Você está na página 1de 14

Desenvolvimento cognitivo: Teorias de Piaget

e Vygostsky

O homem responde aos


estímulos externos agindo sobre
eles para construir e organizar o
seu próprio conhecimento, de
forma cada vez mais elaborada.

Construtivismo é uma das


correntes teóricas empenhadas
em explicar como a inteligência
humana se desenvolve.

O desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas


entre o indivíduo e o meio.
Avaliação da teoria de Piaget
 Principais contribuições de Piaget:
 Observação de crianças.
 Pioneiro no campo da psicologia do desenvolvimento cognitivo -
estruturas cognitivas.
 Conceitos importantes nessa área – assimilação, acomodação,
conservação, raciocínio dedutivo-hipotético e outros.
(Santrock, 2003)
 Critica
 Pesquisadores descobriram que os ganhos cognitivos do pensamento
operacional nem sempre são conseguidos durante a adolescência,
nem são adquiridos necessariamente por todas as pessoas.
 Os adolescentes parecem aplicar a lógica formal para algumas
situações, mas não para outras - as experiências, os talentos e
interesses individuais afetam o pensamento, tanto quanto a habilidade
para raciocinar formalmente.
(Berger, 2003)
Psicologia Histórico-Cultural
Lev Vygotsky (1896-1934)
 Lev Vygotsky desenvolveu a teoria
socio-cultural do desenvolvimento
cognitivo.
A funções psicológicas têm um suporte
biológico pois são produtos da atividade
cerebral.
O funcionamento psicológico
fundamenta-se nas relações sociais entre o
indivíduo e o mundo exterior, que se
desenvolvem num processo histórico.
A relação homem/mundo é uma relação
Mediada por sistemas simbólicos.
Ele propôs que o desenvolvimento não
precede a socialização. Ao invés, as
estruturas sociais e as relações sociais
levam ao desenvolvimento das funções
mentais.
Funções Psicológicas Elementares

De origem biológica
Estão presentes nas crianças e nos animais
Ações involuntárias (reflexas)
Reações imediatas (automáticas)
Sofrem controle do ambiente externo

FUNÇÕES PSICOLÓGICAS ELEMENTARES


+
APRENDIZADO DA CULTURA
=
FUNÇÕES PSICOLÓGICAS SUPERIORES
Funções Psicológicas Superiores

São de origem social


Presentes somente no homem
Caracteriza-se pela intencionalidade das ações
Interação entre fatores biológicos e sociais
São possíveis por que existe atividade cerebral

O surgimento das superiores não elimina as elementares


O desenvolvimento mental é marcado pela interiorização das
funções psicológicas
A educação ajuda a formar as funções psicológicas
superiores
Psicologia Histórico-Cultural
 Vygostky via o desenvolvimento cognitivo como
dependendo mais das interações com as pessoas e
com os instrumentos do mundo da criança.
 Mediação - processo de intervenção de um elemento
intermediário numa relação; a relação deixa então de
ser direta e passa a ser mediada por esse elemento.

“É pela mediação que o indivíduo se relaciona com o


ambiente, pois ele não tem acesso direto aos objetos,
mas, apenas, a sistemas simbólicos que representam
a realidade”
MEDIAÇÃO
Elementos mediadores:
Instrumentos: Esses instrumentos são reais: canetas, papel,
computadores; ou símbolos: linguagem, sistemas matemáticos, signos.

  Signos: São ferramentas que auxiliam nos processos


psicológicos. Os signos internalizados são, como as marcas exteriores,
elementos que representam objetos, eventos, situações.
Linguagem: Sistema de mediação simbólica que organiza os signos
em estruturas complexas.

Funções da Linguagem: Refletir o mundo exterior, Planejar e determinar


o curso de uma ação

É por meio dos signos, da palavra, dos instrumentos, que ocorre o


contato com a cultura
Psicologia Histórico-Cultural

 A capacidade de lidar com representações que substituem


o próprio real é que possibilita ao homem libertar-se do
espaço e do tempo presentes, fazer relações mentais na
ausência das próprias coisas, imaginar, fazer planos e ter
intenções.

 É o grupo cultural onde o indivíduo se desenvolve que lhe


fornece formas de perceber e organizar o real, as quais vão
constituir os instrumentos psicológicos que fazem a
mediação entre o indivíduo e o mundo.
Psicologia Histórico-Cultural

 O surgimento do pensamento verbal e da linguagem como


sistema de signos é um momento crucial no
desenvolvimento da espécie humana, momento em que o
biológico transforma-se no sócio-histórico.
 

 Quando os processos se unem, o ser humano passa a ter a


possibilidade de um modo de funcionamento psicológico
mais sofisticado, mediado pelo sistema simbólico da
linguagem.
 Os adultos têm um importante papel no desenvolvimento
através da orientação que dão e por ensinarem
Processo da Aprendizagem
Aprendizagem inicia muito antes do ensino formal
 Zona de Desenvolvimento Proximal:
- Distância entre o que a criança já pode realizar sozinha e aquilo que
ela é capaz de desenvolver com o auxílio de alguém
- É a zona cooperativa do conhecimento
- O mediador ajuda a criança a transformar o desenvolvimento
potencial em desenvolvimento real

 Zona de Desenvolvimento Potencial:


Atividade ou conhecimento que a criança não domina, mas espera-se que
seja capaz de saber e/ou realizar, independente de etnia, religião ou
cultura

 Zona de Desenvolvimento Real:


Tudo aquilo que a criança é capaz de realizar sozinha
Processo da Aprendizagem
 As atitudes em relação à competência intelectual que os
adolescentes encontram em seus relacionamentos com
pais e colegas afetam a motivação para adquirir
conhecimento;
 As influências da mídia (televisão e do computador)
desempenham papéis cada vez mais importantes na
socialização cognitiva dos adolescentes;
 A socialização cognitiva de adolescentes pode ser
melhorada através do desenvolvimento de ambientes mais
estimulantes em termos cognitivos;
 Os enfoques que levam em conta a autoconfiança dos
adolescentes, as expectativas de realização e o senso de
propósito têm a probabilidade de ser eficazes.
Comparando Piaget e Vygotsky

 As teorias de Vygotsky e de Piaget são construtivistas.


 Distinções entre os enfoques construtivista cognitivo e
social:

 Construtivista cognitivo: (teoria de Piaget) ênfase está na


construção cognitiva do conhecimento e na compreensão
pela pessoa.
 Construtivista social: (teoria de Vygotsky) ênfase é na
colaboração com os outros para produzir conhecimento e
compreensão.
 Piaget e Vygotsky - os professores servem como
facilitadores e guias, em vez de diretores e modeladores do
aprendizado.
Comparando Piaget e Vygotsky

O conhecimento da teoria de Vygotsky foi posterior ao conhecimento da


teoria de Piaget.
 A teoria de Vygotsky tem sido adotada por muitos professores, e é
aplicada com êxito na educação;
 A importância das influências socioculturais no desenvolvimento
combina com a crença atual na importância dos fatores contextuais no
aprendizado.
 Críticas: ênfase excessiva ao papel da linguagem no pensamento.
 O construtivismo enfatiza que as pessoas constroem ativamente o
conhecimento a compreensão;
 A informação não é transmitida diretamente às crianças e aos
adolescentes - eles são encorajados a explorar seu mundo, a descobrir
o conhecimento e a pensar em termos críticos.
Livros consultados:
 PAPALIA, D. ; OLDS, S. Desenvolvimento Humano. 7.ed. Porto
Alegre: Artmed, 2000.

 RAPPAPORT, Clara Regina; FIORI, Wagner R; DAVIS, Cláudia.


Psicologia do Desenvolvimento. São Paulo: EPU, 1987. 4v

 SANTROCK, J. W. Adolescência. Rio de Janeiro: LTC, 2003.

 Adolescência: Desenvolvimento Cognitivo. In: BERGER, Kathleen


Stassen. Desenvolvimento da Pessoa: da Infância a Adolescência.
5ª. Edição. LTC/2003

Você também pode gostar