Você está na página 1de 5

 

O que é a trissomia 21?


 
“ A trissomia 21, ou síndrome de down, foi descrito pela primeira vez com pormenor por um médico inglês, John
Longdon, em 1866, sendo uma patologia (alteração) congénita, que causa um atraso no desenvolvimento físico e
intelectual, podendo surgir em qualquer família, em pais de qualquer faixa etária, raça, religião ou estrato social,
tanto no primeiro filho como em irmãos.  
A designação de síndrome deve-se ao facto de as pessoas com trissomia 21 apresentarem um conjunto de
características reconhecidas que se verificam em simultâneo. Naturalmente, não existem duas pessoas com
trissomia 21 iguais. Tal como ocorre com todos os indivíduos, cada pessoa com trissomia 21 detém características e
personalidade próprias.”
 
 
Quais as causas da trissomia 21?
 
“ Como é do conhecimento comum, o ser humano é formado a partir da união de uma célula reprodutora da mãe
(óvulo) e de uma do pai (espermatozóide), formando uma célula inicial que por sua vez, se irá dividir no processo da
gestação. Cada célula é composta por 46 cromossomas, dois a dois formando 23 pares.(…)
   As crianças com trissomia 21 apresentam um cromossoma a mais no par 21, formando um trio de cromossomas,
daí a denominação utilizada.”
 
Características Físicas da trissomia 21
 
“A trissomia 21 apresenta várias características físicas específicas, não necessariamente todos presentes em cada
individuo… (…)
   A trissomia 21 é, na maioria das situações, reconhecida logo ao nascer:
   _ A criança geralmente apresenta a cara redonda com um perfil achatado (…) e o pescoço pequeno.
   _ Na generalidade os olhos apresentam uma inclinação para cima ( a “pega do epicanto” ) (…)
   _ Os braços e as pernas são muitas vezes pequenas em relação ao corpo (…)
   _ Os dedos dos pés são igualmente pequenos, com um espaço mais acentuado entre o primeiro e o segundo
dedo.”
Outros  Problemas
 
Muitas das crianças com Tríssomia 21 apresentam alguns dos seguintes problemas:
 
 
   - Infecções superiores do tracto respiratório
   - Ouvidos (otites serosas)
  -Olhos (miopia, estrabismo, nistagmo e cataratas)
  - Tonus muscular e hérnias
  - Obstipação
   - Pele (pele seca e gretada)
   - Problemas  cardíacos
Língua Portuguesa

-         Reconhecer o seu segundo nome;


-         Escrever com modelo o seu segundo nome;
-         Pôr por ordem as figuras de uma história( até cinco imagens);
-         Reconhecer por escrito os dias da semana.
 
Estudo do Meio

-         Associar peças de roupa às estações do ano( Inverno e Verão);


-         Identificar as peças de vestuário mais usadas;
-         Associar os dias da semana a acontecimentos específicos ;
-         Dizer a sua idade;
-         Nomear as principais divisões da casa;
-         Associar actividades às divisões da casa;
-         Dizer o ano em que está.
 
Matemática

-         Seriar objectos por pesos;


-         Utilizar correctamente os conceitos de leve e pesado;
-         Reconhecer o círculo, o triângulo e o quadrado;
-         Desenhar o círculo por imitação;
-         Resolver situações problemáticas, com material concreto envolvendo a adição e subtracção;
-         Calcular quanto falta para …com material concreto.
Independência Pessoal
Alimentação:
-         Comer com a colher;
-         Comer com o garfo e faca;
-         Utilizar o guardanapo durante a refeição.
 
Vestuário e material:
-         Pendurar o casaco no cabide;
-         Arrumar o seu material.
 
Higiene pessoal:
-         Lavar as mãos antes e depois das refeições e de utilizar o W.C.
 
Socialização:
-         Utilizar as expressões de cortesia e saudação:
-         obrigado;
-         desculpa;
-         por favor;
-         adeus;
-         bom-dia
-         boa-tarde
-         boa-noite
(através de gestos )
-         seguir as regras de um jogo de grupo;
-         comportar-se adequadamente em situações excepcionais.
 
Comunicação receptiva:
-         Executar ordens duplas;
-         Compreender explicações sobre situações concretas.
 
Comunicação Expressiva:
- Usar(através da linguagem) apropriadamente manhã, tarde, noite, hoje, ontem, amanhã;
-         Narrar experiências do seu dia-a- dia
Stray-Gundersen, K., Bebes com
Síndrome de Down – Guia para Pais,
Lisboa: Bertrand Editora
Recomendada pelas seguintes
instituições: APPACDM, APPT21 e
FENACERCI

Um Livro muito útil para os pais