber.
• Mas os adultos! Se lhes faltasse o vinho, seria uma vergonha para os
noivos. É que, nas festas, um bocadinho de vinho ajuda a alegria.
• E, num casamento, nem é bom pensar que falte o vinho.
• Pois foi exactamente o que sucedeu naquele casamento, em
Caná da Galileia.
• “As Bodas de Caná”. Bodas, significa refeição de casamento.
“Bodas de
Caná”
• Quem é que deu pela
falta do vinho?

“Mãe de Jesus”
• E o que é que Jesus respondeu
quando ela lhe disse: “Não têm
vinho”?…
• Parece que Jesus não ligava ao
pedido da mãe. Respondeu que
ainda não tinha chegado a sua
hora. Que hora seria essa?
• Não sabem?... Mas temos de
descobrir.
• Que disse a Mãe de Jesus a seguir. O que foi?

“Fazei tudo o que Ele


vos disser”
• Que nos manda a Mãe de Jesus?...
• Manda-nos fazer o que Jesus nos disser. Isto é muito
importante. Se todos fizerem o que Jesus lhes diz, então…
Olhem: então, terão um Natal muito, mesmo muito feliz.
• Vós e outras pessoas que, connosco, passarem a fazer a
vontade de Jesus. Quem faz a vontade de Jesus, tem uma vida
feliz!
• Mas, voltemos às bodas de Caná, ao milagre de Jesus.
“O vinho”

• Que vinho será este?...


• É um vinho muito, muito especial.
• Reparem primeiro na quantidade. Quantas eram as talhas
que Jesus mandou encher de água?
• Seis. E quantas medidas levava cada uma?
• De duas a três.
• O que não sabem é quanto levava cada medida.
• Mas eu digo: 39 litros.
• Agora multiplicando 39 litros por duas medidas…
• Dá 78 litros. E agora multiplicando 78 litros pelas 6 talhas…
Quanto é que dá?...
• 468 litros. Tanto vinho!
• Mas isto era no caso de cada talha levar duas medidas.
• E se fossem três medidas, quanto é que dava ao todo?...
• No caso de cada uma das seis talhas de água levar três
medidas, eram, ao todo, 702 litros.
“468-702 litros”
• Agora, a qualidade. Que
disse o chefe de mesa,
depois de provar aquele
vinho novo?
• Como é que ele lhe chamou?

“O melhor”
• De 468 até 702 litros do melhor vinho! Que vinho será este?
• O que é que faz o vinho nas pessoas que o bebem?...
• Se for demais, faz-lhes mal. E isso deve-se evitar. Mas se não
for bebido demais?
• Lembrem-se do que se passa nas refeições dum casamento…
• As pessoas se sentem contentes, felizes, por comerem e
beberem coisas que apreciam e gostam.
• E agora digam-me: o que é que faz ainda mais felizes essas
pessoas, mesmo as que não bebem vinho?
• É o convívio, a amizade entre elas.
• É o amor…dos noivos e de todos os convidados, para se
alegrarem e festejarem o seu amor.
• Foi este vinho que Jesus trouxe numa enorme
quantidade e qualidade: o vinho do…

“Amor”
• Só falta uma coisa: a hora em que Jesus trouxe este
amor tão grande e tão maravilhoso.
• Alguém imagina que hora foi essa?...
• Eu digo: foi na mesma hora em que Ele se tornou
• “O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.
• Que hora foi essa?
“DEU A VIDA POR NÓS
E POR TODOS”
• Foi na hora em que Jesus deu a vida por nós e por todos.
• Agora falta saberem onde é que vós hoje podeis
encontrar este vinho extraordinário do amor de Jesus.
• Que grande milagre, não acham?
• Imaginem, foi o primeiro que Jesus fez, mas só terminou no fim
da sua vida cá na terra.
• E dura até hoje. Não é espantoso?
• E será que ainda este milagre ainda hoje sucede.
• Onde é que podemos encontrar este vinho extraordinário do
amor de Jesus?
Eucaristia
• Claro: no mesmo sítio onde Jesus se dá a nós como
Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.
• É na Missa que Ele transforma o vinho no seu sangue,
derramado na cruz por nós e por todos, em sinal do seu
enorme amor: o melhor e o maior amor.
• Então já sabemos para onde é que podem convidar as
pessoas que escolheram para lhes falarem de Jesus e as levar
a celebrar bem o seu Natal. Em primeiro lugar é para elas
irem à Missa, pelo menos nesse dia.
Mas, não é só na Missa que podemos
experimentar o amor de Jesus. Em que outros
lugares podemos encontrar esse amor?

• Na catequese
• Em algum movimento católico.
E ainda há outro lugar, onde essas pessoas
podem encontrar Jesus neste Natal.
• É na nossa refeição de
Natal: uma refeição que
até lembra o milagre das
bodas de Caná.
• Se virem que é possível
convidar alguém que não
conhece ainda Jesus,
falem com os vossos pais,
para que isso se torne
realidade.
Compromisso
• “A palavra de Deus na minha vida”, vão
explicar a uma pessoa, pai, mãe, tia, tio,
primos, avó, avô, o que aprenderam nesta
catequese.
• E vão escrever como correu esse encontro, se
gostaram ou não. Escrevam a reação dessa
pessoa.
Para guardar na memória e no coração:
• Salve Rainha,
• Mãe de misericórdia, vida doçura e esperança nossa, salve.
• A vós bradamos, os degredados filhos de Eva;
• a vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas:
• Eia pois, advogada nossa,
• esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei.
• E depois deste desterro nos mostrai Jesus,
• bendito fruto do vosso ventre,
• ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria.
• Rogai por nós, Santa Mãe de Deus,
• para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
• Amen.